Sistema CUSTOS RS

Report
P RO J E T O C U S T O S - R S
Sistema de Custos do Estado do Rio Grande do Sul
Macrofase I
PROJETO CUSTOS-RS
A P R E S E N TA Ç Ã O
Divisão de Custos e Controles Especiais
CAGE/SEFAZ.RS
Luiz Cesar de Souza Ribeiro
l u i z s r @ s e f a z . r s . g o v. b r
Abel Craici Podusko
a b e l p @ s e f a z . r s . g o v. b r
www.sefaz.rs.gov.br
(51) 3214-5200
PROJETO CUSTOS-RS
PA U TA
•
•
•
•
•
Contextualização do Projeto
Soluções Adotadas
Problemas Enfrentados e Oportunidades Percebidas
Aprendizagem
Resultados
PROJETO CUSTOS-RS
CONTEXTUALIZAÇÃO DO PROJETO
título
Sistema de Custos do Estado do Rio Grande do Sul
PROJETO CUSTOS-RS
CONTEXTUALIZAÇÃO DO PROJETO
instituição responsável
Contadoria e Auditoria-Geral do Estado – CAGE
Secretaria da Fazenda do RS – SEFAZ/RS
PROJETO CUSTOS-RS
CONTEXTUALIZAÇÃO DO PROJETO
parceiros
Secretaria Geral de Governo
Companhia de Processamento de Dados do RS – PROCERGS
Secretaria da Administração e dos Recursos Humanos – SARH
Secretaria de Planejamento, Gestão e Participação Cidadã – SEPLAG
Secretaria da Educação do RS - SEDUC
PROJETO CUSTOS-RS
CONTEXTUALIZAÇÃO DO PROJETO
marcos de implantação
2004 – Instituição de Grupo de Trabalho
2006 – Desenvolvimento de sistema de administração de materiais
2007 – Desenvolvimento da macrofunção de cadastro de estrutura
2008 – Implantação dos processos informatizados
2009 – Desenvolvimento do sistema de consolidação e relatórios
2010 – Implantação experimental do Sistema CUSTOS/RS
2011 – Sistema CUSTOS/RS entra em produção
PROJETO CUSTOS-RS
CONTEXTUALIZAÇÃO DO PROJETO
justificativa da importância do projeto
• Cumprimento da Legislação
• Aprimoramento da Gestão
• Qualificação da Transparência
• Caráter Inovador
• Soluções de Tecnologia da
Informação e Comunicação
• Inovação na Gestão Pública
• Governo Eletrônico
PROJETO CUSTOS-RS
Arcabouço Normativo
Marcos Históricos
1964
Lei 4.320
• Determinação dos
custos do serviços
industriais
1967
DL 200
• Apuração dos
custos do serviços
Para evidenciação
dos resultados da
gestão
2000
LC 101 – LRF
• Sistema de
custos para
avaliação e
acompanhamento
da gestão
orçamentária,
financeira e
patrimonial
2008
2009
NBCT SP 16.2
PLS 229 – LQF
• Determina que o
sistema contábil
seja estruturado
com subsistema de
informação de
custo
NBCT SP 16.11
• Estabelece a
conceituação, o
objeto, os objetivos
e as regras básicas
para implantação
do Subsistema de
Informação de
Custos – SICSP
2010
Lei 13.451
LO/CAGE
• PPA : custos por
programa
• PPA: índice custo
médio unitário
estimado e efetivo
• LDO :
demonstrativo de
programa, com
respectivo custos
• Informação de
custos subsidiar
tomada de decisão
• Contas de controle
de custos
• Função SCI :
informação de custos
• Avaliação e
acompanhamento
dos custos como
função institucional
da CAGE
IN CAGE Nº 5
•Cria a metodologia
de Estruturação
Hierárquica de
Centros de Custos
• Sistemas
informatizados do
Estado deverão
adotar/ser
adequados (EHCC)
para viabilizar a
apropriação de
valores aos CC e
possibilitar a
interação com
CUSTOS-RS
PROJETO CUSTOS-RS
Arcabouço Normativo
Pertinência Temática do Projeto no Evento
2009
-
modelar
sistematizar
gerar
comparar
analisar
PLS 229 – LQF
Função do
SCI
Função da
Custos dos Serviços
Públicos
Lei 13.451
LO/CAGE
Informação de
Custos
-avaliar
-acompanhar
2010
CAGE
PROJETO CUSTOS-RS
