Utilização do Eugenol na piscicultura

Report
Universidade Federal de Rondônia – Unir
Campus de Presidente Médici – Curso de Engenharia de Pesca
Utilização do anestésico
na piscicultura
Tânia Olinda Lima
Presidente Médici, 30 de julho de 2013.
1
Utilização do anestésico na piscicultura

2
A aquicultura, na qual está inserida a piscicultura, é o
segmento da produção animal que mais cresce no
cenário mundial atual (ONO E KUBITZA, 2003).
Imagens da Base de Piscicultura.
Utilização do anestésico na piscicultura

3
Os peixes são facilmente estressados durante o
manejo e transporte, e o simples contato dos animais
com o ar atmosférico, durante a biometria, é
suficiente para desencadear uma reação de estresse
(MCGEE & CICHRA, 2002).
Utilização do anestésico na piscicultura

4
Substâncias anestésicas são frequentemente utilizadas para
reduzir a hipermotilidade, que é uma fonte considerável de
machucaduras durante procedimentos de manejo e/ou
transporte (INOUE et al., 2003;VIDAL et al., 2006).
Utilização do anestésico na piscicultura

5
A indução deve levar de
1 a 3 minutos e a
recuperação não deve
ultrapassar 5 minutos,
quando se considera a
anestesia necessária à
biometria (ROUBACH &
GOMES, 2001).
Utilização do anestésico na piscicultura

6
O chamado “óleo-de-cravo” é um produto vegetal
muito conhecido, que já teve mais aplicações do que
hoje na medicina popular (LAPEMM, 2005).
Utilização do anestésico na piscicultura

7
É um composto fenólico resultado da
destilação das folhas, flores (incluindo
talos) das árvores de cravo da Índia
(Syzgium
Aromaticum),
sendo
a
substância ativa o eugenol, com
concentração que varia de 70 a 95% da
composição total do óleo essencial do
cravo (MAZZAFERA, 2003).
Utilização do anestésico na piscicultura

8
Os estudos sobre a utilização do eugenol, como
anestésico em aquicultura, surgiram da necessidade
de se encontrar novas substâncias eficazes, seguras e
de baixo custo (ROUBACH et al., 2005).
Utilização do anestésico na piscicultura

Alguns estudos já relatam o êxito em utilizar o eugenol como
anestésico para:
Tambaqui Colossoma macropomum
(ROUBACH et al., 2005)
Pintado Pseudoplatystoma corruscans
9
(VIDAL et al., 2006)
Matrinxã Brycon cephalus (INOUE et al., 2003)
Jundiá Rhamdia quelen (CUNHA et al., 2006)
Biometria – Base de Piscicultura
Procedimentos
Presidente Médici - Unir
10
Procedimentos
- Diluição do eugenol no álcool.
-Introduz dentro do local onde os
peixes serão colocados.
11
Procedimentos
- Mistura com as mãos para que homogeneíze
a solução com água do recipiente.
12
- Com um puçá captura o peixe e o introduz na
solução.
Procedimentos
- Notado a anestesia no peixe, o
leva até a bancada de medidas
biométricas.
- Aguarda alguns instantes, de
modo que varia conforme o peso
e tamanho do animal.
13
“O cultivo de qualquer animal baseia-se em informações extraídas em
duas instâncias. Na primeira, conseguem-se as informações a partir
das observações do organismo no seu próprio ambiente natural. Na
segunda instância, o organismo é objeto da tentativa de cultivo, tendo
como ponto de partida o conhecimento biológico.”
(GARUTTI, 2003)
14
Tânia Olinda Lima
[email protected]
Cel.: (69)9960-3125
(69)9290-9316

similar documents