Atiguidade Oriental e Classica

Report
Antiguidade Oriental e Clássica
Cronologia Egito
• Egito pré-dinástico – Período Neolítico até 3200 a.C. – formação dos
nomos e progressiva centralização a partir da agricultura
• Antigo Império - 3200 a.C. a 2300 a.C. – Construtores de pirâmides
• Médio Império 2000 a.C. a 1580 a.C.
– Invasão dos hicsos
• Novo Império – 1580 a.C. a 525 a.C.
–
–
–
–
–
–
–
Cativeiro dos hebreus
Expansão Imperialista
Akhenaton
Invasão Assíria
Domínio da Pérsia
Gregos (século IV a.C.)
Romanos (Século I a.C.)
Egito
• Grande território
– Agricultura como a principal atividade econômica
• Governo teocrático centralizado
– Religião politeísta antropozoomórfica
• Mumificação e crença na vida após a morte
– Faraó considerado um deus vivo
– Despotismo e burocracia
• Grande contingente populacional
– Sociedade hierarquizada
– Obras coletivas coordenadas pela burocracia estatal – Templos, palácios,
canais de irrigação - Modo de Produção Asiático ou Servidão Coletiva
• Supressão do indivíduo frente ao coletivo
• Paradigmas cultural, ético e moral localizados no passado
– Existência de cânones artísticos e culturais mantenedores do status quo
Mesopotâmia (c. 5000 a.C.)
• Região fértil e sem acidentes geográficos
significativos
– Grande números de invasões e sucessão de
impérios
– Prevalecimento das cidades-Estado
– Servidão Coletiva
– Elevado número de escravos
– Destaque para a ciência, a arquitetura e literatura.
Civilizações
• Sumérios e Acádios (Neolítico a 2100 a.C.)
– Invenção da escrita cuneiforme e organização em cidades-Estado independentes entre si
– Criação de sistemas de irrigação para a agricultura
– Deuses antropomórficos relacionados à natureza. Religião pessimista – não havia via
após a morte
– Cidades-Estado governadas pelo patesi – misto de sacerdote e guerreiro
– Criação de obras literárias como “A epopéia de Gilgamés”
– Sua cultura, religião, política e idioma influenciaram a região durante milênios
– Domínio do rei acádio Sargão I em 2100 a.C.
• Babilônios (Séc. XVIII a.C.)
– Imperialismo
– Hamurábi
• Assírios (1300 a.C.)
– Poderio militar
• Segundo Império Babilônico
–
–
–
–
Caldeus
Nabucodonosor
Cativeiro da Babilônia
Invasão dos persas (525 a.C.)
Hebreus
• Hebreus
– Povos seminômades dedicados à agricultura e ao
pastoreio, liderados inicialmente por patriarcas
• Vale do rio Jordão
– Cativeiro no Egito
– Êxodo e Palestina - Monoteísmo
• Inicialmente líderes religiosos/militares e posterior
centralização monárquica com Saul
• Templo de Salomão
– Cisma (Israel e Judá) e cativeiro da Babilônia –
Profetas e criação de um código de ética. Provável
época da escrita da Torá (Antigo Testamento)
Fenícios
• Norte da Palestina atual Líbano 3000 a.C.
– Cidades-Estado controladas pela elite mercantil
– Fundação de rotas comerciais
– Fundação de colônias ao longo do mediterrâneo
– Alfabeto
– Religião com sacrifícios humanos ao deus Baal
Persas
• Planalto do Irã 2000 a.C.
– Unificação a partir de Ciro, o Grande
– Imperialismo e conquista do Oriente Próximo
(Egito, Levante, Mesopotamia, Jônia)
• Satrápias e Estradas reais – manutenção da unidade
territorial
• Servidão Coletiva
• Comércio realizado por povos subjugados
– Religião Dualista Ahura-Mazda X Arimã
Grécia
• Cronologia
– Período Creto-Micênico 2000 a.C. a 1100 a.C.
• Primeiros povos
– Período Homérico – Século XII a VIII a.C.
• Idade das trevas e formação do povo grego
– Período Arcaico – VI a.C. a V a.C.
• Formação das cidades-Estado
– Período Clássico V a.C. a IV a.C.
