Anglo_Resolve_PUC_2015_1

Report
REDAÇÃO
Os temas propostos pela
PUC estavam, direta ou indiretamente, vinculados aos
dois textos da prova: um artigo que discutia - a partir
da percepção de que moradores de rua ressignificam o
espaço público, tornando-o
privado - a aproximação de
dois mundos nos quais todos
estão inseridos: o público
e o privado; e um cartaz de
campanha, cujo objetivo era
conscientizar a população de
que dar esmolas não ajuda
aquele que a recebe. Dessa forma, o primeiro tema
apresentado “Moradores de
rua X Circulação Pública” era
bastante específico, pois, a
partir de uma notícia que enfocava o cercamento de marquises na Rua da República,
a fim de que moradores de
rua não possam abrigar-se
nelas, a banca solicitou que
os vestibulandos expressas-
Anglo Vestibulares
www.anglors.com
sem seu ponto de vista sobre tal prática: a instalação
de estruturas antimoradores
de rua em calçadas e demais
ambientes públicos. Nesse
sentido, o candidato deveria posicionar-se a favor ou
contra tal medida. Seria interessante, com certeza, problematizar o que tal prática
revela em relação às soluções que a população busca
com o objetivo de sanar certas mazelas para as quais o
poder público não encontra
soluções efetivas.
O segundo tema foi estruturado também a partir
de um fato: três mulheres
que criaram uma ação de
assistência social, Amor no
cabide, na qual incentivam
pessoas a deixarem roupas
em cabides expostos em lugares públicos. O objetivo é
de que quem necessita destas roupas possa fazer uso
delas. Dessa forma, tendo
como tema “Ajuda X Esmo-
la”, a proposta pretendia que
os vestibulandos refletissem
sobre ações como a mencionada na notícia, expondo se
consideravam tais projetos
como medida efetiva ou paliativa para amenizar os problemas sociais no Brasil. A
proposta buscava, pois, que
o candidato expusesse suas
ideias quanto às ações da sociedade civil a favor dos menos favorecidos. Interessante
perceber que a segunda proposta opunha-se à anterior,
sobretudo em relação à postura das pessoas citadas nas
ações, todavia tal oposição
não se revelava contundente,
visto que o candidato poderia
(e deveria) problematizar tais
ações da população, vendo-as como algo positivo ou negativo na busca de soluções
para graves problemas sociais. O segundo tema fazia,
portanto, referência direta ao
segundo texto apresentado
na prova objetiva, já que in-
1
citava o candidato a dissertar
sobre a função ou o objetivo
da esmola, vendo-a como
ato de acomodação social e
de manutenção do status quo
ou como medida necessária,
a curto prazo, para sanar necessidades básicas daqueles
que vivem em situação social
de risco.
O terceiro e último tema
partia de um fragmento do
livro A casa e a rua: espaço,
cidadania, mulher e morte
no Brasil, de Roberto da Matta, que tematizava o mesmo
assunto expresso no primeiro
texto da prova objetiva: o espaço público e o privado. Todavia, embora pudesse suscitar uma discussão mais ampla
sobre os limites entre o público e o privado, a proposta
revelou-se, também, bastante específica, já que solicitava
que o candidato analisasse a
forma como algumas pessoas se comportam em lugares
públicos, alterando seu com-
facebook.com/anglors
Anglo Resolve - Vestibular PUC-RS 2015/1
portamento, e que discutisse
as consequências de posturas consideradas inadequadas em ambientes públicos.
Seria importante, nesse sen-
FÍSICA
a seguir, nas quais as forças F e
T não estão representadas em
escala.
INSTRUÇÃO: Para responder à questão 1, considere o gráfico abaixo,
que representa a velocidade de um
corpo em movimento retilíneo em
função do tempo, e as afirmativas
que seguem.
Montagem 1: A roldana está fixada
numa árvore; e o cabo de aço, no
tronco petrificado.
tido, destacar os limites entre
público e privado, priorizado
no tema, no sentido de que
todo o comportamento individual influi, em maior ou
Montagem 2: A roldana está fixada
no tronco petrificado; e o cabo de
aço, na árvore.
menor grau, na esfera social.
É importante ressaltar que
os três temas foram apresentados de forma sucinta e clara, operando por oposições,
demarcadas pelo versus. Todos os temas, como geralmente ocorre nas provas da
I. A aceleração do móvel é de 1,0
m/s2.
II. A distância percorrida nos 10s é
de 50m.
III. A velocidade varia uniformemente,
e o móvel percorre 10m a cada
segundo.
IV. A aceleração é constante, e a velocidade aumenta 10m/s a cada
segundo.
destacadas em negrito, au-
1) São verdadeiras apenas as afirmativas
A) I e II.
B) I e III.
C) II e IV.
D) I, III e IV.
E) II, III e IV.
xiliando o vestibulando para
QUESTÃO 1 – LETRA A
que ele não fugisse ao tema
I – Verdadeira, a aceleração
é numericamente igual à inclinação da reta do referido
gráfico. Assim, a razão que
envolve a variação de velocidade pela variação do tempo
nos fornece um valor de 1m/
s².
II – Verdadeira, a área do gráfico é numericamente igual ao
valor do deslocamento. Como
o gráfico forma um triângulo
retângulo, a área é igual: A =
(10 x 10)/2 = 50 m.
III – Falso, a velocidade varia
uniformemente em relação ao
tempo, devido à presença de
uma aceleração constante. A
segunda parte da alternativa
afirma um valor de velocidade constante, portanto, falso.
