Avaliação do Grupo de Trabalho – arquivo Powerpoint

Report
II Seminário do Pacto Nacional pelo
Fortalecimento do Ensino Média
Região Centro-Oeste
Componentes do Grupo de Trabalho:
 Subsecretária
(MT) e Superintendente(MS) de
Educação;
 Coordenadores Geral e Adjunto do PNEM;
 Supervisores e Formadores Regionais;
 Formadores IES
Interlocutora do Grupo:
Edna Scremin-Dias
Coordenadora PNEM – UFMS/MS
Equipe - Região Centro-Oeste
Região Centro-Oeste –
Articulação IES/SEDUC e MEC
Avanços
 Política de Formação foi fortalecida em
todos os Estados e no DF;
 Fortalecimento do diálogo entre FEPAD´s,
IES formadoras e SEDUC´s - decisões
Colegiadas;
 Consolidação dos Fóruns;
 Planejamento coletivo das ações do
PACTO – entre SEDUC /Escolas e IES;
Região Centro-Oeste –
Articulação IES/SEDUC e MEC
Avanços
 Estabelecimento do “dia de formação do
PNEM” (semanal) no DF – facilidade pela
implementação da jornada ampliada (ou
1/3 hora atividade);
 Formador da IES formando Formador
Regional junto com Orientadores de Estudo;
 Formador da IES junto com Orientador de
Estudo;
Região Centro-Oeste –
Articulação IES/SEDUC e MEC
Dificuldades
 Operacionalização do SisMédio (plataforma
burocrática);
 Perfis independentes não permitem que os Supervisores
também visualizem os perfis dos Professores;
 Processo difícil para a passagem dos recursos do PAR
para às Unidades da Federação;
 Interlocução com o MEC – falta de uma pessoa de
referência para sanar dúvidas emergenciais, além da
demora nas respostas;
 Tempo administrativos distintos entre SEDUC´s e IES para
execução financeira;
Região Centro-Oeste –
Mobilização e organização das
equipes
Avanços
 Movimento positivo de integração entre os
professores das escolas;
 Fortalecimento dos diálogos entre as IES e as
escolas/Centros de Formação;
 Presença de professores não bolsistas
interessados na formação, após o início das
formações;
 Fortalecimento dos Centros de Formação na
Organização e mobilização das Equipes;
Região Centro-Oeste –
Mobilização e Organização das
Equipes
Dificuldades
 Alguns Formadores Regionais (GO) faltam às formações ou
mandam substitutos , causando solução de continuidade da
Formação, devido acúmulo de funções nas SEDUC’s;
 Dificuldades nas IES de “encontrar” Formadores IES disponíveis
para participarem das Formações (problemas com duplicidade
de bolsas - flexibilidade);
 Impossibilidade de participação dos Formadores IES em todo o
processo de formação pela insuficiência de bolsas;
 Professores do Ensino Médio trabalhando em várias escolas
dificulta compatibilizar os horários de formação;
 Dimensões geográficas de algumas das Unidades da Federação
(locomoção);
Região Centro-Oeste – Organização
do Trabalho Pedagógico da Formação
dos FR e OE
Avanços
 Articulação entre SEDUC-DF para encontros
semanais de Formação dos Formadores Regionais
e dos Orientadores de Estudos;
 Fortalecimento do Projeto Sala do Educador no MT
(Formação nas Escolas – Política semanal de
Formação da SEDUC);
 Valorização dos diálogos entre Formadores IES
com FR e destes com OE’s (GO e MS);
 Satisfação dos FR/OE e Professores das Escolas por
receberem formação direcionada ao Ensino
Médio;
Região Centro-Oeste – Organização
do Trabalho Pedagógico da Formação
dos FR e OE
Dificuldades
 Carga horária baixa para as formações
dos cadernos (ampliação da CH “oficial”
nas Formações dos Cadernos);
 Substituição dos OE nas Formações e,
especialmente, no SisMédio;
 Compatibilização das atividades dos
Orientadores de Estudos nas Escolas com
o processo de formação do PNEM;
Região Centro-Oeste – Material
de Formação e material
complementar
Avanços
 O material fornecido, que é a base de Formação, tem sido bem
aceito pois traz uma linha de raciocínio que não é comum em
outros materiais de formação existentes;
 O material permite uma reflexão sobre as práticas docentes
diárias e erudição sobre em sua formação docente;
 O material permite que se utilizem dinâmicas consolidadas por
outros programas como PROEMI e EMDIÁLOGO, e indica
referenciais para que o professor descontrua a visão do senso
comum de que se tem formada sobre o jovem;
 Consonância do Material do PNEM com as orientações
curriculares do da SEDUC/MT;
Região Centro-Oeste – Material
de Formação e material
complementar
Avanços
 Os cadernos foram bem elaborados e sugerem
bibliografias para aprofundamento das temáticas. Assim,
várias referências foram utilizadas para complementar a
formação;
 Foi bem aceito na maioria dos Estados do Centro-Oeste e
uma resistência inicial da SEDUC/Goiás quanto ao
referencial teórico que embasa o material de formação
mas, posteriormente, foi defendido pelos Formadores e
Orientadores de Estudo;
Região Centro-Oeste – Material
de Formação e material
complementar
Dificuldades
 Escolas
Indígenas e do Campo sem acesso à
internet e aos tablet´s = impossibilidade de
acesso ao material digital;
 Dificuldades de adequações para atender
as diferentes realidades e modalidades do
Ensino Médio (indígenas, quilombola,
campo, etc....);
Região Centro-Oeste – Escola
como espaço e tempo de
formação do Professor
Avanços





Estabelecimento do “dia de formação do PNEM”
(semanal) no DF – facilidade pela implementação
da jornada ampliada;
Estabelecimento do “dia de formação do PNEM”
(mensal) nas Escolas (MS);
Envolvimento e compromisso da Gestão Escolar
com o processo de Formação;
O conhecimento e a identificação dos “sujeitos” do
Ensino Médio;
Ressignificação da Coordenação Pedagógica
(hora atividade) como “espaço e tempo” de
Formação Continuada no espaço escolar;
Região Centro-Oeste – Escola
como espaço e tempo de
formação
Dificuldades
 Professores
do Ensino Médio trabalhando em
várias escolas dificulta compatibilizar os
horários de formação;
 Não envolvimento de alguns gestores e
professores nas formações;
 Dificuldades com alguns gestores que não
“priorizaram” as formações do PNEM;
 Falta de estrutura de algumas escolas
especialmente a logística;
Região Centro-Oeste –
Articulação entre a formação
inicial e a formação continuada
Avanços
Entendimento institucional da importância
de internalizar – no processo de Formação
Inicial – as premissas abordadas no PNEM;
 Movimentos para as adequações dos
currículos das Licenciaturas em algumas IES;

Região Centro-Oeste –
Articulação entre a formação
inicial e a formação continuada
Dificuldades
Alcance do PNEM nos processos de
Formação Inicial ainda está longe de
atender o mínimo necessário;
 A grande maioria dos docentes das
Formações Iniciais não se veem como
profissionais que DEVEM atender a
Formações de Professores para a Educação
Básica;


similar documents