Caso Clinico 03

Report
Caso Clínico 03
FAMEPP
Fernando Leal Pereira
Caso Clínico
• JAT, 42 anos saltando de pára-quedas caiu em um
telhado de uma casa térrea e encostou em fio de alta
tensão com braço esquerdo. Foi imediatamente
lançado ao chão. Coincidentemente o vizinho medico
identificou a PCR e enquanto chamou o resgate
procedeu a RCP. Foi levado ao nosso PS com respiração
espontânea e pulso periférico palpável.
• Dados do local (obtidos da equipe pré-hospitalar)
– FC 130 bpm
– FR 26 ipm
– PA 90/50 mmHg
Caso Clínico
Sala de emergência:
O paciente encontrava-se taquipneico,
queixando-se de falta de ar, dor em região
dorsal, tórax à esquerda e no braço esquerdo.
Sinais vitais (5 minutos após chegada na SE)
– FC 120 bpm
– FR 24 ipm
– PA 90/60 mmHg
Caso Clínico
Conduta
?
Caso Clínico
A
Manter vias aéreas com O2 sob máscara
Oxímetro de pulso
Manter colar cervical e prancha longa
Vias aéreas pérvias
Colar cervical
Sat 80%
Elevação mento e tração mandíbula
Manter máscara de O2
Caso Clínico
B
Ventilação
Traquéia desviada para direita
Enfisema de subcutâneo
Expansibilidade ↓ esquerda
Percussão - hiper timpanismo esquerda
Ausculta ↓↓↓ MVE
Saturação de O2 65%
Caso Clínico
B
Ventilação
Punção 2º EIC LAM
Drenagem em selo d’água
Caso Clínico
C
PA 90/60 mmHg
Pulso 120 bpm
Circulação
02 jelcos calibrosos
2000ml RL ou SF aquecidos
Colher Hb, Ht, tipagem sanguínea
Pedir 2 unidades sangue Tipo específico
Sondagem vesical
ECG
Caso Clínico
C
Urina 100ml castanho-avermelhada
ECG extra-sístoles + tq sinusal
Circulação
Lidocaína in bolus 1mg/kg
Rabdomiólise – Débito urinário 100ml/h
Dosagem CK e mioglobina urinaria
Bicarbonato de sódio
Manitol 25g + 12g em BIC
Sondagem gástrica
Caso Clínico
D
Estado neurológico
Abre olho espontâneo – 4
Obedece comando verbal – 6
Orientado – 5
ECG 15
PIFR
Manter oxigenação
Monitorização cardíaca
Anotar achados e horários
Caso Clínico
E
Exposição
Controle da hipotermia
Enfisema de subcutâneo
Queimadura em arcos costais E
Dor a palpação de FLE DB+
Queimadura em antebraço E
Edema de MSE sem pulso radial
Caso Clínico
E
Exposição
Controle da hipotermia
Dor abdominal
Síndrome compartimental
Caso Clínico
E
LPD x FAST x TC
LPD x FAST x TC
LPD
FAST
CT
Vantagens
•Diagnóstico precoce
•Rápida
•Sensibilidade: 98%
•Detecta lesões de
intestino
•Diagnóstico precoce
•Não invasivo
•Rápido
•Pode ser repetido
•Mais específica
•Sensibilidade: acurácia de
92% - 98%
Desvantagens
•Invasiva
•Baixa especificidade
•Não detecta lesões de
diafragma nem de
retroperitônio
•Depende do operador
•Sofre distorção por gás
(intestino e subcutâneo)
•Pode não detectar lesões
de diafragma, intestino ou
pâncreas
•Custo e tempo
•Pode não diagnosticar
lesões de diafragma,
intestino e algumas
lesões de pâncreas
•Necessita de transporte
Caso Clínico
E
Que lesões levam a Síndrome Compartimental?
● Fraturas de tíbia e de antebraço
● Lesões vasculares e ósseas
● Lesões imobilizadas com curativo ou gesso muito
apertados
● Esmagamentos musculares graves
● Queimaduras
Caso Clínico
E
Fasciotomia
Caso Clínico
Avaliação primária
Avaliação secundária
• Transferência?
• Cirurgia?
Caso Clínico

similar documents