IV – Falso, a velocidade aumenta 1 m/s a cada segundo.
PUC,
estavam
embasados
nos textos da prova objetiva,
sendo que as questões foram
escolhido. Portanto, percebe-se uma intenção bastante
explícita da banca em propor
temas não distantes do cotidiano do jovem: moradores
de rua, esmola, comportamentos inadequados em lugares públicos. Assim, embora fossem temas bastante específicos, a banca pretendia
que os futuros universitários
dissertassem
sobre
ques-
tões relativas ao ser e estar
no mundo, sobretudo sobre
comportamentos sociais de
rejeição ou de apoio ao diferente, expondo sua ideologia
e seu modo de ver o mundo.
A
temática
predominante,
portanto, foi de cunho social.
2) Considerando que, em ambas a
montagens, a força aplicada na
extremidade livre do cabo tem
módulo F, o módulo da força T
que traciona o bloco será igual a
A) F, em qualquer das montagens.
B) F/2 na montagem 1.
C) 2F na montagem 1.
D) 2F na montagem 2.
E) 3F na montagem 2.
QUESTÃO 2 – LETRA D
Na montagem 1, as forças F e
T estão na mesma corda, portanto são de mesmo módulo.
Na montagem 2, o módulo da
força T é igual a 2F, conforme
a figura:
3) No oceano a pressão hidrostática
aumenta aproximadamente uma
atmosfera a cada 10m de profundidade. Um submarino encontra-se a 200m de profundidade, e a
pressão do ar no seu interior é de
uma atmosfera. Nesse contexto,
pode-se concluir que a diferença
da pressão entre o interior e o
exterior do submarino é, aproximadamente, de
A) 200 atm
B) 100 atm
C) 21 atm
D) 20 atm
E) 19 atm
INSTRUÇÃO: Para responder à questão 2, analise a situação descrita.
Um geólogo, em atividade no campo,
planeja arrastar um grande tronco
petrificado com auxílio de um cabo
de aço e de uma roldana. Ele tem
duas opções de montagem da
roldana, conforme as ilustrações
facebook.com/anglors
Anglo Resolve - Vestibular PUC-RS 2015/1
2
QUESTÃO 3 – LETRA D
Se a cada 10 m de profundidade aumenta aproximadamente uma atmosfera, quando um submarino encontra-se a 200 m de profundidade,
a pressão total será 21 atm
(20 atm exercida pela água +
1 atm exercido pelo ar, acima
da superfície de água). Como
a pressão interna no interior
do submarino é 1 atm, a diferença de pressão entre o interior e o exterior será:
4) Uma caixa com um litro de leite
tem aproximadamente 1,0 kg de
massa. Considerando g=10 m/s2,
se ela for levantada verticalmente,
com velocidade constante, 10 cm
em 1,0 s, a potência desenvolvida
será, aproximadamente, de
A) 1,0.102 W
B) 1,0.10 W
C) 1,0.10º W
D) 1,0.10-1 W
E) 1,0.10-2 W
QUESTÃO 4 – LETRA C
Potência representa o trabalho realizado (transformação
de energia) em certo intervalo
de tempo. Se o corpo foi erguido com velocidade constante, a energia transformada
corresponde à energia potencial gravitacional.
5) Num laboratório, um grupo de
alunos registrou o comprimento L
de uma barra metálica, à medida
que sua temperatura T aumentava,
obtendo o gráfico abaixo:
Pela análise do gráfico, o valor do
coeficiente de dilatação do metal é
A) 1,05.10-5 C -1
B) 1,14.10-5 C -1
C) 1,18.10-5 C -1
D) 1,22.10-5 C -1
Anglo Vestibulares
www.anglors.com
E) 1,25.10-5 C -1
8)O circuito alimentado com uma
diferença de potencial de 12 V,
representado na figura a seguir,
mostra quatro lâmpadas associadas, cada uma com a inscrição
12 V / 15 W.
QUESTÃO 5 – LETRA E
Três fatores influenciam a dilatação linear de uma barra
metálica: o seu comprimento
inicial (800 mm), a variação
de temperatura que foi submetida (110°C - 10°C = 100
°C) e o respectivo material,
caracterizado por um coeficiente de dilatação linear. A
dilatação da barra foi de 1
mm: ΔL (801mm – 800mm).
Portanto,
INSTRUÇÃO: Para responder à questão 6, leia o texto e as afi rmativas
que seguem.
As principais partes de um refrigerador doméstico são o congelador,
o condensador e o compressor,
sendo que essas duas últimas peças
estão localizadas na parte externa
do aparelho. O funcionamento do
refrigerador depende da circulação
de um fluido refrigerante impulsionado pelo compressor. Durante
o ciclo termodinâmico, o fluido
sofre transformações nas variáveis
estado, pressão e temperatura, o
que determina o resfriamento no
interior do aparelho, levando para
fora a energia oriunda dos alimentos
refrigerados.
Em relação a essas transformações,
considere as seguintes afirmativas:
I. No congelador, a pressão do gás
diminui, e sua temperatura se eleva
com a absorção de energia.
II. No congelador, a pressão do gás
aumenta, e sua temperatura diminui com a liberação de energia.
III. No condensador, a pressão do gás
é maior do que no congelador, e
sua temperatura diminui com a
liberação de energia.
IV. No condensador, a pressão do
gás diminui, e sua temperatura
aumenta.
6) Estão corretas apenas as afirmativas
A) I e III.
B) I e IV.
C) II e III.
D) II e IV.
E) II, III e IV.
