TRAUMATISMO TORÁCICO

Report
Profª: Moniki Barbosa
 Conceito:
São
lesões
torácicas
decorrentes da ação de um agente
traumático;
 Podem ser lesões abertas ou fechadas,
segundo a ocorrência ou não de solução
de continuidade da pele;
 O traumatismo torácico é considerado
uma lesão grave, pois não se descarta a
possibilidade de ter afetado órgãos
vitais, como o coração e o pulmão;
 Causas:
- Acidentes automobilísticos,
- Quedas por atropelamentos,
- Agressões por armas de fogo e arma
branca;
 Geralmente
está associado a outras
lesões corporais (politraumatismo).
1. Caixa Torácica
O
comprometimento da região torácica
pode desencadear:
 1-
Insuficiência respiratória aguda;
 2-
Insuficiência cardiocirculatória aguda;
 1)
Insuficiência respiratória aguda
devido a:
-
Pneumotórax;
-
Hemotórax;
-
Afundamento de tórax;
 Pneumotórax:
intrapleural;
 Causado
acúmulo de ar no espaço
por lesões abertas de toráx(pneumotórax aberto) ou por
lesões intratorácica,
sem ligação com o meio
externo (pneumotórax
hipertensivo).
 Hemotórax: acúmulo
intrapleural;
 Dependendo
de sangue no espaço
do espaço ocupado pelo ar
ou pelo sangue, o parênquima pulmonar é
empurrado e comprimido no sentido contrá
rio, empurrando o mediastino.
 Afundamento
de tórax:
lesão grave, caracterizada
por múltiplas fraturas de
costelas, que leva à perda
de estabilidade da parede
torácica afetada;
A desconexão de uma parte da parede
do resto da caixa torácica faz com que o
movimento respiratório seja totalmente
anômalo (respiração paradoxal); na
inspiração, o segmento afetado, deslocase para dentro e na expiração apresentase abaulado
 Insuficiência
-
-
-
cardiocirculatória aguda:
Falência do sistema cardiocirculatório
devido a lesão direta, com formação de
hemopericárdio;
Lesões compressivas com hemo e
pneumotórax, provocando deslocamento
do mediastino e compressão do coração
e grandes vasos da base;
Lesões torácicas com hemorragias
intrabdominais.
 Sinais
-
-
e sintomas: são indicativos de
insuficiência respiratória:
Batimento de asa de nariz,
Cianose,
Inquietação,
Dispnéia,
Taquicardia,
Hipotensão;
 Avaliação
-
-
-
-
Inicial:
A avaliação inicial do traumatizado deve
estar centrado na sistemática do protocolo
proposto: A B C D E;
Assegurar a permeabilidade das vias
aéreas e o restabelecimento de uma
ventilação adequada através de:
ASPIRAÇÃO de secreção endotraqueal;
RETIRADA de corpos estranhos e próteses;
CONTROLAR a hemorragia e o choque
-
INTUBAÇÃO endotraqueal e administração
de O2;
ELEVAÇÃO do decúbito se não estiver em
estado de choque;
CONDUTA ESPECÍFICA DE EMERGÊNCIA:
- Hemotórax: deve ser realizado a drenagem
torácica
fechada(5º
ou
6º
espaço
intercostal) mais reposição das perdas
sanguíneas;
-Pneumotórax: se for aberto deve-se vedar
imediatamente o orifício (CURATIVO
VALVULADO);
Fecha o curativo em 3 bordas para que na
inspiração funcione como uma válvula
impedindo a entrada de ar, e na expiração
seja permitido a eliminação do ar
O
tratamento definitivo compreende a descompressão pleural através da drenagem em sistema fechado, sob selo dágua e
a substituição do curativo valvulado por oclusivo, exploração cirúrgica ou sutura.

similar documents