FISCALIZAÇÃO PREVENTIVA INTEGRADA - FPI

Report
FISCALIZAÇÃO PREVENTIVA
INTEGRADA - FPI
GT ACESSIBILIDADE, MOBILIDADE URBANA E INTEGRAÇÃO SOCIAL
Eng. Civ. Gerson de Almeida Taguatinga - Crea-GO – Coordenador
Eng. Civ. Joel Kruger – Crea-PR – Coordenador-Adjunto
Eng. Civ. Jary de Carvalho e Castro – Crea-MS
Eng. Civ. Sandra Maria Lopes Raposo – Conselheira Federal - Suplente
SIS – SUPERINTENDÊNCIA DE INTEGRAÇÃO DO SISTEMA
Eng. Civil José Gilberto Pereira de Campos
GTE – Gerência Técnica
Eng. Civ. Carlos Roberto Dalariva
Eng. Mec. Daniel Cardoso Leal
FPI
Diante da proximidade dos eventos, Copa
da Confederações 2013 e Copa do Mundo
2014, foi solicitado ao Ministério das
Cidades, pela Casa Civil, um trabalho
visando adequar os aeroportos das
cidades-sedes
em
relação
a
acessibilidade.
GRUPO PARTICIPANTE
 Sistema Confea/Crea (Participação dos fiscais dos
Creas e de 1 (um) membro do GT de acessibilidade)
 Casa Civil
 Ministério das Cidades
 Secretaria de Direitos Humanos
 Empresa de Infraestrutura aeroportuária – Infraero
 Conselho de Arquitetura e Urbanismo – CAU
LEGISLAÇÃO BÁSICA




Lei nº 10.048, de 8 de dezembro de 2000
Lei nº 10.098, de 19 de dezembro de 2000
Decreto nº 5.296, de 2 de dezembro de 2004
NBR-9050:2004 - ABNT
CIDADES-SEDES






Belo Horizonte-MG (Copa da Confederações 2013)
Brasília-DF (Copa da Confederações 2013)
Cuiabá-MT
Curitiba-PR
Fortaleza-CE (Copa da Confederações 2013)
Manaus-AM
CIDADES-SEDES






Natal-RN
Porto Alegre-RS
Recife-PE (Copa da Confederações 2013)
Rio de Janeiro-RJ (Copa da Confederações 2013)
Salvador-BA (Copa da Confederações 2013)
São Paulo-SP
CRONOGRAMA
DATA
CIDADE
AEROPORTO
Aeroporto Internacional de Brasília - Presidente
Juscelino Kubitschek
*4 e 5/09/12
Fortaleza-CE
Aeroporto Internacional Pinto Martins
*18 e 19/09/12 Belo Horizonte-MG Aeroporto Internacional Tancredo Neves - Confins
Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro/Galeão 1 a 3/10/12
Rio de Janeiro-RJ
Antonio Carlos Jobim
Aeroporto Internacional de São Paulo / Guarulhos 15 a 17/10/12
São Paulo-SP
Governador André Franco Montoro
Aeroporto Internacional de Salvador - Dep. Luís
30 e 31/10/12
SalvadorBA
Eduardo Magalhães
Aeroporto Internacional do Recife / Guararapes 6 e 7/11/12
Recife-PE
Gilberto Freyre
A Definir
Rio de Janeiro-RJ Aeroporto Santos-Dumont
A Definir
São Paulo-SP
Aeroporto de São Paulo / Congonhas
*14/08/2012
Brasília-DF
CRONOGRAMA
DATA
CIDADE
A Definir
Campinas-SP
A Definir
A Definir
A Definir
AEROPORTO
Aeroporto Internacional de Viracopos
Aeroporto Internacional Marechal Rondon – Várzea
Cuiabá-MT
Grande
Curitiba-PR
Aeroporto Internacional Afonso Pena
Aeroporto Internacional de Foz do
Foz do Iguaçu-PR
Iguaçu/Cataratas
A Definir
Manaus-AM
Aeroporto Internacional Eduardo Gomes
A Definir
Natal-RN
Aeroporto Internacional Augusto Severo
A Definir
Porto Alegre-RS Aeroporto Internacional Salgado Filho
CHECK-LIST
 As planilhas de check-list utilizadas primeiramente
foram de um trabalho semelhante feito pela Infraero
e que foram baseadas em vistorias anteriores
realizadas pelo Crea-PR, Crea-RJ, Crea-RS e Crea-SP;
 Após a FPI do Aeroporto Internacional Juscelino
Kubitschek em Brasília-DF, as planilhas foram
adaptadas com a contribuição do Confea, Crea-DF,
Ministério das Cidades, Secretaria de Direitos
Humanos, CAU/BR e CAU/DF.
CHECK-LIST







Calçadas
Estacionamento
Circulação Externa
Circulação Interna
Elevadores
Comunicação na Prestação de Serviços
Escadas
CHECK-LIST






Inspeção
Plataforma Elevatória
Portas
Rampas
Sanitários e Vestiários
Superfícies para Refeição e Balcões para Atendimento
METODOLOGIA DE TRABALHO
 Reunião prévia no aeroporto
 Divisão dos grupos (sempre com 1 (um) fiscal do Crea
em cada grupo)
 Divisão das áreas
 Vistoria
 Reunião final para consolidação dos dados
MUDANÇAS PARA AS PRÓXIMAS
VISTORIAS
 Participação do Confea nas FPI’s anteriores
 Treinamento dos fiscais, pelo Confea, para as
próximas FPI’s
 Acompanhamento do Crea nas obras de adaptação
dos aeroportos
 Profissional habilitado
 Registro de ART
AEROPORTO DE BRASÍLIA
(Projeto Piloto)
 Dificuldades:
 Planilha do check-list
 Inexperiência
 Principais Inconformidades:




