Respostas Esperadas

Report
Biologia
Geografia
Literatura
Biologia
PROVA DISCURSIVA
Terceirão
Questões
Professores: Olívia
Gallo
Fabrício
Alessandro
Geografia
Professores: Rocha
Bispo
ALUNO:
01 - 05
01 - 05
01 - 05
01 - 05
01 - 05
01 - 05
Literatura
DATA:31/10/14
Professores: Eugênia
Ruberpaulo
01 - 05
01 - 05
LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES
1.
2.
Este caderno de avaliação contém as questões discursivas enumeradas acima.
Verifique se o caderno está completo ou se há alguma imperfeição gráfica que possa gerar dúvidas.
Se necessário, peça sua substituição antes de iniciar a avaliação.
3. Leia cuidadosamente cada questão da avaliação e utilize, quando houver, o espaço final da avaliação
como rascunho.
4. Durante a realização das respectivas avaliações serão colhidas as assinaturas dos alunos.
5 . O tempo de duração da avaliação será de 3 horas e 30 minutos e o aluno só poderá entregá-la após 1 hora
e 30 minutos do seu início
6 . Preencha o caderno de resoluções corretamente com o seu nome, série, nome do professor e disciplina.
7 . Apenas serão corrigidas questões totalmente respondidas com caneta azul ou preta
OS FISCAIS NÃO ESTÃO AUTORIZADOS FORNECER INFORMAÇÕES ACERCA DESTA AVALIAÇÃO
PROVA DE BIOLOGIA – PROFESSORA: OLÍVIA
Questão 01)
Leia a tirinha a seguir.
(Disponível em: <http://depositodo calvin.blogspot.com.br/2009/01/
calvin-haroldo-tirinha-537.html>. Acesso em: 7 out. 2013.)
Com base na tirinha e considerando que a maioria das sobremesas conhecidas leva em sua composição
principalmente carboidratos, responda aos itens a seguir.
A) Em quais órgãos do sistema digestório ocorre a digestão dos carboidratos?
Os órgãos do sistema digestório envolvidos com a digestão de
carboidratos são a boca e o intestino delgado (duodeno).
B) Caso o personagem da tirinha mantivesse sua dieta “sobremesariana”, esse hábito aumentaria a chance de desenvolver
diabetes melito. Nessa situação, qual dos dois tipos de diabetes melito o personagem poderia desenvolver?
Diabetes melito tipo II.
C) Explique a diferença entre os dois tipos de diabetes melito.
O diabetes melito tipo I ou juvenil deve-se à morte de grande
quantidade de células beta do pâncreas, que resulta na deficiência da
produção de insulina. Já no diabetes melito tipo II, a pessoa apresenta
níveis praticamente normais de insulina no sangue, entretanto sofre
redução do número de receptores de insulina presentes nas célulasalvo, não respondendo adequadamente ao hormônio.
Questão 02)
A cirrose hepática é uma séria enfermidade que frequentemente surge do hábito de ingerir bebida alcoólica. O álcool
pode alterar várias estruturas do fígado, como ductos biliares e as células produtoras de bile, além de causar acúmulo de
glóbulos de gordura.
Qual a importância da bile para o processo de digestão e em que parte do tubo digestório a bile é lançada?
A bile emulsifica gorduras, facilitando a ação das lipases. É lançada
no duodeno.
Questão 03)
Os gráficos abaixo representam as atividades de duas enzimas do sistema digestório humano, avaliadas sob
condições normais de temperatura corpórea (37ºC).
PAULINO, Wilson Roberto. Biologia atual. V. 1. São Paulo: Ática, 1998. p. 44.
Com base na análise dos gráficos, responda:
A)
Qual o local de atuação da enzima A? Justifique.
Atua no suco digestivo do estômago, pois é uma protease do suco
gástrico e possui um pH ótimo, em torno de 2,0.
B)
Qual o nome da enzima digestiva representada em B e o seu local de atuação?
Ptialina. Atua na boca, pois é a amilase da saliva.
Questão 04)
Um mergulhador inexperiente, trabalhando no conserto de uma tubulação submarina, teve o suprimento de oxigênio
interrompido. Após alguns minutos nesta situação, ele foi resgatado para a superfície e, quando isso ocorreu, ele passou a
apresentar a frequência respiratória aumentada. Contudo, pouco tempo após o resgate, a frequência respiratória desse
mergulhador voltou ao normal.
Com base na descrição acima, responda.
Quais são os mecanismos neurofisiológicos, envolvidos no processo de restabelecimento da frequência respiratória
do mergulhador? Explique-os.
O restabelecimento da freqüência respiratória foi possível porque a
hiperventilação provocou redução nos níveis sanguíneos de gás
carbônico, o que reduziu a acidez do sangue, além de aumentar os
níveis de oxigênio. Esses efeitos levarão a uma reduzida ativação do
centro respiratório (bulbo), o que normalizará a frequência
respiratória.
Questão 05)
As macromoléculas (polissacarídeos, proteínas ou lipídios) ingeridas na alimentação não podem ser diretamente
usadas na produção de energia pela célula. Essas macromoléculas devem sofrer digestão (quebra), produzindo moléculas
menores, para serem utilizadas no processo de respiração celular.
A)
Quais são as moléculas menores que se originam da digestão das macromoléculas citadas no texto?