• Apogeu da pólis grega e guerras médicas
– Período Helenístico IV a.C. a II a.C.
• Domínio da Macedônia e fusão das culturas grega e oriental
Período Creto-Micênico
• Domínio econômico e cultural da ilha de Creta
– Talassocracia
– Monarquia – rei Minos
– Liberdade feminina
– Invasão dos aqueus ou micênicos
– Domínio micênico da região
• Guerra de Tróia
– Invasão Dória
Período Homérico
•
•
•
•
•
Primeira Diáspora Grega
Formação do genos (família) oikos (lugar)
Homero – Ilíada e Odisséia
Hesíodo – Teogonia e Os Trabalhos e os Dias
Interpretação do mundo através da mitologia
Período Arcaico
• Dissolução dos genos e formação da pólis
– Genos – fratrias – tribos – demos – pólis
• Domínio da aristocracia possuidora de terras – eupátridas
– Melhores terras
– Equipamento militar
• Georgois (pequenos lavradores) esmagados por dívidas
– Escravidão - Modo de produção escravista
• Thetas – Trabalhadores sem-terra
• Segunda Diáspora Grega
– Colonização do Mediterrâneo, Norte da África e Mar Negro
– Formação de uma classe de ricos comerciantes
– Surgimento dos hoplitas
Período Arcaico
• Esparta
– Oligárquica e militarizada
• Espartanos, periecos e hilotas (escravos do Estado)
• Gerúsia, Eforato e Diarquia
• Atenas
– Incialmente Monárquica, tornou-se Oligárquica
• Arcontado
• Areópago
– Mudanças advindas da Colonização
• Legisladores (Drácon, Sólon – Bulé e Eclesia)
• Tiranos (Pisístrato, Hiparco e Hípias)
• Clístenes – Democracia
– Ostracismo
– Limites da democracia
Período Clássico e Helenístico
•
•
•
•
Guerras Médicas
Liga de Delos
Guerra do Peloponeso e declínio da polis
Domínio da Macedônia – Queronéia
– Monarquia eletiva militarizada
– Filipe II
– Alexandre, o Grande
• Expansão imperialista macedônica e conquista da
Pérsia – Fim da cultura helênica e início da cultura
helenística
Cultura Grega
•
Filosofia – explicar o mundo através da razão
–
–
–
–
–
–
–
–
•
•
Escola de Mileto (Ciência)
Pitagóricos (matemática)
Sofistas – Protágoras “O Homem é a medida de todas as coisas”
Sócrates – filosofia ocupa-se do Homem e da ética
Platão – Idealismo
Aristóteles - materialismo
Racionalismo
Humanismo
Olimpíadas
Arte
–
Arquitetura
•
•
•
–
•
•
Jonica
Dórica
Coríntia
Teatro
Religião – deuses antropomórficos com características humanas
Período Helenístico
–
–
–
–
Epicurismo
Estoicismo
Ceticismo
Penetração das concepções religiosas orientais
Roma
• Origens – Aldeia do Lácio fundada por volta de
1000 a.C.
• Inicialmente uma cidade-Estado monárquica
– Lenda de Rômulo e Remo
• Sociedade dividida entre patrícios, plebeus,
clientes e escravos
• Política controlada pelo Senado formado
exclusivamente pelos patrícios
• Domínio dos Etruscos
• Criação da República (509 a.C.)
República (509 a.C. a I a.C.)
• Política – Magistrados, Assembléias
• Lutas sociais
– Tribunato da Plebe
– Lei das XII Tábuas
– Leis Licínias
• Expansão Territorial
– Guerras Púnicas
– Mudanças sociais
• Escravismo
• Reforma Agrária
– Declínio da República
• Guerras civis
• Triunviratos
Império (I a.C. a V d.C.)
•
Principado
– Século de Augusto
•
•
•
•
Centralização administrativa
Expansão territorial
Universalização da cultura greco-romana
Expansão do comércio
– Cristianismo
– Crise do século III
•
•
•
•
•
Dominato
–
–
–
–
–
•
Escassez de mão-de-obra
Inflação
Crise política
Crise Militar
Intervenção Estatal
Imperador com características orientais (Autocracia)
Diocleciano
Constantino
Teodósio
Queda – 476 d.C.

similar documents