Plágio é crime!

Report
PLÁGIO
| 2014
GRUPO DE TRABALHO DO CONSELHO PEDAGÓGICO DA ESECS
David Rodrigues | Dina Alves | Edgar Lameiras | Hugo Menino | Mário Oliveira | Susana Nunes | Rita Cadima
“s.m. (Do lat. plagium). (…)
2. Acto ou fraude de um autor
assinar ou apresentar como seu
o trabalho literário, artístico ou
científico, que copiou ou imitou
PLÁGIO
DEFINIÇÃO
servilmente de qualquer outro.
3. Roubo literário, artístico ou
científico. (…).”
(In Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea, Academia
das Ciências de Lisboa e Editorial Verbo, 2001, p. 2875)
PLÁGIO É CRIME!
CÓDIGO DO DIREITO DE
AUTOR E DOS DIREITOS CONEXOS
Título IV. Da
violação e defesa do Direito
de Autor e dos Direitos Conexos
PLÁGIO É CRIME!
Artigo 196.º, n.º 1 (Contrafação)
“Comete o crime de contrafacção quem
utilizar, como sendo criação ou prestação
sua, obra, prestação de artista, fonograma,
videograma ou emissão de radiodifusão que
seja mera reprodução total ou parcial de obra
ou prestação alheia, divulgada ou não
divulgada, ou por tal modo semelhante que
não tenha individualidade própria.”
PLÁGIO É CRIME!
Artigo 197.º (Penalidades)
“1 - (…) pena de prisão até três anos e
multa de 150 a 250 dias, de acordo com a
gravidade da infracção, agravadas uma e
outra para o dobro em caso de reincidência,
se o facto constitutivo da infracção não
tipificar crime punível com pena mais grave.
2 - (…)a negligência é punível com multa
de 50 a 150 dias. 3 - Em caso de
reincidência não há suspensão da pena.”
PLÁGIO
ACADÉMICO:
INFRAÇÃO
DISCIPLINAR!
Pratica uma infração disciplinar o
estudante que, atuando culposamente,
falsear os resultados das provas
académicas por meio de simulação da
autoria de trabalho académico
submetido a avaliação - facto suscetível
de se enquadrar na alínea c) do artigo
132.º dos Estatutos do IPL - (Infrações
disciplinares).
PLÁGIO
ACADÉMICO:
INFRAÇÃO
DISCIPLINAR!
A infração disciplinar poderá, em
abstrato, ser punida, nomeadamente,
com a suspensão da avaliação escolar
durante um ano ou a interdição de
frequência do Instituto até cinco anos.
Vd. art.º 133.º (Sanções disciplinares)
dos Estatutos do IPL.
PLÁGIO
ACADÉMICO:
INFRAÇÃO
DISCIPLINAR!
Apurando-se a existência de plágio
num trabalho académico este não é
considerado para efeitos de avaliação,
sendo atribuída a classificação de zero
valores.
TIPOS DE PLÁGIO
Plágio Direto
Copiar uma frase (palavra por palavra) sem indicar que é um citação e não
fazer referência ao autor.
in Ken Kirkpatrick (2001) Avoiding plagiarism. Tradução de Jakson Aquino.
Evitando Plágio disponível em: http://www.lepem.ufc.br/jaa/plagio.pdf
TIPOS DE PLÁGIO
Plágio Direto
Copiar uma frase (palavra por palavra) sem indicar que é um citação e não
fazer referência ao autor.
Tomar emprestado o trabalho de outros estudantes
Não está errado os estudantes ajudarem-se ou trocarem informações.
Apresentar um texto que outra pessoa escreveu é plágio.
in Ken Kirkpatrick (2001) Avoiding plagiarism. Tradução de Jakson Aquino.
Evitando Plágio disponível em: http://www.lepem.ufc.br/jaa/plagio.pdf
TIPOS DE PLÁGIO
Plágio Direto
Copiar uma frase (palavra por palavra) sem indicar que é um citação e não
fazer referência ao autor.
Tomar emprestado o trabalho de outros estudantes
Não está errado os estudantes ajudarem-se ou trocarem informações.
Apresentar um texto que outra pessoa escreveu é plágio.
Referência vaga ou incorreta
Deve-se ser preciso e indicar onde começa e acaba a citação.
in Ken Kirkpatrick (2001) Avoiding plagiarism. Tradução de Jakson Aquino.
Evitando Plágio disponível em: http://www.lepem.ufc.br/jaa/plagio.pdf
TIPOS DE PLÁGIO
Plágio Direto
Copiar uma frase (palavra por palavra) sem indicar que é um citação e não
fazer referência ao autor.
Tomar emprestado o trabalho de outros estudantes
Não está errado os estudantes ajudarem-se ou trocarem informações.
Apresentar um texto que outra pessoa escreveu é plágio.
Referência vaga ou incorreta
Deve-se ser preciso e indicar onde começa e acaba a citação.
Plágio mosaico
Consiste em mudar palavras ou reformular um parágrafo sem dar crédito ao
autor original.
in Ken Kirkpatrick (2001) Avoiding plagiarism. Tradução de Jakson Aquino.
Evitando Plágio disponível em: http://www.lepem.ufc.br/jaa/plagio.pdf
.Descarregar um trabalho na Internet
.Usar um trabalho de um colega
.Comprar um trabalho
(num site comercial)
.Copiar e colar de várias fontes
FORMAS
DE
PLÁGIO
.Dizer por outras palavras a ideia
de um autor sem referir a fonte
.Referir na bibliografia fontes
que não foram usadas ou omitir
as fontes utilizadas no trabalho
in Ana Roxo e Rosário Duarte (2012)
http://www.biblioteca.fct.unl.pt/sites/www.biblioteca.fct.unl.pt/files/documents/
pdf/formacao/Pl%C3%A1gio.pdf
POR QUE
SE PLAGIA?