A) As moléculas menores que se originam da digestão das
macromoléculas (polissacarídeos, proteínas e lipídios) são,
respectivamente,
monossa
carídeos
(como
a
glicose),
aminoácidos, monoglicerídeos, glicerol e ácidos graxos.
B)
Como ocorre a “quebra” química das macromoléculas ingeridas?
A quebra química ocorre na presença de água (hidrólise) e de
enzimas específicas para cada substrato a ser digerido.
PROVA DE BIOLOGIA – PROFESSOR: GALLO
Questão 01)
O método de plantio comumente utilizado nas lavouras de cana de açúcar e mandioca é considerado como sendo
reprodução vegetativa? Justifique sua resposta e indique qual o método e suas características, utilizado nessas lavouras.
É porque o método consiste na utilização de mudas e por isso é
considerado como processo assexuado, ou seja, sem variabilidade
genética. O método utilizado nessas lavouras é, denominado
mergulhia que consiste em enterrar a muda totalmente ao solo, na
horizontal.
Questão 02)
A árvore conhecida popularmente como sete copas e uma planta ornamental, denominada dama da noite exalam
fortíssimos odores durante à noite e suas corolas não exibem coloridos contundentes e produzem grandes quantidades de
néctar e seus pólens são produzidos em pequenas quantidades e pegajosos.
A)
Com as características dessas flores, indique qual o tipo de polinização ocorrente nessas plantas?
Essa polinização é efetuada pelos morcegos, e denomina-se
quiropterofilia.
B) E se não apresentassem essas características, mas tendo a corola com muitas cores fortes, qual seria o tipo de
polinização?
De acordo com as outras características seria a polinização efetuada
principalmente pelos pássaros que é chamada de ornitofilia.
Questão 03)
Várias espécies de plantas são produtoras de compostos de natureza química, os quais são denominados de drogas
vegetais. Essas drogas podem ser encontradas e extraídas de várias partes de plantas, entre as quais frutos e partes de
frutos, como exemplificando pelas "cascas" da laranja-amarga. Sobre esse tema, responda ao que se pede.
A)
Qual a definição de fruto?
É o ovário fecundado e desenvolvido a partir da flor.
B)
A expressão "cascas" em referência à laranja-amarga é um termo correto do ponto de vista morfológico ? Justifique.
Sim, pois esse fruto possui a camada mais externa, denominada
epicarpo espessa que atua tanto na proteção ( fruto verde ) quanto
na atração de agentes disseminadores, quando maduro.
Questão 04)
“Em certas espécies de plantas, outras partes da flor, além do ovários, acumulam substâncias nutrivas depois da
fecundação, tornando-se carnosas e comestíveis.”.
Com base nessa afirmação, responda: O que o abacaxi e o figo têm em comum e a melancia e o pêssego têm de
semelhante?
O abacaxi e o figo são formados, respectivamente, do receptáculo
floral, e por isso são considerados pseudofrutos. A melancia e
pêssego são originados do ovário e por isso são frutos verdadeiros.
Questão 05)
Existe uma relação íntima entre as características morfológicas de uma flor e seu sistema de polonização. Qual o
sistema mais comum de polinização em plantas com flores
A)
que abrem-se durante a noite, com corola sem colorido mas que exala odores fortíssimos e produz muito néctar?
Através de morcegos ( quiropterofilia )
B)
não perfumadas, com corolas grandes, coloridas e que produzem pouco pólen pegajoso?
Através dos pássaros ( ornitofilia )
C) perfumadas, com corola pouco desenvolvida, sem coloração e com pólen pegajoso?
Através dos insetos ( entomofilia )
D) não perfumadas, com corola não colorida e pólen abundante?
Através do vento ( anemofilia )
PROVA DE BIOLOGIA – PROFESSOR: FABRÍCIO
Questão 01)
A insulina é um hormônio peptídico produzido no pâncreas que age na regulação da glicemia. É administrada no
tratamento de alguns tipos de diabetes. A insulina administrada como medicamento em pacientes diabéticos é, em grande
parte, produzida por bactérias.
A)
Explique como é possível manipular bactérias para que produzam um peptídeo que naturalmente não faz parte de seu
metabolismo.
As bactérias podem ser geneticamente modificadas recebendo o
gene humano codificador do hormônio insulina. Esses microorganismos transgênicos passam a produzir o peptídeo de
interesse médico que é dado aos diabéticos para o controle de sua
glicemia.
B)
Cite uma outra maneira pela qual é possível se obter insulina sem envolver o uso de bactérias.
Pode-se obter insulina através da manipulação genética de
animais, vegetais e outros organismos vivos. Outra possibilidade é
o transplante das ilhotas pancreáticas produtoras do hormônio
hipoglicêmico.
Questão 02)
As células-tronco se caracterizam por sua capacidade de autorrenovação e diferenciação em múltiplas linhagens
celulares. Podem ser classificadas, quanto à origem, em células-tronco embrionárias e células-tronco adultas. As adultas são
encontradas nos tecidos dos organismos após o nascimento, sendo capazes de promover a diferenciação celular específica
apenas do tecido de que fazem parte.
Nomeie a estrutura do blastocisto na qual se encontram as células-tronco embrionárias. Identifique, também, no
caso de uma lesão tecidual, a vantagem da existência de células-tronco adultas nos tecidos.
Embrioblasto.
As células-tronco adultas são capazes de se proliferar, originando
novas células e substituindo as perdidas após a lesão tecidual.
Questão 03)
Dentre as aplicações atuais da genética molecular, temos os testes de identificação de
pessoas por meio do DNA.
