departamentalização dos custos indiretos de fabricação - CRA-MA

Report
DEPARTAMENTALIZAÇÃO
DOS
CUSTOS INDIRETOS DE FABRICAÇÃO
Profª Ivanise Paiva
CUSTOS INDIRETOS DE FABRICAÇÃO
•
Custos indiretos: São os que não podem identificar diretamente com os
produtos e necessitamos de rateio para fazer a apropriação.
EX:
• Aluguel da área ocupada pela fábrica
• Depreciação das máquinas e ferramentas industrias
• energia elétrica consumida pela fábrica
• mão de obra indireta
• matérias indiretos
• Todos os custos indiretos só podem ser apropriados por meio de
estimativas, critérios de rateio, previsão de comportamento de custos
etc....Portanto, a arbitrariedade sempre vai existir nessas alocações,
sendo que ás vezes ela existirá em nível bastante aceitável, e em outras
oportunidades só aceitamos por não haver alternativas melhores.
Exemplo:
• Ex: Suponhamos que a empresa tenha seus prédios e instalações
todas alugados sob um único contrato e que se veja ela obrigada a
separar a parte que cabe a produção (custo) e aos setores
administrativos e de venda (despesa). O critério de rateio que vai
ser primeiramente lembrado será o da área ocupada por cada um.
•
•
Mas suponhamos que o imóvel todo compreenda um quarteirão e
que a frente da empresa dê acesso para uma via de grande
importância e alto valor comercial locativo e os fundos para uma via
secundária de mínimo valor comercial .Na frente, estarão colocadas
a exposição de vendas a diretoria e nos fundos as instalações fabris.
Em função dessas vias o valor locativo da frente pode ser várias
vezes o valor locativo da outra via .
RATEIO DO CIF
•
È um artifício empregado para a distribuição dos custos, ou seja, é o fator pela qual
vamos dividir os CIFs.
•
•
•
•
•
•
•
Exemplo de bases utilizadas:
Unidades produzidas
Horas de MOD
Horas de uso da máquina
Valor da MOD
Matéria prima consumida
Números de funcionários etc...
•
EX: Distribuição no valor de R$ 5.000 para dois produtos numa empresa altamente
mecanizada. O critério mais adequado é horas/maquinas; se a MOD fosse o fator
mais importante, o critério usado poderia ser horas de MOD ou custo de MOD.
Vamos supor que o produto A consome 1800horas /máquina e o produto
B700h/maquina. O rateio ficaria assim:
•
•
•
•
•
•
Taxa de absorção dos CIFs : Valor dos CIFs = 5.0000_= 2 por hora
Critério de rateio 1800+ 700
PRODUTO A- 1800 x 2 = 3600
PRODUTO B- 700 x 2 = 1400
EX: O departamento X de produção possui um custo indireto total de
$5.400.000 e precisa distribuí-los a dois produtos, M e N.
M
N
TOTAL
Matéria prima
5.000.000
7.000.000
12.000.000
Mão de obra
1.000.000
1.000.000
2.000.000
Custo direto total
6.000.000
8.000.000
14.000.000
?
?
5.400.000
?
?
19.400.000
1400 hm
1.000 hm
2.400
Custo indireto a ratear
Total
Horas máquinas utilizadas
• Rateio com base em horas-máquina:
• 5.400.000 /2400 = 2250
• PRODUTO M = 1400 X 2250/hm = 3.150.000
• PRODUTO N = 1.000 X 2250/hm = 2250.000
• TOTAL
5.400.000
• CUSTO TOTAL DE M: = 6.000.000 + 3.150.000 = 9.150.000
• CUSTO TOTAL DE N = 8.000.000 + 2250.000 = 10.250.000
•
Total
19.400.000
Rateio com base na matéria prima aplicada:
• Rateio : 5.400.000_ = 0.45
•
12.000.000
• PRODUTO M – 5.000.000 x 0.45 = 2250.000
• PRODUTO M- 7.000.000 x 0.45 = 3150.000
• CUSTO TOTAL DE M: = 6.000.000 + 2.250.000 = 8.250.000
• CUSTO TOTAL DE N = 8.000.000 + 3.150.000 = 11.150.000
•
Total
19.400.000
Rateio com base no custo direto total:
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Rateio : 5.400.000_ = 0.386
14.000.000
PRODUTO M – 6.000.000 x 0.386 = 2314.285
PRODUTO M- 8.000.000 x 0.386 = 3085.714
CUSTO TOTAL DE M: = 6.000.000 + 2314.286 = 8.314,286
CUSTO TOTAL DE N = 8.000.000 + 3085.714 = 11.085,714
Total
19.400.000
INFLUÊNCIA DOS CUSTOS FIXOS E DOS CUSTOS VARIÁVEIS
• Ex: O ambulatório do médico precisa ter seus custos rateados para
outros departamentos, quer de serviço quer de produção. E o critério
adotado pela empresa é o número de pessoas atendidas de cada
departamento.
• Acontece que o ambulatório possui quase exclusivamente custos fixos,
e se for rateados com base neste critério, de base variável (numero de
atendimento) , o valor em reais a ser alocado passará a depender não
só dos atendimentos a cada departamento, mas também do numero
de consultas. O rateio com base no numero de funcionário seria o
critério mais apropriado.
•
• REGRA: Departamentos cujo os custos sejam predominantemente
fixos devem ser rateados á base de potencial de uso, de
departamentos cujo os custos sejam predominantemente variáveis
devem ser rateados á base do serviço realmente prestado
DEPARTAMENTALIZAÇÃO
•
Normalmente a empresa está dividia em departamentos; estrutura
formal representada por organogramas.
• DEPARTAMENTO: é a unidade mínima administrativa na qual sempre
existe um responsável .A fábrica é departamentalizada em 02 grandes
grupos:
•
• DEPARTAMENTO PRODUTIVO: São os departamentos que promovem
algum tipo de modificação sobre o produto. Ex: departamento de corte,
departamento de costura, departamento de acabamento.
• DEPARTAMENTO DE SERVIÇOS: São os departamentos por onde não
passam os produtos, na maioria dos casos, suas funções são basicamente
prestarem serviços aos demais departamentos produtivos.

similar documents