QUESTÃO 6 – LETRA A
A figura abaixo representa as
partes principais de um refrigerador domestico.
Anglo Vestibulares
www.anglors.com
Dentro do circuito fechado,
encontra-se um fluido refrigerante que sofre transformações nas variáveis de estados
termodinâmicos nos seguintes locais:
Considerando essa associação entre
as lâmpadas, é correto afirmar que
A) a intensidade da corrente elétrica
é diferente nas lâmpadas 1 e 2.
B) a diferença de potencial é diferente
nas lâmpadas 1 e 2.
C) a intensidade de corrente elétrica
na lâmpada 2 é maior do que na 3.
D) cada uma das lâmpadas 1 e 2 está
sujeita à diferença de potencial de
6,0 V.
E) cada uma das lâmpadas 3 e 4 está
sujeita à diferença de potencial de
12 V.
1º) Compressor: Tem a função
de comprimir o gás aumentando a pressão e a temperatura, comprimindo-o para o
condensador.
2º) Condensador: O gás - em
alta pressão e alta temperatura - perde energia (calor)
para o meio.
3º) Tubo capilar: O gás se expande e sua pressão e temperatura diminuem.
4º) Evaporador: Local onde o
gás irá retornar para a forma
de vapor, devido ao recebimento de energia (calor) dos
alimentos no interior do congelador. Após, o fluido retorna ao compressor e o processo é reiniciado.
Dessa forma, as afirmativas I
e III estão corretas.
lado da espira próximo ao polo N
tem orientação vertical para baixo.
E) a força magnética que atua no lado
da espira próximo ao polo S tem
orientação vertical para cima.
QUESTÃO 9 – LETRA C
O vetor campo de indução
é sempre orienmagnética
tado de Norte (N) para Sul (S).
O sentido da força magnética,
em cada lado da espira, pode
ser determinado pela “regra
do tapa”. Posicionando o polegar da mão direita aberta
no sentido da corrente i e os
outros dedos no sentido do
campo, a palma da mão indica o sentido da força. Assim,
o par de forças, representado
na figura, provoca um giro no
sentido horário.
QUESTÃO 8 – LETRA C
As lâmpadas 1 e 2 estão em
paralelo com a fonte. Cada
uma possui uma resistência
elétrica R e é percorrida por
uma corrente elétrica de intensidade i.
As lâmpadas 3 e 4 estão em
série. Sendo assim, a resistência no ramo da direita é
de 2R e, em consequência, a
intensidade da corrente é a
metade: i/2.
9) A figura a seguir mostra a posição
inicial de uma espira retangular
acoplada a um eixo de rotação,
sob a ação de um campo magnético originado porímãs permanentes, e percorrida por uma corrente
elétrica. A circulação dessa corrente determina o aparecimento
de um par de forças na espira, que
tende a movimentá-la.
7) Nossos sentidos percebem de
forma distinta características das
ondas sonoras, como frequência,
timbre e amplitude. Observações
em laboratório, com auxílio de
um gerador de áudio, permitem
verificar o comportamento dessas
características em tela de vídeo e
confrontá-las com nossa percepção. Após atenta observação, é
correto concluir que as características que determinam a altura
do som e a sua intensidade são,
respectivamente,
A) frequência e timbre.
B) frequência e amplitude.
C) amplitude e frequência.
D) amplitude e timbre.
E) timbre e amplitude.
Em relação aos fenômenos físicos
observados pela interação dos
campos magnéticos originados
pelos ímãs e pela corrente elétrica,
é correto afirmar que
A) o vetor indução magnética sobre
a espira está orientado do polo S
para o polo N.
B) o vetor indução magnética muda
o sentido da orientação enquanto
a espira se move.
C) a espira, percorrida pela corrente
i, tende a mover-se no sentido horário quando vista de frente.
D) a força magnética que atua no
QUESTÃO 7 – LETRA B
A altura de um som está relacionada com a frequência
emitida pela fonte sonora,
podendo ser um som grave
ou agudo. Já a intensidade
está relacionada com a amplitude da onda, podendo ser
um som forte ou fraco (volume).
3
10) Um salão de beleza projeta instalar um espelho que aumenta 1,5
vezes o tamanho de uma pessoa
posicionada em frente a ele. Para
o aumento ser possível e a imagem
se apresentar direita (direta), a pessoa deve se posicionar, em relação
ao espelho,
A) antes do centro de curvatura.
B) no centro de curvatura.
C) entre o centro de curvatura e o
foco.
D) no foco.
E) entre o foco e o vértice do espelho.
QUESTÃO 10 – LETRA E
Para que a imagem tenha um
tamanho maior e orientação
direita em relação ao objeto,
o espelho deve ser côncavo e
o objeto posicionado entre o
vértice e o foco do espelho.
BIOLOGIA
11) O Brasil tem 1/5 da biodiversidade mundial, e cada espécie tem
um papel funcional e fundamental
para a manutenção do ecossistema
e o desenvolvimento de recursos
em prol da sustentabilidade. A
biodiversidade abrange diferentes
componentes da natureza, mas
facebook.com/anglors
Anglo Resolve - Vestibular PUC-RS 2015/1
NÃO abarca a variedade
A) de animais, vegetais e outros macro
e microrganismos.
B) de teorias sobre a origem da evolução da vida no planeta.
C) da estrutura genética dentro das
populações e das espécies.
D) de comunidades, habitats e ecossistemas formados pelos organismos.
E) de funções ecológicas desempenhadas pelos organismos nos
ecossistemas.