Essa técnica, que pode ser usada para identificar suspeitos em investigações policiais,
consiste em detectar e comparar sequências repetitivas ao longo de trechos da molécula de DNA,
regiões conhecidas como VNTR (número variável de repetições em sequência).
A figura a seguir ilustra os padrões de VNTRs de quatro pessoas envolvidas ( uma vítima (V) e 3
suspeitos (S1, S2 e S3) em uma investigação policial e de uma prova (P) coletada no local do crime:
Considerando as afirmações e a figura acima apresentada, responda:
A)
A qual dos suspeitos (S1, S2 ou S3) pertence a prova (P)? Justifique a sua resposta.
A prova (P) pertence ao suspeito 3 (S3), pois os padrões de VNTRs
(bandas escuras) em P e S3 são iguais.
B)
Que tipo de material pode ser coletado e servir de prova em um caso como esse?
Um teste como esse geralmente é feito a partir do DNA extraído de
uma amostra de sangue, mas qualquer célula nucleada poderá
ceder material genético para esse exame.
C) Por que os resultados desse tipo de análise têm alto grau de confiabilidade?
Como o padrão genético é diferente para cada pessoa (com
exceção dos gêmeos univitelínicos), a quebra do DNA de uma
pessoa com enzimas de restrição produzirá um padrão de
fragmentos típico para cada pessoa, conferindo um grau de
confiabilidade que ultrapassa 99,9% para esse tipo de análise.
Questão 04)
Testes de paternidade comparando o DNA presente em amostras biológicas são cada vez mais comuns e são
considerados praticamente infalíveis, já que apresentam 99,99% de acerto. Nesses testes podem ser comparados
fragmentos do DNA do pai e da mãe com o do filho. Um teste de DNA foi solicitado por uma mulher que queria confirmar a
paternidade dos filhos. Ela levou ao laboratório amostras de cabelos dela, do marido, dos dois filhos e de um outro homem
que poderia ser o pai. Os resultados obtidos estão mostrados na figura a seguir.
A)
Que resultado a análise mostrou em relação à paternidade do Filho 1? E do Filho 2? Justifique.
O filho 1 é do outro homem porque não há coincidência de bandas
do DNA com as do marido, já o filho 2 é do marido pois as barras
são coincidentes.
B)
Num teste de paternidade, poderia ser utilizado apenas o DNA mitocondrial? Por quê?
Não, pois o DNA mitocondrial tem origem materna.
Questão 05)
Louise Brown nasceu em julho de 1978, em Londres, e foi o primeiro bebê de proveta, por fecundação artificial in
vitro. A ovelha Dolly nasceu em 5 de julho de 1996, na Escócia, e foi o primeiro mamífero clonado a partir do núcleo da célula
de uma ovelha doadora.
A)
Qual a probabilidade de Louise ter o genoma mitocondrial do pai? Explique.
A probabilidade de Louise ter o genoma mitocondrial do pai é zero.
Durante a fecundação, somente o núcleo do espermatozoide
penetra no óvulo. As mitocôndrias estão localizadas na peça
intermediária do gameta masculino.
B)
O genoma nuclear do pai da ovelha doadora fará parte do genoma nuclear de Dolly? Explique.
Sim. A ovelha foi clonada a partir do núcleo de uma célula somática
da ovelha doadora. Essa célula, originada a partir de um zigoto,
portava metado do genoma de origem paterna e metade do de
origem materna.
PROVA DE BIOLOGIA – PROFESSOR: ALESSANDRO
Questão 01)
Leia alguns versos da canção Planeta Água, de Guilherme Arantes.
Água dos igarapés
Onde Iara, a mãe d’água
É misteriosa canção
Água que o sol evapora
Pro céu vai embora
Virar nuvens de algodão...
(www.radio.uol.com.br)
Na canção, o autor refere-se ao ciclo biogeoquímico da água e, nesses versos, faz referência a um processo físico,
a evaporação. Além da evaporação, um outro processo, fisiológico, contribui para que a água dos corpos de alguns
organismos passe à pele e, desta, à atmosfera. Que processo fisiológico é este e qual sua principal função?
Se, em lugar de descrever o ciclo da água, o autor desejasse descrever o ciclo do carbono, seriam outros os
processos a se referir. Cite um processo fisiológico que permite que o carbono da atmosfera seja incorporado à moléculas
orgânicas, e um processo fisiológico que permite que esse mesmo carbono retorne à atmosfera.
A passagem de água para a atmosfera ocorre pelo mecanismo da
transpiração e a principal função é regular a temperatura corporal
porque a evaporação retira o excesso de calor.
O carbono da atmosfera é transformado em matéria orgânica durante
a fotossíntese realizada pelos seres clorofilados. O retorno do CO 2
para a atmosfera ocorre pela respiração de todos os seres vivos.
Questão 02)
As plantas têm um importante papel no ciclo da água na natureza. A figura representa, de forma simplificada, esse
ciclo:
Explique como a planta retira a água do solo e o mecanismo pelo qual essa água chega até as folhas e retorna para
a atmosfera.
A água é retirada do solo por osmose, por meio dos pelos
absorventes radiculares. O transporte de água é feito pelo lenho (ou
xilema) da raiz até as folhas por causa da sucção da copa, em
consequência da transpiração. A perda de água para a atmosfera, no
estado de vapor, ocorre, principalmente, pelos estomatos, fenômeno
denominado transpiração.
