Sequencia didática Ana Maria e Midevone

Report
SEQUENCIA DIDÁTICA
Formadora: Simone Rodrigues
Alunas: Ana Maria
Midevone
SEQUENCIA DIDÁTICA
A tabela das multiplicações.
Tema Gerador: Multiplicação de
números naturais.
Proposta: Selecionar e aplicar recursos mais
adequados para resolver uma situação, assim
como também desenvolver o raciocínio através
do cálculo mental que irá contribuir para
aprendizagem de conceitos matemáticos.
Ano: 3° ano
Tempo estimado: cinco encontros
1ª Etapa:
Apresentação da proposta: A sequência
didática desenvolverá o cálculo mental dos
alunos, utilizando a memorização para obter
resultados significativos com o uso da escrita
na matemática explorando o gênero conto
trabalhado nas aulas de Língua Portuguesa,
como finalização e avaliação da compreensão
do conteúdo. Conversarei com os alunos
sobre a importância do uso do cálculo mental
na nossa vida diária.
Objetivos:
Dominar progressivamente o repertório
multiplicativo, incluindo a construção, a análise e a
posterior memorização da tabela de Pitágoras.
Usar cálculo mental para construção de relações.
Sistematizar diferentes maneiras de reconstruir a
multiplicação.
Desenvolver o raciocínio lógico utilizando jogos.
Elaborar um conto através da multiplicação que
contemple a escrita e leitura.
Conteúdos
Exploração das relações de proporcionalidade
envolvidas nas multiplicações.
Cálculo mental.
Reconstrução da multiplicação
Desenvolvimento do raciocínio lógico.
Sistematização da escrita e leitura.
2ª Etapa:
Levantamento dos conhecimentos
prévios: Jogo: Bingo da multiplicação.
Para este jogo levarei para a sala de aula:
Cartela de bingo com os resultados das
operações; chamex com os cálculos das
operações recortados; caixa para colocar
os papéis com as operações; Feijão para
marcar os números sorteados; Brindes
diversificados; Quadro-giz.
Irei propor que os alunos se organizem
individualmente para que então se possa explicar
as regras do jogo. Cada aluno receberá uma cartela
de bingo e grãos de feijão para que possam marcar
os resultados das adições sorteadas.
Dobrarei os papéis com as operações e os coloque
dentro de uma caixa, para que seja sorteada uma
operação por vez.
Os alunos deverão fazer os cálculos
mentais e quando encontrarem o resultado
deverão marcar o valor na cartela.
Farei o sorteio das operações até que uma
criança complete horizontalmente,
verticalmente ou diagonalmente a cartela
do bingo.
Após o bingo irei recolher as cartelas do
bingo para verificar o conhecimento prévio
dos alunos.
3ª Etapa:
1º Momento - Ampliação do conhecimento:
Construção de relações
Preenchimento da tabela de Pitágoras
Material necessário:
Confecção da tabela de Pitágoras com os campos em
branco, sendo uma para cada aluno, e um cartaz grande
com a mesma tabela para ser colocada na sala de aula.
Após este desafio, irei propor discussões para que os alunos
possam sistematizar e estabelecer relações entre as
diferentes tabuadas, depois farei o registro das diferentes
estratégias que os alunos desenvolveram para realizar o
jogo proposto, tais como: arredondamentos, uso de dobro,
triplo, metade, etc.
Irei propor as atividades abaixo e pedirei que os alunos
expliquem como procederam para resolver os problemas.
Atividade 1
1) Para cada um dos seguintes pares de contas, marque qual
tem o resultado maior sem fazer o cálculo.
a) 8 x 5 e 8 x 7
b) 10 x 6 e 5 x 10
c) 3 x 2 e 4 x 3
d) 6 x 4 e 4 x 4
f) 5 x 5 e 5 x 2
g) 10 x 10 e 9 x 9
h) 7 x 0 e 8 x 0
i) 9 x 1 e 9 x 6
Atividade 2
2) Sem fazer o cálculo, escreva as seguintes contas em ordem
crescente:
6x6
3x5
4x5
6x7
5x5
9x8
9 x 10
8x8
2º Momento: Ampliação do
conhecimento - Elaboração de pistas
Para que os alunos memorizem o repertório, é
necessário propor um trabalho sistemático
com esse conteúdo. Eles podem começar
anotando as multiplicações que consideram
mais difíceis de lembrar. Em seguida, devem
apresentá-las aos colegas para que todos
busquem pistas de como recordá-las. Se
alguém não lembra quanto é 9 x 8, é possível
reconstruir a multiplicação baseando-se em:
9 x 8 é o dobro de 9 x 4: 9 x 8 = 9 x 4 x 2 = 36 x 2
= 72;
9 x 8 = 9 x 5 + 9 x 3 = 45 + 27 = 72;
9 x 8 = 5 x 8 + 4 x 8 = 40 + 32 = 72;
10 x 8 - 8 = 80 - 8 = 72;
9 x 10 - 9 x 2 = 90 - 18 = 72;
Pedirei aos alunos que registrem essas pistas em
seus cadernos e em um cartaz na sala de aula.
Entregarei periodicamente uma série de cálculos
como esse para que os alunos resolvam
individualmente.
Entregarei a cópia da tabela acima aos
alunos e reservarei um tempo para que
completem os quadradinhos de acordo
com o que sabem de memória. Depois,
socializarei os resultados e irei propor a
discussão coletiva. A ideia é que, ao
completar o quadro individualmente, os
alunos se conscientizem do que sabem e,
posteriormente, analisem diferentes
relações que permitem conhecer alguns
resultados da tabuada com base em
outros.
Dessa forma, eles construirão uma rede
de relações que facilita a memorização
de alguns produtos e permite a
reconstrução rápida de resultados. Por
exemplo, para saber o resultado de 7 x 8,
é possível pensar no dobro de 7 x 4 ou no
quádruplo de 7 x 2. Após a atividade,
anotarei os cálculos que a turma conhece
de memória e irei comentar. Irei observar
se há regularidade nos resultados
memorizados.
4ª Etapa: Sistematização do conhecimento
Aplicarei o jogo da Multiplicação
http://www.smartkids.com.br/jogoseducativos/matematica-jogo-damultiplicacao.html
Com essa atividade os alunos serão
desafiados a desenvolver estratégias de
cálculo mental da tabuada.
Eu tenho quem tem?
5ª Etapa: Avaliação
Solicitarei que os alunos construam um
conto para registrar o que eles
aprenderam sobre a multiplicação de
um determinado cálculo mental dentro
da sequência didática trabalhada.
A matemática em um conto

similar documents