QUESTÃO 11 – LETRA B
O conceito de biodiversidade
faz menção à variedade de
formas de vida sob os aspectos
estruturais, funcionais, genéticos e ecológicos. Uma teoria
consiste em um conjunto de
ideias ou hipóteses sobre um
determinado assunto, o que
não condiz com o conceito de
biodiversidade.
INSTRUÇÃO: Responder à questão
12 com base no gráfico abaixo, o
qual expressa que a biodiversidade
não é distribuída igualmente na
Terra.
12) A biodiversidade varia com as diferentes regiões ecológicas, sendo
_________ nas regiões ________
do que nos climas _________.
A) maior – termais – tropicais
B) maior – tropicais – temperados
C) menor – equatoriais – temperados
D) menor – equatoriais – termais
E) menor – tropicais – termais
QUESTÃO 12 – LETRA B
Verifica-se, através do gráfico, que o número de espécies
na Terra diminui à medida em
que se eleva a latitude. Isto é,
quanto mais distante da linha
do equador, menor passa a
ser a taxa de biodiversidade.
Esse fato se deve, entre outros
fatores, às condições climáticas que contribuem para que
muitos seres vivos habitem as
regiões próximas aos trópicos.
INSTRUÇÃO: Para responder à
questão 13, leia as informações e
as afirmativas que seguem.
Foi noticiado recentemente o alerta
preocupante sobre a perda na diversidade de abelhas; além disso,
a quantidade de abelhas tem dimi-
nuído no mundo. Pragas e uso de
pesticidas estão entre as principais
causas desse fenômeno, que já afeta
o Brasil. Apicultores relataram que
30% das abelhas de Santa Catarina
desapareceram desde 2012.
14 relacionando os pesticidas da
coluna 1 com os exemplares dos
organismos pertencentes aos grupos
atacados pelo produto, na coluna 2.
Coluna 1
1. Fungicida
2. Nematicida
3. Moluscicida
4. Rodenticida
Nesse contexto, afirma-se que
I. a presença de abelhas é essencial,
pois polinizam flores presentes em
plantações de frutas, legumes e
grãos.
II. a abelha coleta o pólen, que adere
aos pelos do seu corpo quando em
contato com as anteras.
III. as monoculturas seriam vantajosas
para a manutenção da diversidade
das colmeias.
Coluna 2
( ) Camundongo
( ) Filária
( ) Lesma
( ) Levedura
14) O preenchimento correto dos
parênteses, de cima para baixo, é
A) 1 – 2 – 3 – 4
B) 1 – 3 – 2 – 4
C) 4 – 2 – 1 – 3
D) 4 – 2 – 3 – 1
E) 4 – 3 – 2 – 1
13) Está/Estão correta(s) a(s)
afirmativa(s)
A) I, apenas.
B) II, apenas.
C) I e II, apenas.
D) II e III, apenas.
E) I, II e III.
QUESTÃO 14 – LETRA D
A questão relaciona o veneno usado no combate a seres
vivos com seus respectivos
grupos. A terminação “cida”
significa “aquele que mata”,
portanto, fungicida é usado
para a eliminação de fungos
(levedura); nematicida para
nematelmintos (filária); moluscicida aos moluscos (lesma) e rodenticida aos roedores (camundongo).
QUESTÃO 13 – LETRA C
Abelhas estão entre os principais polinizadores de angiospermas, plantas produtoras de
flores e frutos. Atraídas pelas
flores - em especial por meio
das cores chamativas -, as
abelhas precisam chegar até
a base das pétalas, onde existem nectários, isto é, glândulas
produtoras de néctar, que lhes
serve de alimento. Ao entrar
e sair da flor, a abelha movimenta e/ou encosta-se nas
anteras, que liberam grãos
de pólen, os quais ficam retidos nos pelos da superfície do
corpo do inseto. Ao visitar uma
outra flor da mesma espécie,
os grãos de pólen podem entrar em contato com o carpelo (gineceu), cumprindo-se o
processo de polinização, que
nesse caso, é dita entomófila
(por insetos). A polinização é
uma etapa fundamental do ciclo reprodutivo de angiospermas, sem o que não poderá
ocorrer o desenvolvimento de
frutos e sementes. A diversidade das abelhas está relacionada à variedade de fontes de
alimento encontradas no ambiente. A plantação de apenas
um cultivar - como ocorre nas
monoculturas - restringe qualitativamente a oferta de néctar,
com impacto evidente sobre a
diversidade de colmeias.
15)Pesticidas do tipo bactericidas
destroem procariotos por meio de
diversos mecanismos: afetando a
estrutura de _________, o agente inibe a formação da parede
celular; destruindo _________, a
toxina impede diretamente a síntese proteica; e, alterando enzimas
transcricionais, a droga bloqueia a
formação imediata de _________.
A) desmossomos – introns – RNA
B) desmossomos – ribossomas – ATP
C) glicocalix – fosfolipídeos – dupla
hélice
D) peptidoglicanos – ribossomas –
RNA
E) peptidoglicanos – fosfolipídeos –
dupla hélice
QUESTÃO 15 – LETRA D
Esta questão envolve conhecimentos de biologia celular.
Sabe-se que a parede celular
das bactérias é composta de
peptideoglicanos; que ribossomos participam do processo
de síntese de proteínas; que
o processo chamado de transcrição forma moléculas de
ácidos ribonucléicos (RNA).