Questão 03)
A figura abaixo mostra a densidade da cobertura vegetal em duas áreas, antes e depois
de seu alagamento para a construção de represas. Uma das áreas está localizada em região
temperada e apresenta baixa densidade de cobertura vegetal, a outra está em uma região
tropical com densa cobertura vegetal.
Comparando as alterações climáticas nas áreas dos alagamentos, observou-se que houve
elevação das médias de umidade relativa do ar na região temperada e que na região tropical, ao
contrário, o clima ficou ligeiramente mais seco.
Explique esse contraste com base nas informações apresentadas no texto e na figura.
O alagamento da área da região temperada levou a
um aumento da superfície de evaporação e,
consequentemente, a um aumento da umidade
relativa do ar. Na área tropical, com maior cobertura vegetal, a
superfície de evapotranspiração foliar é superior à superfície de
evaporação das águas após o alagamento, com menor fluxo de água
na forma de vapor para o ar.
Questão 04)
Leia o texto a seguir.
A ciclagem da água na Amazônia é um fenômeno natural importante para todo o Brasil e países vizinhos, sendo
responsável por grande parte da oferta de vapor de água para a região centro-sul. Os ventos prevalecentes na Amazônia,
oriundos do Oceano Atlântico, trazem a cada ano uma quantidade de água, na forma de vapor, calculada em 10 trilhões de
3
m . Entretanto, a precipitação local é 50% maior do que esse total.
FEARNSIDE, Philip M. Acta Amazônica,
v. 36, n. 3, 2006, p. 397. (Adaptado).
A)
Considerando que não haja corrente de ventos no sentido oeste-leste e com base no ciclo hidrológico, explique o
processo responsável pela diferença entre a quantidade de vapor de água que chega à Amazônia e a quantidade de
precipitação local.
A diferença entre a quantidade de vapor de água que chega e a
precipitação na Amazônia deve–se à evapotranspiração da floresta,
que corresponde à quantidade de água evaporada das superfícies
dos leitos fluviais e transpirada pelas plantas.
B)
Apresente uma ação antrópica na Amazônia que pode afetar negativamente a oferta do vapor de água para a região
Centro-Sul.
Dentre as várias ações antrópicas que afetam a oferta de vapor de
água, o desmatamento, ou qualquer outra atividade que o
provoque, é um dos mais significativos, pois afeta diretamente a
evapotranspiração, reduzindo a oferta de vapor de água.
Questão 05)
Pesquisas recentes indicam que alguns dos efeitos mais visíveis do desaparecimento da floresta amazônica seriam
as alterações no regime de chuvas, com impactos na produção agrícola e na matriz energética do país. Justifique por que
haveria alterações no regime de chuvas e qual a relação destas com o sistema energético do país.
O desmatamento altera o ciclo da água na Amazônia reduzindo o
processo de evapo-transpiração, o que acarreta diminuição da
formação de nuvens e, conseqüentemente, de chuvas, podendo levar
à desertificação. O sistema energético do país baseia-se
fundamentalmente nas usinas hidrelétricas o que poderia, com a falta
de chuvas, gerar redução no fornecimento de energia.
PROVA DE GEOGRAFIA – PROFESSOR: ROCHA
Questão 01)
A Ásia apresenta grande disparidade econômica entre suas nações. As atividades econômicas desenvolvidas no
continente são bem variadas. Nesse sentido, indique os principais elementos da economia asiática.
A Ásia é um continente que tem apresentado grande desenvolvimento
econômico, entretanto, as desigualdades socioeconômicas estão se
intensificando entre os países asiáticos. Japão e Coreia do Sul
possuem elevados indicadores sociais, a economia dessas duas
nações é extremamente desenvolvida, havendo uma grande força
industrial. A China e a Índia também estão apresentando acelerado
desenvolvimento industrial.
Leia o texto abaixo e responda às questões 02 a 04.
A doença por vírus Ébola (DVE) é uma doença que atinge seres humanos e outros mamíferos. O vírus EBOLA foi
isolado pela primeira vez em 1976 a partir de casos humanos de uma epidemia de febre hemorrágica que ocorreu em vilas
do Noroeste do Zaire, próximo ao rio Ebola. Ele é responsável por um quadro de febre hemorrágica extremamente letal, pois
o vírus apresenta tropismo pelas células hepáticas e do sistema retículo-endotelial. Até o presente, 4 epidemias de febre
hemorrágica produzida pelo Ebola entre seres humanos são conhecidas: as duas primeiras em 1976, no Zaire e no Oeste do
Sudão, resultando em mais de 550 casos e 340 mortes, a terceira em 1979 no Sudão foi menor com 34 casos e 22 óbitos e a
quarta em 1996 no Zaire.
Questão 02)
Quais são as formas de tratamento dos pacientes contaminados por esse vírus?
Não existe atualmente qualquer tratamento aprovado para o vírus
ébola. O tratamento é fundamentalmente de natureza paliativa. Entre
as medidas estão a gestão da dor e medicamentos para o
enjoo, febre e ansiedade, assim como a administração de líquidos por
via oral ou intravenosa. Podem também ser administrados derivados
do sangue, como hemácias, plaquetas ou plasma Têm também sido
tentados outros reguladores da coagulação, como a heparina, para de
impedir
a coagulação
intravascular
disseminada e
factores
de coagulação, de modo a diminuir a hemorragia. Têm sido muitas
vezes usados medicamentos para amalária e infeções bacterianas,
uma vez que na fase inicial o diagnóstico geralmente não é
conclusivo. O tratamento durante a fase inicial da doença pode
aumentar as hipóteses de sobrevivência.