CONTEXTUALIZAÇÃO DO PROJETO
objetivos gerais
• Atender a legislação
• Aprimorar a gestão
contábil
• Dotar gestor público de
informação detalhada
sobre o gasto das
unidades consumidoras
• Permitir a avaliação de
resultado da gestão
beneficiários
• Gestor da Unidade
Operacional
– Insumos consumidos
• Alta Administração do
Órgão/Entidade
– Gastos alocados estruturalmente
• Formuladores de Política
Públicas e Órgãos de
Planejamento
– Recursos públicos aplicados, por
Programas de Governo
• Órgãos de Controle
– Avaliação de resultado
• Sociedade
– Transparência qualificada
PROJETO CUSTOS-RS
S O L U Ç Õ E S A D O TA D A S
Premissas
Estratégias de
Implantação
e
Metodologias
PROJETO CUSTOS-RS
S O L U Ç Õ E S A D O TA D A S
Sistema
Evolutivo e
Gradativo
Atendimento
às Exigências
Legais
Sistemas
Interoperáveis
Premissas
Entrada
Automática
de Dados
Conformidade
com Registros
Contábeis
Prioridade
para o
Resultado
PROJETO CUSTOS-RS
S O L U Ç Õ E S A D O TA D A S
Princípio do
Gradualismo
Intensividade no
Uso de
Tecnologia da
Informação
Estratégias de
Implantação
e
Metodologias
Abordagem por
Dimensões de
Custos
Estabelecimento
de Políticas de
Custos
PROJETO CUSTOS-RS
S O L U Ç Õ E S A D O TA D A S
• Seleção pela
relevância do gasto
• Ponderação pela
reserva do possível
• Fracionamento por
macrofases
Princípio do
Gradualismo
PROJETO CUSTOS-RS
S O L U Ç Õ E S A D O TA D A S
• Fracionamento por
macrofases
Princípio do
Gradualismo
• ALOCAÇÃO DE GASTOS DIRETOS NOS COMPONENTES ESTRUTURAIS
I
• RATEIO DOS CUSTOS DE APOIO SOBRE AS ATIVIDADES-FIM
II
• CÁLCULO DOS CUSTOS DE PRODUTOS E SERVIÇO
III
PROJETO CUSTOS-RS
S 0 L U Ç Õ E S A D O TA D A S
• Macroambiente gerador de
dados
Intensividade no
Uso de
Tecnologia da
Informação
• Macroambiente de
processamento de dados
• Macroambiente de
disponibilização de
informações
PROJETO CUSTOS-RS
Macroambientes de Custos
GERAÇÃO DOS DADOS
EXTRAÇÃO,
PROCESSAMENTO
E CARGA DE DADOS
Sistemas
Corporativos
DISPONIBILIZAÇÃO DE
INFORMAÇÕES
Sistema Operacional de
Consolidação e Relatórios
Sistemas
Locais
Estruturas
Administrativas
Sistema Nuclear
de Processamento
Sistema Gerencial de
Informações
PROJETO CUSTOS-RS
S O L U Ç Õ E S A D O TA D A S
Estratégias de
Implantação
e
Metodologias
Abordagem por
Dimensões de
Custos
PROJETO CUSTOS-RS
Dimensões de Custos
atributos do
gasto
atributos do
gasto
Sistema
CUSTOS RS
PROJETO CUSTOS-RS
S O L U Ç Õ E S A D O TA D A S
• Sensibilização, envolvimento e coordenação
de atores estratégicos
–
Rede de Colaboradores: SARH, SEPLAG, TESOURO, PROCERGS, ÓRGÃOS
USUÁRIOS
• Fortalecimento do arcabouço normativo-legal
–
LO/CAGE – Função Instituição/Competência
–
IN CAGE Nº5 - EHCC
• Instituição de mecanismos que garantam o
uso dos sistemas de custos e dos sistemasfonte - Interoperabilidade
–
Estabelecimento
de Políticas de
Custos
Protocolos e Procedimentos
• Elevação do status do Projeto
–
Projeto Estratégico do Governo
• Garantia de aporte tempestivo e suficiente de
recurso
–
Orçamentário Ordinário, FUNSEFAZ e PROFISCO
PROJETO CUSTOS-RS
PROBLEMAS & OPORTUNIDADES
riscos estratégicos e necessidades de convergência
• Custos no setor público
• Sistemas informatizados de finanças públicas
• Gestão das estruturas organizacionais do Estado
PROJETO CUSTOS-RS
PROBLEMAS & OPORTUNIDADES
Custos no Setor Público
Problemas enfrentados
