Os encontros de Grupo

Report
Metodologia da
Infância e
adolescência
Missionária
Os encontros de
Grupo
Jesus reunia os Apóstolos
para conviver com eles, rezar,
testemunhar o amor do Pai para
com os pequenos e excluídos, assim
as crianças da IAM se reúnem
para:
Conviver Partilhar
Escutar
Estudar
Rezar
Servir
Plano de
Formação
Tema Gerador
Realidade
Missionária
Espiritualidade
Missionária
Compromisso
Missionário
Vida de Grupo
DESCOBRIR
• HISTORIA DO HOMEM QUE QUERIA
SER O BOM SAMARITANO
Realidade Missionária:
1o Semana
É o estudo da realidade missionária
escolhida no encontro anterior.
 Momento de aprendizagem, partilha e
síntese da pesquisa feita em casa.
Realidade Missionária:
1o Semana
Procurar conhecer as diferentes realidades do
mundo.
Ligar a realidade local com a universal.
ENTRAR NO CORAÇÃO
Espiritualidade Missionária:
2o Semana
 É o esforço de fazer experiência de oração a luz do
que se aprendeu na realidade missionária.
Garantir que seja experiência de oração, não
discussão ou conversa ou dinâmicas.
 Procuram ligar a realidade estudada com a Palavra de
Deus (leitura orante, deserto, silencio, encontro com a
Eucaristia, terço missionário)
Espiritualidade Missionária:
2o Semana
 Aprender a sentir como Jesus sentia.
 Interiorizar a mensagem estudada por meio de
uma experiência de oração.
COMPROMETER-SE
Compromisso Missionário:
3o Semana
 Ações concretas, dentro da possibilidades do grupo,
que alcancem os missionários que trabalham além
fronteiras (conhecer projetos de evangelização e
desenvolvimento alem fronteiras, e ajudar
financeiramente. Manter um contato com os
missionários através de cartas, email...)
 Os adolescentes e os assessores colocam em
prática o que aprenderam nos encontros
anteriores, não ficam presos nos muros da sala
do encontro mas saem.
Compromisso Missionário:
3o Semana
 O grupo não recusa os apelos que
chegam da realidade local sem esquecer
o além fronteiras.
 Cada membro do grupo pensa como
envolver outras pessoas na caminhada
Compromisso Missionário:
• As atividades concretas pára financiar
os projetos além fronteiras podem ser:
Venda de comidas, rifa, bingos, arraial
missionário, pedido de doações, ... .
CONTEMPLAR
Vida de Grupo:
4o Semana
Encontro aberto a todos.
 Estreitar os laços de amizade entre os
membros do grupos.
Vida de Grupo:
4o Semana
 Escolha do tema e programação dos encontros
seguintes.
 Pode-se realizar diversos tipos de
confraternizações, passeios, festas
familiares, jogos, concursos, celebrações dos
aniversários, festas litúrgicas, etc..
Adolescência
Missionária
“Adolescente
Evangelizando
Adolescente”
... A historia começa
• A hora de grupo a primeira das outras 163
horas da semana.
• O compromisso não termina;
• Adolescência missionária estilo de vida
Roteiro do encontro AM
• Hoje queremos ...
• Providencias
• Abertura: acolhida, estou ligado, fiz a minha
parte
• Atividade do dia
• Tarefas
• Cofrinho
• Oração
• Despedida
Roteiro do encontro
•
•
•
•
•
•
•
•
Acolhida
Momento de oração
Troca de noticias fatos da semana
Relato dos compromissos
Estudo do tema do dia.
Escolha e divisão das tarefas
Cooperação material (cofrinho)
Despedida
Os responsáveis
• Responsável para coordenar o grupo é uma
criança caso se trate de grupos de crianças (711)
• Ou um adolescente caso seja um grupos de
adolescentes (11-14)
• O assessor ajuda na preparação do encontro e
monitora o andamento do encontro
• O assessor pode ajudar no começo o
coordenador depois deixara tudo na sua mão
Diferenças entre coordenador e
assessor
•
•
•
•
....
Idade
Conhecimento
Responsabilidade (assessor: elo com a
paróquia e garante do carisma)
Compromisso semanal
• Rezar para os missioná[email protected]
• Renunciar a alguma coisa de meu
(picolés, chicletes, bombons, batatinhas,
vídeo games, ect), para ajudar outras
crianças em outro continente.
• Além de um compromisso especifico para
cada encontro.
DIFERENÇAS COM A
CATEQUESE
• Desenvolve uma área especifica seria a
missão além fronteiras.
• Não esta ligada a preparação dos
sacramentos.
• Os atores da formação são o mesmos
adolescentes ou crianças.
• Os adultos tem um papel de suporte,
monitoram.
DIFERENÇAS COM A
CATEQUESE
• Visa a um compromisso concreto de
solidariedade.
• Infância ou adolescência missionária não
substitui a catequese, integra a
catequese.
• Grupos da perseverança.
• Grupos de agregação em um momento
particular da vida, a adolescência.
Para não esquecer
• Os gestos concretos (fatos), juntos com as
explicações (palavras). Para mudar o
estilo de vida.
• Ampliar os horizontes: à família humana.
• Incentivar uma atitude cristã missionária,
de uma Igreja de batizados a uma Igreja
de missionários.
• Entrosar em um serviço eclesial os
adolescentes e crianças.

similar documents