Questão 03)
Quais são os países que atualmente apresentam a maior incidência dessa doença?
Guiné, Serra Leoa, Libéria
Questão 04)
Como ocorre a transmissão entre seres humanos do vírus ebola?
A transmissão entre seres humanos ocorre apenas através de
contacto direto com sangue ou fluidos corporais de uma pessoa
infetada, inclusive durante o embalsamamento de um cadáver, ou
através do contacto com objetos contaminados pelo vírus,
particularmente agulhas e seringas. O ebolavírus pode também ser
transmitido
pela saliva, muco, vómito, fezes, sur, lágrimas, leite
materno, urina e sémen. Entre as vias de entrada estão o nariz, a
boca, olhos, feridas abertas, cortes ou abrasões na pele.
Questão 05)
Comparativamente, a China Oriental é muito mais desenvolvida que
a China Ocidental, além do que, o quadro natural do leste da China é bem
mais favorável à ocupação do que o do interior. Na China Oriental, no entanto,
duas porções se distinguem do ponto de vista físico, humano e econômico.
Identifique essas porções e caracterize-as.
O norte tem clima temperado frio, solos
férteis, elevada produção de cereais, rico
subsolo e concentração da indústria
pesada. O sul tem clima tropical úmido (monções), grande produção
de arroz, cana, chá, e atualmente instalação de áreas industriais junto
às grandes cidades na faixa litorânea, como incentivos (ZPEs).
PROVA DE GEOGRAFIA – PROFESSOR: BISPO
Questão 01)
Cerca de 95% do mercado nacional de gesso é abastecido pelos depósitos de gipsita existentes na Bacia do
Araripe, no Sertão Nordestino. No Brasil, o processo de produção de gesso consome grande quantidade de energia
proveniente da queima da lenha e do carvão vegetal, extraído do bioma Caatinga.
Apresente uma característica da Caatinga que a diferencia das demais
formações vegetais brasileiras.
Dentre as características da Caatinga que a diferenciam das demais
formações vegetais brasileiras destacam-se: vegetação caducifólia,
sistema radicular extenso para compensar a falta de água do subsolo,
presença significativa de xerófilas e suculentas, por exemplo, cactáceas.
Questão 02)
As pradarias mistas representam importante domínio fitogeográfico. Elas ocorrem em uma vasta área dos Estados
brasileiros do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, mas também se estendem para o Uruguai e a Argentina.
Descreva as características morfoclimáticas (relevo e clima) predominantes nas áreas de abrangência das pradarias
pampeanas do Estado do Rio Grande do Sul.
As pradarias pampeanas do Estado do Rio Grande do Sul
caracterizam-se por apresentar um relevo de baixas colinas, as
chamadas coxilhas, ou seja, um relevo suavemente ondulado
recoberto por gramíneas, arbustos e árvores esparsas, daí se
caracterizar esses espaços como campos limpos e sujos. O clima é o
subtropical, de característica mesotérmica, com verões quentes e
invernos bastante rigorosos e com chuvas bem distribuídas ao longo
do ano.
Questão 03)
ONU: DESASTRES NATURAIS ATINGEM 7,5 MILHÕES DE PESSOAS NO BRASIL
A ideia de um país abençoado por Deus e sem desastres naturais dificilmente resistiria às provas dos números
apresentados na segunda-feira [24.01.2011] pela Organização das Nações Unidas (ONU). De acordo com o relatório da
ONU, entre 2000 e 2010, o Brasil foi atingido por 60 catástrofes naturais, que deixaram 1,2 mil mortos.
(http://ultimosegundo.ig.com.br. Adaptado.)
Indique dois tipos de desastres naturais frequentes no Brasil e aponte duas medidas que podem ser tomadas pelo
poder público para reduzir o número de mortes relacionadas a eles.
O Brasil foi atingido por dois tipos de desastres naturais:
• deslizamentos de encostas
• enchentes
Tais eventos foram agravados pela ação humana, os quais atingiram
grandes contingentes populacionais, provocando perdas materiais e
humanas.
A ocupação irregular das encostas, associada ao desmatamento,
acentua o problema do deslizamento.
O outro problema, que é o das enchentes, decorre da falta de
infraestrutura e comprometimento dos cursos d’água para um melhor
escoamento das águas pluviais e a própria vazão dos rios.
Quanto às medidas que podem ser tomadas pelo poder público para
reduzir o número de mortes provocadas por esses eventos, podemos
citar:
• Programa de microdrenagem, com a construção de piscinões.
• Políticas habitacionais implementar a longo prazo.
• Adequação das edificações à topografia dos terrenos.
• Preservação da vegetação de topo de morros e encostas.
• Remoção da população das áreas de risco.
• Implantação de sistemas de monitoramento e alerta às populações
(como o uso de sirenas).
• Monitoramento dos índices pluviométricos.
• Mapeamento prévio das áreas de risco.
Questão 04)
No pouco que resta de Floresta Amazônica no Maranhão, vive o povo Awá, conhecido como “o mais ameaçado do
planeta”. São pouco mais de 400 pessoas, cercadas de municípios que dependem da extração da madeira. Os Awá falam
guajá, do tronco Tupi. Só alguns sabem um pouco de português. Eles são um dos últimos povos apenas caçadores e
coletores. Vivem da floresta e pela floresta.