Quaisquer alterações nas estruturas e nos processos mencionados anteriormente, po-
INSTRUÇÃO: Responder à questão
facebook.com/anglors
Anglo Resolve - Vestibular PUC-RS 2015/1
4
dem provocar a destruição de
bactérias.
16)Tem-se observado que a exposição
extensa e por longo prazo a pesticidas está associada a problemas
à saúde humana, como a neurodegeneração. A destruição de
neurônios cuja função é transmitir
sinais desde o sistema nervoso central até o órgão motor demonstra
que a toxina afetou o
A) sistema aferente.
B) sistema eferente.
C) sistema sensitivo.
D) sinal pré-sináptico.
E) sinal pré-dentrítico.
QUESTÃO 16 – LETRA B
O sistema nervoso pode ser
dividido em central (encéfalo
e medula) e periférico (nervos). Os neurônios levam
qualquer informação sempre
numa única direção. Os nervos são compostos de neurônios, sendo divididos em
aferentes ou sensoriais (levam a informação até a parte central), eferentes ou motores (trazem um sinal vindo
do encéfalo ou da medula) e
ainda os mistos (restritos aos
nervos cranianos). A questão faz referência aos danos
causados pelos agrotóxicos
aos neurônios que trazem as
“ordens” do encéfalo ou medula aos órgãos motores ou
efetuadores, portanto sistema
eferente, ou seja, aquele que
efetua, executa a ordem.
INSTRUÇÃO: Responder às questões
17 e 18 com base na informação a
seguir.
A variabilidade da cor do olho em
humanos é regulada por múltiplos
genes. Hipoteticamente, pode-se
aceitar que alelos funcionais A, B,
C, D são responsáveis pela produção
de muito pigmento (visto nos olhos
negros), e alelos não funcionais a,
b, c, d sintetizam pouco (típico de
olhos azuis). Conhece-se ainda uma
variação patológica (alelo e) que,
quando em homozigose, causa o albinismo, isto é, a ausência completa
de pigmento (olhos avermelhados).
17) Considerando os alelos citados,
sabe-se que
A) há crossing-over entre A e a.
B) há pareamento entre A, B, C e D.
C) heterozigotos Bb terão olhos verdes.
D) pessoas Cc produzem gametas
CC e cc.
E) o lócus D está na mesma posição
do lócus d.
Anglo Vestibulares
www.anglors.com
QUESTÃO 17 – LETRA E
Lócus é a região do cromossomo onde se encontra o alelo (variação funcional de um
gene) para uma determinada
característica. Em cromossomos homólogos (pares de
cromossomos portadores de
mesmo tamanho, mesma posição de centrômero e de origem materna e paterna) nós
encontramos os alelos dispostos em uma mesma posição.
Tais alelos são iguais, em homozigotos, e diferentes, em
heterozigotos.
18)Qual a chance de um casal ter
filhos com coloração normal nos
olhos no caso de ambos serem
AaBbCcDdEe?
A) 0%
B) 25%
C) 50%
Anglo Vestibulares
www.anglors.com
pigmentação normal e 1/4 de
probabilidade de terem filhos
com íris albina, conforme figura abaixo.
D) 75%
E) 100%
QUESTÃO 18 – LETRA D
A questão relata que os alelos
A, B, C e D produzem muita
melanina e os alelos a, b, c
e d produzem pouca melanina, mas mesmo os indivíduos com genótipo aabbccdd,
acabam por produzir a proteína que pigmenta a íris, ainda
que em pouca quantidade. A
impossibilidade de ter cor no
olho só é causada pelo alelo
e em homozigose. Portanto,
somente um indivíduo portador de alelos ee terá a despigmentação patológica da
íris. Assim sendo, o único resultado que interessa é aquele obtido a partir do par Ee.
Pais heterozigotos terão 3/4
de chances de ter filhos com
19)O pigmento responsável pela
coloração do olho é depositado
no estroma da íris, constituído de
tecido conjuntivo, cuja função é
a de sustentar as células funcionais da íris. O estroma é distinto
___________, o(a) qual é a porção
tecidual que forma a parte funcional de muitos órgãos.
A) do lúmen
B) do córtex
C) da medula
5
D) do parênquima
E) do esclerênquima
QUESTÃO 19 – LETRA D
Grande parte dos órgãos
são constituídos por duas
regiões: o parênquima e o
estroma. O parênquima é
composto pelas células responsáveis pelas funções dos
órgãos. Parênquima também
é uma nomenclatura utilizada para descrever um tecido
vegetal que pode ter funções
de preenchimento e de reserva, entre outras.
20) No início da evolução humana,
não havia olhos claros, todos os
indivíduos tinham olhos muito
pigmentados. A variação fenotípica “olhos claros” surgiu graças
_________ que atuou diretamente
no DNA.
A) à mutação
facebook.com/anglors
Anglo Resolve - Vestibular PUC-RS 2015/1
B) à adaptação
C) ao fluxo gênico
D) à deriva genética
E) à seleção natural
QUESTÃO 20 – LETRA A
Variações fenotípicas em seres vivos decorrem de dois
possíveis fatores: alterações no DNA e influência
ambiental. O ambiente tem
o papel de inibir ou estimular
processos metabólicos diversos. Por exemplo, o bronzeamento é uma variação de fenótipo que ocorre em função
da maior deposição de grânulos de melanina na pele
em resposta à maior incidência de radiação ultravioleta
proveniente, sob forma natural, do sol. Variações no DNA
constituem a fonte de variabilidade genética e ocorrem
aleatoriamente devido à mutações ou à recombinações
gênicas (crossing-over). Uma
nova característica, contudo,
deve ser resultado do surgimento de um novo alelo
a partir da mutação de formas anteriores, enquanto a
recombinação é apenas um
mecanismo de rearranjo de
alelos já existentes. Fluxo gênico, deriva genética e seleção natural são fatores evolutivos que atuam sobre a variabilidade já existente, não
agindo diretamente sobre o
DNA a ponto de promover
variações fenotípicas.