Piso tátil
Elevadores
Banheiros
Balcões e mesas de refeição
AEROPORTO DE FORTALEZA
 Equipe do Sistema Confea/Crea
 Antônio Elder Ferreira da Silva (Fiscal do Crea-CE)
 Eng. Mec. Daniel Cardoso Leal (Analista do Confea)
 Eng. Civil José Modesto Gonçalves Cavalcante (Coord. de
Fiscalização do Crea-CE)
 Juranir Leão Ribeiro Junior (Fiscal do Crea-CE)
 Lindemberg Gomes da Silva (Fiscal do Crea-CE)
 Eng. Civil Osmar Delboni Júnior (Coord. do GTPA do Crea-CE)
 Ramiro Ferreira de Souza Filho (Fiscal do Crea-DF)
AEROPORTO DE FORTALEZA
 Principais Inconformidades





Piso Tátil
Escadas
Elevadores
Banheiros
Balcões e mesas de refeição
AEROPORTO DE BELO-HORIZONTE
(CONFINS)
 Equipe do Sistema Confea/Crea
 Eng. Civil Carlos Roberto Dalariva (Analista do Confea)
 Arq. e Urb. Flávia Pinheiro Tavares Torres (Membro do
GT Acessibilidade do Crea-MG)
 Eng. Civil Ivânia Linhares de Almeida (Fiscal do Crea-MG)
 Thássya Aguilar Costa (Estagiária do GT Acessibilidade
do Crea-MG)
 Téc. Wanderson Pedrosa de Lima (Fiscal do Crea-MG)
AEROPORTO DE BELO-HORIZONTE
(CONFINS)
 Dificuldades
 Reforma já em andamento, com o acompanhamento do CreaMG;
 Principais inconformidades







Piso Tátil
Calçadas
Circulação externa e interna
Estacionamento
Superfícies para refeição e balcões de atendimento
Escadas
Rampa
AEROPORTO DO RIO DE JANEIRO
(GALEÃO)
 Equipe do Sistema Confea/Crea






Eng. Mec. Daniel Cardoso Leal (Analista do Confea)
Eduardo Mateus Francisco (Crea-RJ)
Evandro Luis Figueiredo (Crea-RJ)
Gino Borges de Carvalho (Crea-RJ)
Kennedy Bezerra de Araújo (Crea-RJ)
Ramiro Ferreira de Souza Filho (Fiscal do Crea-DF)
AEROPORTO DO RIO DE JANEIRO
(GALEÃO)
 Dificuldades
 Tamanho do aeroporto
 Reforma já em andamento
 Principais inconformidades




Piso Tátil
Balcões e superfícies para refeição
Banheiros
Escadas
AEROPORTO DO RIO DE JANEIRO
(GALEÃO – TERMINAL 1)
AEROPORTO DO RIO DE JANEIRO
(GALEÃO – TERMINAL 1)
AEROPORTO DO RIO DE JANEIRO
(GALEÃO – TERMINAL 1)
AEROPORTO DE BELO-HORIZONTE
(CONFINS)
AEROPORTO DO RIO DE JANEIRO
(GALEÃO – TERMINAL 2)
AEROPORTO DE FORTALEZA
AEROPORTO DE FORTALEZA
AEROPORTO DO RIO DE JANEIRO
(GALEÃO – TERMINAL 2)
AEROPORTO DE FORTALEZA
AEROPORTO DE FORTALEZA
AEROPORTO DO RIO DE JANEIRO
(GALEÃO – TERMINAL 2)
AEROPORTO DE BELO-HORIZONTE
(CONFINS)
AEROPORTO DE FORTALEZA
AEROPORTO DO RIO DE JANEIRO
(GALEÃO – TERMINAL 2)
AEROPORTO DE FORTALEZA
AEROPORTO DE FORTALEZA
AEROPORTO DO RIO DE JANEIRO
(GALEÃO – TERMINAL 1)
AEROPORTO DE FORTALEZA
AEROPORTO DE FORTALEZA
AEROPORTO DE BELO-HORIZONTE
(CONFINS)
AEROPORTO DE FORTALEZA
AEROPORTO DE BELO-HORIZONTE
(CONFINS)
AEROPORTO DE BELO-HORIZONTE
(CONFINS)
FIM
GT ACESSIBILIDADE, MOBILIDADE URBANA E INTEGRAÇÃO SOCIAL
Eng. Civ. Gerson de Almeida Taguatinga - Crea-GO – Coordenador
Eng. Civ. Joel Kruger – Crea-PR – Coordenador-Adjunto
Eng. Civ. Jary de Carvalho e Castro – Crea-MS
Eng. Civ. Sandra Maria Lopes Raposo – Conselheira Federal - Suplente
SIS – SUPERINTENDÊNCIA DE INTEGRAÇÃO DO SISTEMA
Eng. Civil José Gilberto Pereira de Campos
GTE – Gerência Técnica
Eng. Civ. Carlos Roberto Dalariva
Eng. Mec. Daniel Cardoso Leal

similar documents