A terra dos Awá-Guajá já foi demarcada, homologada e registrada com 116.582 hectares. Ela está dentro da
Reserva Biológica do Gurupi, que foi criada pelo presidente Jânio Quadros em 1961 e tem o mais alto nível de proteção
ambiental. Mesmo assim, sofre a ação de grileiros e madeireiros derrubando a floresta e encurralando os índios.
MIRIAM LEITÃO. Adaptado de O Globo, 04/08/2013.
Com base no conjunto das informações, apresente duas justificativas para a criação de unidades de conservação
ambiental e duas justificativas para a demarcação de reservas indígenas.
Duas justificativas para a criação de unidades de conservação
ambiental:
• preservação de mananciais
• manutenção da biodiversidade
• manutenção dos ciclos naturais do clima
• aproveitamento de substâncias e componentes naturais
• geração de fluxos turísticos para fins de emprego e renda
Duas justificativas para a demarcação de reservas indígenas:
• preservação de saberes locais
• manutenção da etnodiversidade
• preservação da diversidade cultural do Brasil
• conservação do modo de vida das nações indígenas
Questão 05)
É através da paisagem que os geógrafos têm, geralmente, abordado os problemas culturais: esses pesquisadores
são sensíveis à diversidade das formas construídas, aos sistemas agrários, às arquiteturas e, em outros domínios, aos
artefatos e aos costumes.
Adaptado de CLAVAL, Paul. A geografia cultural. Florianópolis: Editora da UFSC, 1999.
Nas imagens acima, as paisagens e os tipos físicos estão associados a dois espaços brasileiros distintos.
Identifique o bioma representado, respectivamente, no quadro 1 e no quadro 2. Indique, também, uma característica
cultural própria de cada um deles.
Quadro 1: pampa, Quadro 2: caatinga
Características do pampa:
• danças típicas (chula, fandango)
• culinária típica (churrasco, chimarrão)
• músicas (xote gaúcho, polca, rancheira)
• vestuário associado à figura do vaqueiro (botas, bombacha, lenço,
chapéu)
Características da caatinga:
• músicas típicas (xaxado, forró)
• artesanato típico feito de bonecos de barro
• celebração das festas de São João e Santo Antônio
• vestuário associado à figura do vaqueiro (roupas de couro, chapéu,
alparcatas)
PROVA DE LITERATURA – PROFESSORA: EUGÊNIA
Leia o texto para responder às questões 01 a 03.
LIRA XIV
Minha bela Marília, tudo passa;
A sorte deste mundo é mal segura;
Se vem depois dos males a
ventura,
Vem depois dos prazeres a
desgraça.
Estão os mesmos Deuses
Sujeitos ao poder impio Fado:
Apolo já fugiu do Céu brilhante,
Já foi Pastor de gado.
Não voltam contra nós a face irada,
Façamos, sim façamos, doce
amada,
Os nossos breves dias mais
ditosos.
Um coração, que frouxo
A grata posse de seu bem difere,
A si, Marília, a si próprio rouba,
E a si próprio fere.
A devorante mão da negra Morte
Acaba de roubar o bem, que temos;
Até na triste campa não podemos
Zombar do braço da inconstante
sorte.
Qual fica no sepulcro,
Que seus avós ergueram,
descansado;
Qual no campo, e lhe arranca os
brancos ossos
Ferro do torto arado.
Ornemos nossas testas com as
flores.
E façamos de feno um brando leito,
Prendamo-nos, Marília, em laço
estreito,
Gozemos do prazer de sãos
Amores.
Sobre as nossas cabeças,
Sem que o possam deter, o tempo
corre;
E para nós o tempo, que se passa,
Também, Marília, morre.
Ah! enquanto os Destinos
impiedosos
Com os anos, Marília, o gosto falta,
E se entorpece o corpo já cansado;
Questão 01)
Transcreva dois exemplos do tema “tempus fugit” (fuga do tempo).
Numere os exemplos e transcreva-os entre aspas.
Minha bela Marília, tudo passa;
A sorte deste mundo é mal segura;
Sobre as nossas cabeças,
triste o velho cordeiro está deitado,
e o leve filho sempre alegre salta.
A mesma formosura
É dote, que só goza a mocidade:
Rugam-se as faces, o cabelo
alveja,
Mal chega a longa idade.
Que havemos de esperar, Marília
bela?
Que vão passando os florescentes
dias?
As glórias, que vêm tarde, já vêm
frias;
E pode enfim mudar-se a nossa
estrela.
Ah! Não, minha Marília,
Aproveite-se o tempo, antes que
faça
O estrago de roubar ao corpo as
forças
E ao semblante a graça.
(Tomás Antônio Gonzaga, 1744-1810)
Sem que o possam deter, o tempo corre;
E para nós o tempo, que se passa,
Também, Marília, morre.
Questão 02)
Transcreva dois exemplos do tema “carpe diem” (aproveite o dia, o presente).
Numere os exemplos e transcreva-os entre aspas.
Façamos, sim façamos, doce amada,
Os nossos breves dias mais ditosos.
Aproveite-se o tempo, antes que faça
O estrago de roubar ao corpo as forças
Questão 03)
Explique por que o eu-lírico emprega o tema “carpe diem” no contexto do poema.
O eu-lírico emprega o tema/lema “carpe diem” a fim de convencer a
interlocutora, Marília, a viver com ele o amor no plano físico (sexo), a
aproveitar com ele a juventude e a beleza entregando-se aos prazeres
do amor.