LÍNGUA PORTUGUESA
INSTRUÇÃO: Responder às questões
21 a 27 com base no texto 1
TEXTO 1
Entre o espaço público e o privado
01
Excluídos da sociedade, os moradores de rua
02 ressignificam o único espaço que lhes foi permitido
03 ocupar, o espaço público, transformando-o em
04 seu “lugar”, um espaço privado. Espalhados pelos
05 ambientes coletivos da cidade, fazendo comida no
06 asfalto, arrumando suas camas, limpando as calçadas
07 como se estivessem dentro de uma casa: assim vivem
08 os moradores de rua. Ao andar pelas ruas de São
09 Paulo, vemos essas pessoas dormindo nas calçadas,
10 passando por situações constrangedoras, pedindo
11 esmolas para sobreviver. Essa é a realidade das
12 pessoas que fazem da rua sua casa e nela constroem
13 sua intimidade. Assim, a ideia de individualização que
14 está nas casas, na separação das coisas por cômodos
15 e quartos que servem para proteger a intimidade do
16 indivíduo, ganha outro sentido. O viver nas ruas, um
17 lugar aparentemente inabitável, tem sua própria lógica
18 de funcionamento, que vai além das possibilidades.
19
A relação que o homem estabelece com o
20 espaço que ocupa é uma das mais importantes para
sobre as causas da situação, apresentando argumentos baseados em
dados históricos.
( ) A última frase do texto reforça
o ponto de vista do autor e propõe
uma solução para o problema discutido.
21 sua sobrevivência. As mudanças de comportamento
22 social foram sempre precedidas de mudanças físicas
23 de local. Por mais que a rua não seja um local para
24 viver, já que se trata de um ambiente público, de
25 passagem e não de permanência, ela acaba sendo,
26 senão única, a mais viável opção. Alguns pensadores
27 já apontam que a habitação é um ponto base e
28 adquire uma importância para harmonizar a vida.
29 O pensador Norberto Elias comenta que “o quarto
30 de dormir tornou-se uma das áreas mais privadas
31 e íntimas da vida humana. Suas paredes visíveis
32 e invisíveis vedam os aspectos mais ‘privados’,
33 ‘íntimos’, irrepreensivelmente ‘animais’ da nossa
34 existência à vista de outras pessoas”.
35
O modo como essas pessoas constituem o único
36 espaço que lhes foi permitido indica que conseguiram
37 transformá-lo em “seu lugar”, que aproximaram, cada
38 um à sua maneira, dois mundos nos quais estamos
39 inseridos: o público e o privado.
22) A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima
para baixo, é
A) V – F – V – F
B) V – F – F – F
C) F – F – F – V
D) V – V – V – F
E) F – V – F – V
RODRIGUES, Robson. Moradores de uma terra sem dono.
(fragmento adaptado) In: http://sociologiacienciaevida.uol.com.br/
ESSO/edicoes/32/artigo194186-4.asp.
Acesso em 21/8/2014.
QUESTÃO 22 – LETRA B
A primeira afirmativa é verdadeira, pois conferir concretude é exatamente a intenção
da sequência descritiva do
primeiro parágrafo.
A segunda afirmativa é falsa,
pois as duas frases em questão se completam, e caminham no mesmo sentido.
A terceira afirmativa também
é falsa, pois o segundo parágrafo, ao contrário do que ali
se afirma, faz uma análise da
atualidade e as consequências que isso traz.
A quarta afirmativa é igualmente falsa. A última frase
conclui a análise feita, mas
não aponta solução alguma.
21) Pela leitura do texto, é possível
concluir que
A) os moradores de rua não têm
preocupação com sua intimidade.
B) aqueles que fazem da rua sua casa
dão um novo significado para seus
objetos pessoais.
C) as ruas têm uma lógica própria de
funcionamento, que inviabiliza a
proteção do indivíduo.
D) os excluídos constroem nas ruas
limites invisíveis para substituir o
espaço que lhes é vedado.
E) os aspectos mais violentos da existência humana são expostos por
aqueles que vivem na rua.
QUESTÃO 21 – LETRA D
“Excluídos da sociedade, os
moradores de rua ressignificam o único espaço que lhes
foi permitido ocupar, o espaço
público, transformando-o em
seu “lugar”, um espaço privado”. e “O modo como essas
pessoas constituem o único
espaço que lhes foi permitido indica que conseguiram
transformá-lo em “seu lugar”,
que aproximaram, cada um
à sua maneira, dois mundos
nos quais estamos inseridos:
o público e o privado”.
Essas duas passagens destacadas apontam para a alternativa D como a única possível. As outras alternativas
trazem ideias que não encontram suporte no texto.
23) Quanto ao emprego dos verbos
no texto, NÃO é correto afirmar
que
A) “fazer” tem sentido diferente nas
linhas 05 e 12.
B) “dormindo” (linha 09), “passando”
(linha 10) e “pedindo” (linha 10)
indicam ações não concluídas no
presente.
C) “viver” nas ocorrências das linhas
16 e 24 tem valor de substantivo.
D) “estabelece” (linha 19) expressa
uma realidade permanente.