DESCONHECER
O QUE É O PLÁGIO
E SUAS IMPLICAÇÕES:
.A ideia generalizada de que, se está
publicado, pode ser livremente
utilizado;
.Mesmo estando publicado, tem um
autor e esse autor deve ser referido.
Adaptado de Ken Kirkpatrick (2001) Avoiding plagiarism
http://www.depauw.edu/admin/arc/plag.html
POR QUE
SE PLAGIA?
SABER O QUE É
O PLÁGIO MAS
NÃO O CONSIDERAR
ERRADO UMA VEZ
QUE É “NORMAL”
.Se os outros o fazem, por que razão
não o posso também fazer?
.Não o pode fazer pelo facto de,
além de ser moralmente condenável,
constituir um crime.
Adaptado de Ken Kirkpatrick (2001) Avoiding plagiarism
http://www.depauw.edu/admin/arc/plag.html
POR QUE
SE PLAGIA?
FALTA DE TEMPO
PARA AS NECESSÁRIAS
LEITURAS E ANÁLISES
.O facto de não se fazer uma
adequada gestão de tempo
não é justificação para plagiar.
Adaptado de Ken Kirkpatrick (2001) Avoiding plagiarism
http://www.depauw.edu/admin/arc/plag.html
POR QUE
SE PLAGIA?
O PLÁGIO É
“TENTADOR”
E “FÁCIL”
.Para quê perder tempo com leituras
“se está tudo escrito”?
.Nunca está tudo escrito e, o que está
escrito foi escrito por alguém, logo, se
o copio, estou a apropriar-me de algo
de outrem.
Adaptado de Ken Kirkpatrick (2001) Avoiding plagiarism
http://www.depauw.edu/admin/arc/plag.html
POR QUE
SE PLAGIA?
DIFICULDADES
A ESCREVER
.Não escrever corretamente é uma
grave lacuna mas não é crime.
Plagiar é crime!
Adaptado de Ken Kirkpatrick (2001) Avoiding plagiarism
http://www.depauw.edu/admin/arc/plag.html
Elaborar trabalhos académicos
deve ser um processo honesto.
Um trabalho académico é
construído, em parte, a partir das
ideias dos outros e essa autoria
deve ser indicada no trabalho.
Adaptado de Ken Kirkpatrick (2001) Avoiding plagiarism
http://www.depauw.edu/admin/arc/plag.html
COMO EVITAR O PLÁGIO
ESTRATÉGIAS
COMO EVITAR INCORRER EM PLÁGIO
.Encarar a investigação como um processo e não como um produto;
.Elaborar um plano de trabalho;
.Pesquisar fontes fidedignas;
.Selecionar a bibliografia no início do trabalho
(ao longo do trabalho poderá ser modificada com a obtenção de novas referências);
.Consultar o docente sobre a bibliografia selecionada;
Adaptado de Ken Kirkpatrick (2001) Avoiding plagiarism
http://www.depauw.edu/admin/arc/plag.html
COMO EVITAR O PLÁGIO
ESTRATÉGIAS
COMO EVITAR INCORRER EM PLÁGIO
.Fazer uma ficha de leitura de cada fonte a utilizar
(ideias, autores, citações, páginas…);
.Na elaboração do trabalho, indicar sempre os autores consultados
e respetivas referências bibliográficas;
.Recorrer ao docente da UC em caso de dúvidas
(sobre, por exemplo, a norma bibliográfica a adotar);
.O tempo é essencial para a realização de um trabalho honesto.
Adaptado de Ken Kirkpatrick (2001) Avoiding plagiarism
http://www.depauw.edu/admin/arc/plag.html
COMO EVITAR O PLÁGIO
ESTRATÉGIAS
CITAÇÃO
cópia palavra por palavra do
que alguém disse ou escreveu
.Carece de aspas no início e no fim
da citação
.Colocação em parágrafo próprio
diferente do texto principal
.Precisa de ser referenciada
PALAVRAS
QUE É
PRECISO
CONHECER
PARÁFRASE
Reformular com palavras próprias
algo que foi dito pela fonte
.Tem de ser referenciada
PALAVRAS
QUE É
PRECISO
CONHECER
RESUMO
O resumo é feito com as próprias
palavras mas não segue a fonte
na integra como a paráfrase
.É necessário referenciar a fonte
do resumo
PALAVRAS
QUE É
PRECISO
CONHECER
REFERÊNCIA
Indica a fonte de uma citação,
paráfrase ou resumo
.Exige uma referência no texto ou, mais
completa, na bibliografia
PALAVRAS
QUE É
PRECISO
CONHECER
COMO REFERENCIAR
Há diferentes normas de referenciação;
Dependendo da tipologia do documento a referenciar (artigo, capítulo
de livro, livro, etc.), há regras específicas a aplicar;
Independentemente da norma que se use, é fundamental manter,
em cada documento, a coerência na forma de citar e referenciar;
Sugere-se a utilização das normas APA, cujo resumo exemplificado
pode ser consultado aqui;
Outras normas em uso podem ser consultadas aqui.
SOFTWARES
ANTI-PLÁGIO
TURNITIN
http://turnitin.com
CROT
http://www.crotsoftware.com/
VIPER
http://www.scanmyessay.com/
OUTROS
http://plagiarisma.net/
http://copyspider.com.br/main/
PLÁGIO
| 2014
GRUPO DE TRABALHO DO CONSELHO PEDAGÓGICO DA ESECS
David Rodrigues | Dina Alves | Edgar Lameiras | Hugo Menino | Mário Oliveira | Susana Nunes | Rita Cadima

similar documents