Questão 04)
“Um coração, que frouxo
A grata posse de seu bem difere,
A si, Marília, a si próprio rouba,
E a si próprio fere.”
A)
Reescreva, na ordem direta dos termos da oração, os versos acima.
Marília, um coração frouxo que difere a grata posse do seu bem
rouba a si próprio, fere a si próprio.
B)
Explique o argumento de Dirceu expresso nos versos acima.
Dirceu afirma que alguém que despreza, não valoriza, não
considera o afeto que outra pessoa lhe tem, rouba a si mesmo a
oportunidade de amar e ser amando, e gera a si mesmo sofrimento.
Logo, pretende, com isso, convencer Marília a receber seu amor,
caso contrário ela mesmo estaria se prejudicando.
Questão 05)
AMOR E MEDO
Casimiro de Abreu (1839 - 1860)
I
Quando eu te fujo e me desvio
cauto
Da luz de fogo que te cerca, oh!
Bela,
Contigo dizes, suspirando amores:
" - Meu Deus! Que gelo, que frieza
aquela!"
Como te enganas! Meu amor é
chama
Que se alimenta no voraz segredo,
E se te fujo é que te adoro louco...
És bela - eu moço; tens amor - eu
medo!...
Tenho medo de mim, de ti, de tudo,
Da luz, da sombra, do silêncio ou
vozes,
Das folhas secas, do chorar das
fontes,
Das horas longas a correr velozes.
O véu da noite me atormenta em
dores
A luz da aurora me intumesce os
seios.
E ao vento fresco do cair das
tardes
Eu me estremeço de cruéis receios.
É que esse vento que na várzea ao longe,
Do colmo o fumo caprichoso
ondeia,
Soprando um dia tornaria incêndio
A chama viva que teu riso ateia!
Ai! Se abrasado crepitasse o cedro
Cedendo ao raio que a tormenta
envia.
Diz: - que seria da plantinha
humilde
Que à sombra dele tão feliz
crescia?
A labareda que se enrosca ao
tronco
Torrara a planta qual queimara o
galho;
E a pobre nunca reviver pudera
Chovesse embora paternal orvalho!
II
Ai! Se eu te visse no valor da sesta,
A mão tremente no calor das tuas,
Amarrotado o teu vestido branco.
Soltos cabelos nas espáduas
nuas!...
Ai se eu te visse, Madalena pura,
Sobre o veludo reclinada a meio,
Olhos cerrados na volúpia doce,
Os braços frouxos - palpitante o
seio!...
Ai se eu te visse em languidez
sublime,
Na face as rosas virginais do pejo,
Trêmula a fala a protestar
baixinho...
Vermelha a boca, soluçando um
beijo!...
Diz: - que seria da pureza d'anjo,
Das vestes alvas, do candor das
asas?
- Tu te queimaras, a pisar descalça,
- Criança louca, - sobre um chão de
brasas!
No fogo vivo eu me abrasara
inteiro!
Ébrio e sedento na fugaz vertigem
Vil, machucara com meu dedo
impuro
As pobres flores da grinalda
virgem!
Vampiro infame, eu sorveria em
beijos
Toda a inocência que teu lábio
encerra,
E tu serias no lascivo abraço
Anjo enlodado nos pauis da terra.
Depois... desperta no febril delírio,
- Olhos pisados - como um vão
lamento,
Tu perguntaras: - qu'é da minha
c'roa?...
Eu te diria: - desfolhou-a o vento!...
Oh! Não me chamas coração de
gelo!
Bem vês: traí-me no fatal segredo.
Se de ti fujo é que te adoro e muito,
És bela - eu moço; tens amor, eu medo!...
Outubro - 1858.
BOA NOITE
Castro Alves (1847-1871)
Boa noite, Maria! Eu vou,me embora.
A lua nas janelas bate em cheio.
Boa noite, Maria! É tarde... é tarde. .
Não me apertes assim contra teu seio.
Boa noite! ... E tu dizes - Boa noite.
Mas não digas assim por entre beijos...
Mas não mo digas descobrindo o peito,
— Mar de amor onde vagam meus desejos!
[...]
Transcreva de “Amor e medo” dois exemplos que contenham imagens sensoriais táteis de calor, fogo.
Meu amor é chama
Que se alimenta no voraz segredo
Soprando um dia tornaria incêndio
A chama viva que teu riso ateia!
Ai! Se eu te visse no calor da sesta,
A mão tremente no calor das tuas,
- Tu te queimaras, a pisar descalça,
- Criança louca, - sobre um chão de brasas!
No fogo vivo eu me abrasara inteiro!
Ébrio e sedento na fugaz vertigem
PROVA DE LITERATURA – PROFESSOR: RUBERPAULO
Questão 01)
Amor
Humor
(ANDRADE, Oswald de. Poesias reunidas (org. Haroldo de Campos).
5a edição. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1971.)
O texto I constitui forte expressão da estética modernista.
Com base nessa afirmativa explique o porquê da forma e do conteúdo. Podemos dizer que esse texto é um poema?
Explique.
O texto IV constitui forte expressão da estética modernista em termos
formais, tendo em vista que representa a expressão máxima da
síntese, ao fazer uso de um par mínimo, duas formas que se
diferenciam por um único elemento sonoro. Além disso, o título é
parte essencial na construção e na significação do texto. No que se
refere ao conteúdo, há a aproximação inusitada de dois campos
semânticos não tradicionalmente relacionados; não há foco na
relação amorosa nem nos sujeitos envolvidos na relação.
