verbo - Cursinho Vitoriano

Report
Período simples: frase/oração/período
 Frase: Constituída de uma ou mais palavras, pode ser
compreendida efetivamente quando inscrito num contexto.
Que calor!
 Oração: frase ou segmento de frase que se articula em
torno de um verbo, com sujeito ou sem ele.
Quem saiu daqui
 Período: frase com uma ou mais orações; pode ser simples
ou composto.
Espero que você consiga sair daqui e que possa ter uma
vida normal
Período simples: frase/oração/período
Classificação das frases:
 Declarativas
 Interrogativas
 Exclamativas
 Imperativas
 Optativas
Termos da oração
 Essenciais: sujeito, predicado, verbo, predicativo do
sujeito, predicativo do objeto.
 Integrantes: complemento verbal, complemento
nominal, agente da passiva
 Acessórios: adjunto adnominal, adjunto adverbial e
aposto.
Termos da oração
 Vocativo: Fora dos limites do sujeito e do predicado e,
por isso, classificado à parte, o vocativo é o termo que
representa o ser (ou a coisa personificada) que é
chamado. Isolado na oração por meio de vírgulas, pode
vir antecedido de interjeições como ô!, olá!, ei!:
Perdoe-me o atraso, amiga
Morfossintaxe do verbo
 Sem o verbo, não haveria oração período, sintaxe nem,
consequentemente, comunicação.
 Verbos pessoais: Verbos que têm sujeito determinado
na oração
Maria e João foram ao cinema
Morfossintaxe do verbo
 Verbos impessoais: verbos que não têm sujeito,
exprimem, normalmente, fenômenos da natureza,
decorrência de tempo, datas, horas, distância, etc.
Choverá muito nos próximos dias
 Empregados no plano figurado, esses verbos também
podem admitir sujeito
O pai da aluna trovejou com o diretor
Morfossintaxe do verbo
 O verbo haver nas concepções de existir, ocorrer e
acontecer é impessoal:
Há mais de duzentos alunos naquela classe
 Os verbos fazer, haver, ir, passar e andar são impessoais
quando relacionados ao tempo:
Faz dois dias que foram sequestrados
 Os verbos ser, estar e fazer são impessoais quando
indicam fenômenos meteorológicos
Está frio lá fora
Morfossintaxe do verbo
 O verbo ser é impessoal quando designa datas, horas e
distâncias:
É primeiro de junho
Morfossintaxe do verbo
 Os verbos impessoais flexionam-se somente na 3ª pessoa
do singular:
Há 40 cursos aqui (oração sem sujeito)
 Os verbos auxiliares se comportam da mesma forma que o
verbo principal, isto é, só se flexionam no singular, exceto
quando determinam o verbo ser:
Devia haver mais vagas
Devem ser umas duas horas
Verbos significativos e verbos de ligação
 Verbo Intransitivo
 Verbo Transitivo
Direto
Indireto
Direto e Indireto
 Verbo de Ligação
Verbos significativos
 Intransitivos: não necessitam de um complemento
para fazer sentido.
Pedro morreu
A festa acabou
Pedro morreu (afogado)
A festa acabou (de repente)
Verbos significativos
 Transitivos: necessitam de um complemento. Não
constituem um predicado sozinhos.
- Direto: o complemento não é acompanho de
preposição
João comeu ?
João comeu o bolo
VTD
OD
Verbos significativos
- Indireto: o complemento é acompanhado de preposição
O cliente reclamou ?
O cliente reclamou da demora
VTI
OI
- Direto e Indireto: exige complemento direto ou indireto
João comprou flores para sua namorada
VTDI
OD
OI
Verbos de ligação
 Verbo de ligação: Servem para conectar ao sujeito uma palavra
ou expressão que o caracteriza: o predicativo do sujeito
São eles: ser, estar, parecer, andar, permanecer, ficar, continuar, etc.
Meus amigos são educados
VL
PS
Maria parece triste
VL
PS
Os alunos permaneceram quietos
VL
PS
Termos essenciais da oração
 Predicativo
Indicam características e qualidade de um nome;
Formam o núcleo nominal do predicado
Gabriela é alegre (predicativo do sujeito)
O
professor
considera
Gabriela
inteligente
(predicativo do objeto)
Termos essenciais da oração
 SUJEITO
 Sujeito determinado: quando é expresso na oração
•
Simples: 1 núcleo
Maria toca violão
•
Composto: mais de 1 núcleo
Maria e Pedro tocam violão
Termos essenciais da oração