E) “é” (linha 27) e “adquire” (linha 28)
pertencem a orações sintaticamente paralelas.
QUESTÃO 23 – LETRA C
A única alternativa que não
encontra suporte no texto
é a C. Apenas o “viver” da
linha 16 tem valor de substantivo, comprovado pela
ocorrência do artigo O que
o antecede. O mesmo não
acontece com “viver” da linha 24.
INSTRUÇÃO: Para responder à questão 22, analise as afi rmações a seguir sobre a organização das ideias
no texto, preenchendo os parênteses
com V (verdadeiro) ou F (falso).
( ) A sequência descritiva do primeiro parágrafo confere concretude às
ideias apresentadas.
( ) Há uma relação de oposição entre
as duas últimas frases do primeiro
parágrafo.
( ) O segundo parágrafo discorre
facebook.com/anglors
Anglo Resolve - Vestibular PUC-RS 2015/1
INSTRUÇÃO: Para responder à questão 24, analise as possibilidades de
6
reescrita do trecho das linhas 04 a
08.
I. Espalhados pelos ambientes coletivos da cidade, os moradores de
rua vivem assim: fazem comida no
asfalto, arrumam suas camas, limpam as calçadas, tal como dentro
de uma casa.
II. Ao se espalharem pelos ambientes coletivos da cidade, como se
estivessem dentro de uma casa os
moradores de rua vivem assim: a
fazerem comida no asfalto, arrumando suas camas e limpam as
calçadas.
III. Os moradores de rua vivem assim: espalham-se pelos ambientes
coletivos da cidade como dentro
de uma casa, fazem comida no
asfalto, arrumando suas camas e
limpando as calçadas.
24) A(s) possibilidade(s) de reescrita
que mantém/mantêm o sentido e
a correção do texto é/são apenas
A) I.
B) II.
C) III.
D) I e II.
E) II e III.
QUESTÃO 24 – LETRA A
Apenas a reescrita I mantém
o sentido e a correção do texto.
Na II- “Ao se espalharem pelos
ambientes coletivos da cidade,
como se estivessem dentro de
uma casa (falta uma vírgula aqui) os moradores de
rua vivem assim: a fazerem
comida no asfalto, arrumando suas camas e limpam
as calçadas.” (Para manter
a correção, esta frase depois dos dois-pontos deveria ser escrita assim: a fazerem comida no asfalto,
arrumarem suas camas e
limparem as calçadas.)
Na III- “Os moradores de
rua vivem assim: espalham-se pelos ambientes coletivos
da cidade como dentro de
uma casa, fazem comida no
asfalto, arrumando (o correto seria ARRUMAM) suas
camas e limpando (o correto
seria LIMPAM) as calçadas”.
25) Levando em conta o sentido original e a correção do texto, o trecho
_________ pode ser substituído por
_________.
A) “Excluídos da sociedade” (linha
01) – “Conquanto sejam excluídos
da sociedade”
B) “que lhes foi permitido ocupar”
(linhas 02 e 03) – “cuja ocupação
lhes foi permitida”
C) “ganha outro sentido” (linha 16) –
Anglo Vestibulares
www.anglors.com
“ganham outro sentido”
D) “foram sempre precedidos de”
(linha 22) – sempre precederam
E) “dois mundos nos quais estamos
inseridos” (linhas 38 e 39) – “dois
mundos aos quais estamos inseridos”
QUESTÃO 25 – LETRA B
Mais uma questão de reescritura.
A) está errada, pois “Excluídos
da sociedade” (linha 01) tem a
ideia de causa, e nunca poderia ser iniciada por “Conquanto...”.
C) está errada. O verbo “ganha” nunca poderia estar no
plural, pois possui o sujeito
singular “a ideia de individualização”.
D) está errada. Na reescrita
proposta, o sujeito “As mudanças de comportamento
social” passa de passivo para
ativo, mudando completamente o sentido original.
E) está errada. A troca da preposição EM (“dois mundos nos
quais estamos inseridos”) pela
preposição A (“dois mundos
aos quais estamos inseridos”)
provoca um erro grave de regência. Estar inserido rege
EM.
A Reescritura correta, portanto, está na letra B.
26) Considerando o uso das expressões no texto, a afirmação correta é
A) “assim” (linha 07) e “Assim” (linha
13) expressam a ideia de consequência.
B) “aparentemente” (linha 17) modifi
ca o sentido de “lugar” (linha 17).
C) “sempre” (linha 22) refere-se a
“mudanças físicas de local” (linhas
22 e 23).
D) “mais que” (linha 23) e “mais”
(linha 26) estabelecem comparações.
E) “senão” (linha 26) contrapõe uma
ideia provável a uma certeza.
QUESTÃO 26 – LETRA E
A) Está errada, pois apenas
o ASSIM da linha 13 carrega
a ideia de “consequência”. O
ASSIM da linha 7 traz apenas
uma caracterização adverbial
de modo.
B) Está errada. APARENTEMENTE é um advérbio, por
isso nunca poderia mudar
o sentido de um substantivo como “lugar”. O advérbio
Anglo Vestibulares
www.anglors.com
APARENTEMENTE transforma
o sentido do adjetivo “inabitável”.
C) O mesmo comentário da
letra B cabe aqui. SEMPRE,
sendo advérbio, não modificaria o substantivo “mudanças”.
Ele altera o valor de “foram
precedidas”.
D) O MAIS da linha 26 é um
advérbio, modificando o adjetivo “viável”. Isso já inviabiliza a alternativa.
E) Correta.