Questão 02)
A UM PASSARINHO
Para que vieste
Na minha janela
Meter o nariz?
Se foi por um verso
Não sou mais poeta
Ando tão feliz!
(Vinicius de Moraes)
Segundo o poema, qual é a condição fundamental para a criação poética?
Ser triste, infeliz.
Questão 03)
Quais são as características mais marcantes da segunda geração do Modernismo (1930 – 1945)?
Liberdade criadora, preocupação social, tentativa de criar uma
literatura mais engajada politicamente, regionalismo, questionamento
da existência humana, religiosidade.
Questão 04)
FELIZ ANIVERSÁRIO
A família foi pouco a pouco chegando. Os que vieram de Olaria estavam muito bem vestidos porque a visita
significava ao mesmo tempo um passeio a Copacabana. A nora de Olaria apareceu de azul-marinho, com enfeites de paetês
e um drapejado disfarçando a barriga sem cinta. O marido não veio por razões óbvias: não queria ver os irmãos. Mas
mandara sua mulher para que nem todos os laços fossem cortados - e esta vinha com o seu melhor vestido para mostrar que
não precisava de nenhum deles, acompanhada dos três filhos: duas meninas já de peito nascendo, infantilizadas com
babados cor-de-rosa e anáguas engomadas, e o menino acovardado pelo terno novo e pela gravata.
Tendo Zilda - a filha com quem a aniversariante morava - disposto cadeiras unidas ao longo das paredes, como
numa festa em que se vai dançar, a nora de Olaria, depois de cumprimentar com cara fechada aos de casa, aboletou-se
numa das cadeiras e emudeceu, a boca em bico, mantendo sua posição ultrajada. “Vim para não deixar de vir”, dissera ela a
Zilda, e em seguida sentara-se ofendida. As duas mocinhas de cor-de-rosa e o menino, amarelos e de cabelo penteado, não
sabiam bem que atitude tomar e ficaram de pé ao lado da mãe, impressionados com seu vestido azul-marinho e com os
paetês.
Depois veio a nora de Ipanema com dois netos e a babá. O marido viria depois. E como Zilda – a
única mulher entre os seis irmãos homens e a única que, estava decidido já havia anos, tinha espaço e
tempo para alojar a aniversariante -, e como Zilda estava na cozinha a ultimar com a empregada os
croquetes e sanduíches, ficaram: a nora de Olaria empertigada com seus filhos de coração inquieto ao
lado; a nora de Ipanema na fila oposta das cadeiras fingindo ocupar-se com o bebê para não encarar a
concunhada de Olaria; a babá ociosa e uniformizada, com a boca aberta.
E à cabeceira da mesa grande a aniversariante que fazia hoje oitenta e nove anos.
LISPECTOR, Clarice. Laços de família. Rio de Janeiro: José Olympio, 1979, pp. 59-60.
A obra de Clarice Lispector é composta basicamente de romances e contos e representa uma tentativa de decifrar
os mistérios da criação e a densidade das relações humanas. A partir da leitura do fragmento do conto “Feliz aniversário”
transcrito acima, responda à seguinte pergunta: que relação pode ser estabelecida entre o título do texto e o comportamento
das personagens?
O título do conto reflete com ironia o contraste entre a concepção
tradicional de uma festa de aniversário e o comportamento das
personagens. As atitudes e os sentimentos dos membros da família,
com exceção da própria aniversariante, indicam um clima de
animosidade, hipocrisia e desagregação familiar.
Questão 05)
MENINO GRAPIÚNA
Para o menino grapiúna arrancado da liberdade das ruas e do campo, das plantações e dos animais, dos coqueirais
e dos povoados recém-surgidos, o internato no colégio dos jesuítas foi o encarceramento, a tentativa de domá-lo, de reduzilo, de obrigá-lo a pensar pela cabeça dos outros. A intenção do pai era apenas educá-lo no melhor colégio, o de maior
renome. Não se dava conta de como violentava o filho.
Essa mesma sensação de sufoco, de limitação, eu voltaria a sentir mais de uma vez no decorrer de minha vida. No
desejo de bem servir causas generosas e justas, aconteceu-me aceitar encargos e desempenhar tarefas de meu desagrado
durante dois anos, por exemplo, fui deputado federal, apesar de não ter vocação parlamentar nem gosto para o cargo. Da
mesma maneira, por idênticos motivos, em certas ocasiões admiti e repeti conceitos, regras e teses que não eram minhas,
pensei pela cabeça dos outros.
No colégio dos jesuítas, pela mão herética do padre Cabral, encontrei nas “Viagens de Gulliver” os caminhos da
libertação, os livros abriram-me as portas da cadeia.A heresia do padre Cabral era extremamente limitada, nada tinha a ver
com os dogmas da religião. Herege apenas no que se referia aos métodos de ensino da língua portuguesa, em uso naquela
época, ainda assim essa pequena rebeldia revelou-se positiva e criadora. A heresia é sempre ativa e construtora, abre novos
caminhos. A ortodoxia envelhece e apodrece idéias e homens.
Jorge Amado
Em diferentes momentos da vida, o personagem do texto I registrou experiências semelhantes.
Que semelhanças são essas?
O sentimento de repressão, de sufocamento, de submissão, de
aprisionamento.

similar documents