“Garantir educação pública de qualidade e formação profissional”.

Report
Pacto pela Educação
Garantir educação pública de qualidade e formação
profissional
Pacto Pela Educação
O Governo de Pernambuco e a Secretaria de Educação, considerando a Constituição Federal/1988, a
LDB/1996, o Plano de Desenvolvimento da Educação – PDE, as Diretrizes do MEC e a Conferência
Nacional de Educação, reafirmam o compromisso com uma educação inclusiva para a formação da
cidadania e para o mundo do trabalho, lançando o Pacto Pela Educação.
O Pacto Pela Educação é uma política voltada para a qualidade da educação, para todos e com
equidade, com foco na melhoria do ensino, das aprendizagens dos estudantes e dos ambientes
pedagógicos, ampliando o acesso à educação e contribuindo para avanços educacionais em nosso
estado.
O pacto pressupõe a participação da sociedade e incorpora as diversas demandas e sugestões
apresentadas nos seminários Todos Por Pernambuco.
Linhas de Ação
O PPE adota os princípios e as diretrizes definidas pelo mapa da estratégia de Pernambuco e o mapa
do objetivo estratégico da Educação, visando este “Garantir educação pública de qualidade e
formação profissional”. Esta nova política também tem como linhas de atuação a transparência das
informações, capacitação profissional, metas pré-definidas, acompanhamento de resultados e a
meritocracia.
Neste sentido, objetivando uma melhor distribuição das ações a serem realizadas, foi procedida a
divisão do objetivo estratégico da Educação em resultados, sendo estes definidos como:









Ampliação do acesso à educação básica da rede pública no meio rural
Valorização dos profissionais da educação e implantação da política de formação continuada
Melhoria da qualidade da educação básica da rede pública
Ampliação do acesso ao programa de educação integral e educação profissional
Melhoria da gestão da rede escolar
Ampliação do acesso ao ensino superior
Ampliação do acesso ao programa da educação integral e educação
Divulgação científica e apoio ao ensino de ciências profissional
Ampliação do acesso à educação básica da rede pública
Proposta de Implantação do PPE

Acompanhar todos os anos do Ensino Médio de 300 escolas, que representam cerca
de 27% da rede estadual. Os critérios adotados para escolha destas escolas foram:

Possuir o Ensino Médio;

Ser Escola de Referência ou

Irão se tornar Escolas de Referência até 2014;

Escolas Técnicas;

Não evoluíram no IDEPE 2010.

O acompanhamento do PPE é realizado através do monitoramento de indicadores de
processo e de resultado;

O indicador de resultado tem como base a avaliação bimestral da escola para
acompanhamento das notas dos estudantes, nas disciplinas de Português e
Matemática, sendo validadas por uma avaliação semestral externa, com base na
Matriz de Referência Curricular de Pernambuco;

A todos os indicadores foram atribuídas metas pactuadas juntamente com a
Secretaria de Educação e validadas pelo Governador;
Análise dos Resultados - 2011
AVALIAÇÃO SEMESTRAL EXTERNA
Iniciou-se, em 2011, o Pacto pela Educação. Ao longo do ano, 300 escolas foram
monitoradas em diversos aspectos, sendo a nota da prova externa, aplicada
semestralmente, um dos resultados onde se observa diretamente a evolução do
ensino em nosso Estado.
O conteúdo desta avaliação é construído com base na Matriz de Referência
Curricular de Pernambuco. Sendo assim, a cada semestre esta prova avalia a
evolução do conhecimento do aluno e se o currículo que deveria ser dado naquele
período está sendo trabalhado, uma vez que o reflexo disto são os bons resultados
alcançados pelos estudantes.
Levando em consideração que esta avaliação é o instrumento que permite
comparar os resultados dos alunos e é aplicada de forma igualitária para todos,
veremos o desempenho dos discentes nos semestres por Gerência Regional de
Ensino (GRE).
Prova Externa
 Resultados, por GRE, das provas externas e porcentagem de variação
MÉDIA GERAL DA PROVA EXTERNA MÉDIA GERAL DA PROVA EXTERNA
1° SEM
2° SEM
Sertão do Submédio São Francisco
3,58
4,22
Litoral Sul
3,37
3,83
Sertão Central
4,13
4,62
Sertão Médio São Francisco
3,74
4,15
Sertão do Araripe
3,99
4,42
Vale do Capibaribe
3,89
4,30
Mata Norte
3,95
4,35
Sertão do Alto Pajeú
4,32
4,76
Agreste Centro Norte
4,03
4,41
Mata Sul
3,73
4,03
Recife Sul
3,82
4,12
Sertão do Moxotó Ipanema
3,77
4,06
Metropolitano Norte
3,68
3,97
Mata Centro
3,87
4,17
Metropolitano Sul
3,68
3,95
Agreste Meridional
3,75
4,01
Recife Norte
4,05
4,25
Total geral
3,85
4,19
NOME GRE
% Variação
18%
14%
12%
11%
11%
11%
10%
10%
9%
8%
8%
8%
8%
8%
7%
7%
5%
9%
Prova Externa
 Ranking, por GRE, das provas externas e porcentagem de variação
GRE
Sertão do Alto Pajeú
Sertão Central
Recife Norte
Agreste Centro Norte
Sertão do Araripe
Mata Norte
Vale do Capibaribe
Mata Centro
Recife Sul
Sertão do Moxotó Ipanema
Agreste Meridional
Sertão Médio São Francisco
Mata Sul
Metropolitano Norte
Metropolitano Sul
Sertão do Submédio São Francisco
Litoral Sul
Total geral
MÉDIA GERAL
RANKING
MÉDIA GERAL
RANKING
PROVA EXTERNA - 1° SEM 1° SEM PROVA EXTERNA - 2° SEM 2° Sem
4,32
4,13
4,05
4,03
3,99
3,95
3,89
3,87
3,82
3,77
3,75
3,74
3,73
3,68
3,68
3,58
3,37
3,85
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
4,76
4,62
4,25
4,41
4,42
4,35
4,30
4,17
4,12
4,06
4,01
4,15
4,03
3,97
3,95
4,22
3,83
4,19
1
2
7
4
3
5
6
9
11
12
14
10
13
15
16
8
17
Eduardo Henrique Accioly Campos
Governador do Estado de Pernambuco
João Lira Neto
Vice-governador do Estado
Anderson Stevens Leônidas Gomes
Secretário de Educação do Estado
Margareth Zaponi
Secretária Executiva da Gestão de Rede
Ana Selva
Secretária Executiva de Desenvolvimento da Educação
Paulo Fernando de Vasconcelos Dutra
Secretário Executivo de Educação Profissional

similar documents