Oculto/desinencial / zeugmático/ elíptico:
Esperamos por você a noite toda (s. elíptico)
Os homens são o sexo frágil: não conseguem fritar um
ovo.
(s.zeugmático)
eles
Termos essenciais da oração
 Sujeito Indeterminado: há 3 formas de indeterminar o
sujeito
Verbo na 3ªp.p: sem referência a nenhum sujeito expresso
“Roubaram meu dinheiro”
Verbo na 3ªp.s. (menos transitivos diretos) + Índice de
indeterminação do sujeito: -se
“Acredita-se em marcianos”
Termos essenciais da oração
 Oração sem sujeito: São constituídos pelos verbos
impessoais apenas na 3ª pessoa do singular
Houve alguns problemas na classe
Fazia anos que não se falavam
Termos essenciais da oração
 PREDICADO
 Predicado Nominal: constituído de verbo de ligação + nome ou
pronome relacionado ao sujeito, formando o predicativo do
sujeito que é o núcleo.
Aquilo virou um circo
S.S
v.L
predicativo do
sujeito (subst)
A suspeita é aquela
s.S
v.L predicativo do
sujeito (pron)
Seus argumentos são irrefutáveis (p.s = adj)
Termos essenciais da oração
 Predicado Verbal: constituído de verbo transitivo ou
intransitivo que é, também, o núcleo.
As aves não cantavam na gaiola
S.S
V.I
Adj.Adv
Maria Rita cantou seus maiores sucessos
S.S
VTD
O.D
Termos essenciais da oração
 Predicado Verbo-Nominal: constitui-se de dois núcleos
significativos: um verbo nocional (transitivo ou
intransitivo) e um predicativo (do sujeito ou do objeto)
Heloísa saiu preocupada
VI
PS
Paulo considera Luana esforçada
VTD
PO
Termos integrantes da oração
 COMPLEMENTO VERBAL
 Objeto direto: se conecta ao verbo sem a mediação de
uma preposição. É uma função desempenhada por:
 Substantivo:
“As mães receberam flores”
 Pronome substantivo:
“Eles não confiam em ninguém”
Termos integrantes da oração
 Numeral substantivo:
“Na loteria apostou um triplo.”
 Palavra substantivada:
“Como resposta, ele recebeu um não”
Termos integrantes da oração
 Objeto Indireto: complemento com preposição exigida
por VTI ou VTDI
Gabriela gosta de morangos
OI
O jornalista transmitiu a notícia aos leitores
OD
OI
Termos integrantes da oração
 Quando constituído de pronome oblíquo átono
(me, te, se, nos, vos, lhes), a preposição do OI fica
implícita:
Obedecia-vos fielmente (Obedecia a vós fielmente)
Pediu-lhe que viesse (Pediu a ela que viesse)
Termos integrantes da oração
 COMPLEMENTO NOMINAL
O complemento nominal é a palavra, a expressão ou a
oração substantiva que completa o sentido de um
nome (substantivo, adjetivo, advérbio), mediante
preposição obrigatória.
OI
O diretor procederá (à leitura da peça)
S.S
VTI núcleo
CN
do OI
Termos integrantes da oração
 Obs:
 O complemento nominal integra o sentido do
substantivo, adjetivo ou advérbio
 Normalmente é preposicionado
Termos integrantes da oração
 COMPLEMENTO NOMINAL E OBJETO INDIRETO:
Tinha esperança de uma vida melhor
nome
CN
Esperavam por uma vida melhor
verbo
OI
Termos integrantes da oração
Nome
Complemen Verbo
to nominal
Objeto
amor
aos pais
amar
os pais
prejudicial
à saúde
prejudicar a saúde
resposta
ao professor
responder ao professor
entrega
do material
entregar
o material
Termos integrantes da oração
 VOZES VERBAIS
 Voz ativa
A família aconselhou Antônio
Suj.
O.D
 Voz Passiva:
Antônio foi aconselhado pela família
Suj.
Agente da passiva
Termos integrantes da oração
Tipos de voz passiva:
 Voz passiva analítica:
A resposta foi dada por Luciana
Cem mil CDs piratas foram apreendidos em São Paulo
 Voz passiva sintética (V.T.D + “se”)
Vende-se casa
Alugam-se apartamentos
* se: partícula apassivadora
Termos integrantes da oração
 Voz reflexiva
A costureira feriu-se com a tesoura
Suj.
O.D.R
AADV (instrumento)

Voz reflexiva recíproca:
Os rivais atacaram-se furiosamente
OI (recíproco)
Termos acessórios da oração
 ADJUNTO ADNOMINAL: É o termo que determina,
explicita ou explica um substantivo. Possui função
adjetiva na oração, a qual pode ser desempenhada por
adjetivos, locução adjetiva, artigos, pronomes e
numerais.
Aquelas ações insensatas provocaram uma indignação
legítima.
Termos acessórios da oração
 ADJUNTO ADNOMINAL x COMPLEMENTO NOMINAL
Somente os substantivos podem ser acompanhados
de adjuntos adnominais; já os complementos
nominais podem ligar-se a substantivos, adjetivos e
advérbios. Assim, fica claro que o termo ligado por
preposição a um adjetivo ou a um advérbio só pode ser
complemento nominal. Quando não houver preposição
ligando os termos, será um adjunto adnominal.
Termos acessórios da oração
Adjunto Adnominal vai representar o executor da
ação ou o possuidor do sentimento
Amor de mãe é para sempre.
A resposta do mestre não convenceu.
Termos acessórios da oração
Complemento Nominal  Sempre vai ser o alvo da
ação ou do sentimento.
O amor pela ciência é fundamental.
A resposta ao requerimento não satisfez.
Termos acessórios da oração
 ADJUNTO ADVERBIAL: indica uma circunstância
(dando ideia de tempo, lugar, modo, causa, finalidade,
etc.) É o termo que modifica o sentido de um verbo, de
um adjetivo ou de um advérbio.
 Talvez nunca mais o encontremos
 Os turistas viajaram bem.
 Os alunos resolveram o exercício na sala.
Termos acessórios da oração
 Eram alunas muito simpáticas.
Adjetivo
 Humberto fala muito bem.
Advérbio
Termos acessórios da oração
 APOSTO
 Florianópolis, capital de Santa Catarina, possui lindas
praias.
 Lúcia, aluna do sétimo ano, foi bem na prova.
 Desejo-lhe somente uma coisa: muito sucesso.
 Esqueceram tudo: livros, cadernos, documentos...
Termos acessórios da oração
 APOSTO DE ESPECIFICAÇÃO
 O Rio Amazonas é navegável
 Comprou a televisão nas Casas Bahia da Rua
Independência.
Termos acessórios da oração
 VOCATIVO
 Maria, entre já no carro.
 Diga a verdade, Joana. Você ainda está chateada
comigo?

similar documents