INSTRUÇÃO: Responder às questões
28 e 29 com base no texto 2.
TEXTO 2
convencional na condição de
coordenado explicativo, é o
que da letra A.
INSTRUÇÃO: Responder à questão
30 com base nos textos 1 e 2.
Disponível em: http://www.jornaldaregiaosudeste.com.br/
noticias/intensifi cada-campanha--dar-esmolas-nao-ajuda.
Acesso em 29/8/2014.
INSTRUÇÃO: Para responder à questão 28, considere as sugestões de reescrita para o slogan da campanha.
INSTRUÇÃO: Para responder à questão 27, analise as afirmações sobre
o sentido e a formação das palavras
no texto.
1.
2.
3.
4.
5.
I. Há uma relação de sinonímia entre
“ressignificam” (linha 02) e “constituem” (linha 35).
II. “calçadas” (linha 09) está para
“ruas” (linha 08) assim como
“cômodos” (linha 14) está para
“casas” (linha 14).
III. A relação entre “Excluídos” (linha
01) e “inseridos” (linha 39) é a
mesma que se estabelece entre
“individualização” (linha 13) e
“separação” (linha 14).
IV. As palavras “intimidade” (linha
13), “inabitável” (linha 17) e “invisíveis” (linha 32) têm o mesmo
prefixo.
Dar
Dar
Dar
Dar
Dar
esmola? Não ajuda.
esmola? Não. Ajuda.
esmola não! Ajuda.
esmola? Ajuda não?
esmola ajuda, não?
28) O sentido da campanha e a correção gramatical seriam mantidos
considerando-se apenas
A) 1 e 3.
B) 2 e 4.
C) 1, 2 e 3.
D) 3, 4 e 5.
E) 1, 2, 3 e 5.
QUESTÃO 28 – LETRA C
Das 5 propostas de reescrita,
estão erradas a 4 (que põe em
dúvida a proposta da campanha) e a 5 (que apresenta
ideia oposta à campanha).
1,2 e 3 estão perfeitas.
27) Estão corretas apenas as afirmativas
A) I e II.
B) I e III.
C) I e IV.
D) II e III.
E) II, III e IV.
29) De acordo com a ideia veiculada
pela campanha, o nexo que estabeleceria a correta relação entre
as orações do cartaz mostrado
pelo morador de rua, desconsiderando-se as modifi cações de
pontuação, é
A) que.
B) mesmo que.
C) portanto.
D) contanto que.
E) enquanto.
QUESTÃO 27 – LETRA A
I- Correta. Até mesmo as frases em que ambas as palavras estão colocadas são praticamente iguais.
II- Correta. “Calçada” é a parte, enquanto “a rua” é o todo;
“cômodo” é a parte, enquanto “casa” é o todo.
III- Errada. A primeira relação
proposta, entre “excluídos” e
“inseridos”, apresenta uma
ideia oposta; a segunda relação, entre “individualização”
e “separação”, apresenta
uma ideia semelhante.
IV- Errada. Bastaria analisar os prefixos IN=NÃO de
“inabitável” (não habitável)
e de “invisível” (não visível),
para sacar que “intimidade”
não possui o mesmo prefixo.
30) Pela leitura dos textos, é possível
chegar à seguinte conclusão:
A) A linguagem do texto 1 é tão persuasiva quanto a do texto 2.
B) Ao contrário do texto 1, o texto 2
apresenta um ponto de vista único.
C) A presença de aspas no texto 1
marca a posição contraditória do
autor.
D) Há uma passagem do texto 2 que
faz uso de ambiguidade semântica
intencional para provocar estranhamento.
E) Em ambos os textos, a variante
linguística é a norma padrão.
QUESTÃO 30 – LETRA D
É uma questão que exigia a
interpretação dos 2 textos da
prova. Exigia bastante atenção para respondê-la.
O texto 1 não pretende, por
seu estilo, ser persuasivo. O
2, sim. Anulamos a A.
Os dois textos apresentam
pontos de vista claros e únicos. Anulamos a B.
As aspas no texto 1 são usadas para dar destaque à palavra lugar e para uma citação.
Anulamos a C.
Obviamente o cartaz do texto
2 não apresenta a língua na
sua norma padrão ou culta.
Anulamos a E.
A resposta correta está na
letra D, pois há uma ambiguidade intencional em “me
ajude” e em “me mantém na
rua”. Mesmo que não percebêssemos isso, conseguiríamos responder por eliminação das outras alternativas.
QUESTÃO 29 – LETRA A
As duas orações do cartaz deveriam ser ligadas pelo nexo
explicativo POIS.
Veja: mesmo que(B) é subordinado concessivo; portanto(C)
é coordenado conclusivo; contanto que(D) é subordinado
condicional; enquanto pode
ser subordinado adverbial de
tempo, proporção ou conformidade.
A única opção que nos sobra,
mesmo não tendo um uso tão
7
facebook.com/anglors
Anglo Resolve - Vestibular PUC-RS 2015/1
EXPEDIENTE
Física:
Alexandre De Maria,
Luciano Mentz,
Walter Fuzer e
Wilson dos Santos Jr.
Biologia:
André Fozzy,
Cesar Milheiro,
Igor Nornberg,
facebook.com/anglors
Anglo Resolve - Vestibular PUC-RS 2015/1
Maurício Marczwski e
Rafael Viscardi
Língua Portuguesa e
Redação:
Caio Riter e Edson Otero
8
Coordenador:
André Fozzy
Anglo Vestibulares
www.anglors.com

similar documents