Oportunidades Percebidas
• Falta de cultura na análise
sistematizada de custos
• Participação da Equipe do
Projeto em eventos,
simpósios e congressos
• Metodologia teóricoconceitual incipiente
• Inexistência de solução
modelo de TI
• Intercâmbio da Equipe do
Projeto com outras
instituições
• Realização de eventos para
– disseminação do
conhecimento gerado,
– orientação aos gestores
– treinamento de usuários
PROJETO CUSTOS-RS
PROBLEMAS & OPORTUNIDADES
Sistemas Informatizados de Finanças Públicas
Problemas enfrentados
Oportunidades Percebidas
• Execução orçamentária da
despesa:
• Parametrização pelos
ATRIBUTOS DE CONSUMO
– competência do consumo
– Qualitativo
– granularidade dos dados
– Quantitativo físico-monetário
• Inexistência de políticas de
interoperabilidade entre
sistemas
– Temporal
– Localização
PROJETO CUSTOS-RS
Atributos do Consumo
QUALITATIVO
QUANTITATIVO
Estruturação Hierárquica
de Centros de Custos
CC1
DEP1
CC2
UO
TEMPORAL
LOCALIZAÇÃO
ORGÃO
UO
DEP2
CC3
DEP3
CC4
Estruturação de Projetos
e Atividades
PROJETO CUSTOS-RS
PROBLEMAS & OPORTUNIDADES
Gestão de Estruturas Organizacionais do Estado
Problemas enfrentados
• Inexistência de mecanismos
de cadastramento e
atualização automáticos de
estruturas administrativoorganizacionais
Oportunidades Percebidas
• Instituição da
ESTRUTURAÇÃO
HIERÁRQUICA DE
CENTROS DE CUSTOS
• Implantação da
MACROFUNÇÃO DE
CADASTRO DE ESTRUTURA
• Estabelecimento de
parcerias para o
desenvolvimento de
SOLUÇÃO TECNOLÓGICA
DE GESTÃO DE ESTRUTURA
PROJETO CUSTOS-RS
APRENDIZAGEM
Implantação Experimental na SEDUC
• Macrofunção de cadastro de estrutura
• Processos informatizados
• Infraestrutura tecnológica
PROJETO CUSTOS-RS
APRENDIZAGEM
Metodologia de Integração
• Desenvolvida e implantada em 3 sistemas-fonte;
• Pessoal e Encargos
• Material de Consumo
• Água, energia elétrica e telefone (Grandes Fornecedores)
PROJETO CUSTOS-RS
APRENDIZAGEM
Metodologia das Dimensões de Custeamento
• Hierárquico-Estrutural
• Desenvolvida
• Consolidada
• Sistematizada e em processo de implantação
• Funcional-Programática
•
•
•
•
Em desenvolvimento
Consolidação em 2011
Sistematização em 2012
Implantação em 2013
PROJETO CUSTOS-RS
R E S U LT A D O S
Macrofunção de Cadastro de Plano de Centros de Custos
• Desenvolvida e em produção
• Implantada em 54 de 64 Órgãos/Entidades
• Implantada em 8.525 de 17.629 Centros de Custos
• De acordo com a Estruturação Hierárquica de Centros de
Custos – EHCC.
PROJETO CUSTOS-RS
R E S U LT A D O S
Sistema de Administração de Materiais - SAM
• Desenvolvido e em produção
• Implantado em 39 de 64 Órgãos/Entidades
• Corporativo – Módulo FPE
• Adota a EHCC
PROJETO CUSTOS-RS
R E S U LT A D O S
Sistema de Consolidação e Relatórios de Custos – CUSTOS/RS
• Desenvolvido e em produção
• Implantado em 1 de 64 Órgãos/Entidades
• Corporativo – Módulo FPE
• Contém a EHCC
PROJETO CUSTOS-RS
R E S U LT A D O S
Ambiente Gerencial de Informação de Custos – CUBO CUSTOS
• Desenvolvido e em produção
• Implantado em 1 de 64 Órgãos/Entidades
• Tecnologia DW – Portal BI da SEFAZ.RS
• Dados extraídos do CUSTOS/RS
PROJETO CUSTOS-RS
C O N TAT O
OBRIGADO!
Luiz Cesar de Souza Ribeiro
l u i z s r @ s e f a z . r s . g o v. b r
Abel Craici Podusko
a b e l p @ s e f a z . r s . g o v. b r
www.sefaz.rs.gov.br
(51) 3214-5200

similar documents