Hipertensão Arterial Pulmonar

Report
- Tromboembolismo Pulmonar Agudo
- Tromboembolismo Pulmonar Crônico
- Hipertensão Arterial Pulmonar
• A escolha dos métodos diagnósticos dependem:
•
•
•
•
•
•
Probabilidade clínica para o TEP/HAP
Disponibilidade dos testes diagnósticos
Risco para o uso do contraste iodado EV
Risco para exposição à radiação
Custo/Benefício
Clínica do paciente
• Importância da Angiotomografia:
• Disponibilidade - Multislice
– Injetora
– Capacitação equipe
Segurança
• Detecção de outras doenças em até 70% dos pacientes
– Parenquimatosa
– Pleural
– Mediastinal
• PODE SER COMBINADO COM TC DE PELVE E MEMBROS INFERIORES
(Doppler)
- Terceira doença cardiovascular mais freqüente
- Incidência: 500.000 indivíduos / ano
50.000 mortes/ano – Mortalidade 10%
Diretos
Falha de enchimento
luminal
- Parcial
- Completo
Cardiovasculares
-
Relação VD/VE > 1
Abaulamento de septo
Dilatação VCI
Refluxo de contraste
veias hepáticas
Relação VD/VE > 1
Dilatação Sistema Ázigos/Hemiazigos
Abaulamento
Retificação do Septo
Dilatação VCI
Refluxo de contraste veias hepáticas
Indiretos - Parenquimatosos
- Consolidação
- Oligoemia
- Atelectasias laminares
Equipamento: Activion 16 canais Toshiba
Número de pacientes: 568 – 403 fem. e 165 masc. – IM: 55 (13-95anos)
Total de casos com TEP confirmado: 84 pacientes – 15%
Total de casos com TEP e Infarto: 51 casos – 60%
Total de casos com Infarto e Sinal do Halo Invertido e reticulação: 36 casos – 70%
AVV, 54 a
Masc
DFA, 25 a
Masc
GNS, 39 a
Fem
Sinal do halo invertido
com Reticulação
Diretos
Indiretos
Vasculares
Cardíacos
Parenquimatosos
Diretos
Falha de enchimento luminal
Indiretos
Dilatação artérias
brônquicas
- Crescente - Angulo obtuso
- Irregularidades luminais
(Bandas endoluminais)
Hipertensão Pulmonar
(0,5 a 5%)
Bandas
Angulo
Obtuso
Diretos
Artérias
Brônquicas
Indiretos
HAP
Indiretos - Parenquimatosos
Bandas Parenquimatosas
Atenuação em Mosaico
Atenuação em Mosaico
Definição
- PMAP > 25 mmHg repouso
Cateterismo Direto
- Leve – 26 a 35 mmHg
- Moderada – 36 a 45 mmHg
- Grave - > 45 mmHg
Classificação
Pré Capilar
- Idiopática
- Doença trombótica
- Obstrução vascular proximal
- Vasculites
- Cardiopatias Congênitas
- Doenças pleuroparenquimatosas
Pós Capilar
- Aumento da pressão
venosa
- Coração Esquerdo
- Doença veno-oclusiva
- Hemangiomatose Capilar
Rx de Tórax
-
Dilatação artérias centrais
Afilamento abrupto periférico
Sobrecarga de VD
Tomografia Computadorizada – Angiotomografia
-
Diâmetro artéria pulmonar > 29mm
VPP – 95%
Especificidade – 89%
Avaliação Parenquimatosa
-
Diâmetro artéria pulmonar > Aorta
VPP – 95%
Especificidade – 90%
Tomografia Computadorizada - Angiotomografia
- Diâmetro artéria pulmonar > 29mm
- Relação artéria/brônquio > 1 em ao menos tres lobos
- Especificidade – 100%
Relação AP/AO > 1
Diâmetro > 29mm
Relação AP/Bronquio > 1
Três ou mais lobos
Tomografia Computadorizada - Angiotomografia
- HAP Idiopática ou Primária
- Secundária
Clínica
- Jovens – 20 a 45 anos
- Sexo Feminino
- Delay 2 anos para diagnóstico
- Prognóstico ruim – sobrevida média 2.8 anos
- Sobrevida após 5 anos – 34%
Histopatológico – Arteriopatia Plexogênica
75% dos casos – Correlação Tomográfica
Angiotomografia
HAP Primária
HAP Secundária
Trombos casos graves – Centrais
Trombos e bandas frequentes
Centrais e periféricos
Dilatação artérias brônquicas
incomum
Dilatação artérias brônquicas
comum
Atenuação em Mosaico
Difusa
Atenuação em Mosaico
Geográfica
Arteriopatia Plexogênica
Presente
Arteriopatia Plexogênica
Ausente
Angiotomografia
HAP Primária
Trombo casos graves – Centrais
HAP Secundária
Trombo e bandas frequentes
Centrais e periféricos
Angiotomografia
HAP Primária
Dilatação artérias brônquicas incomum
HAP Secundária
Dilatação artérias brônquicas comum
Angiotomografia
HAP Primária
Atenuação em Mosaico Difusa
HAP Secundária
Atenuação em Mosaico Geográfica
Angiotomografia
HAP Primária
HAP Secundária
Arteriopatia Plexogênica - Presente
Arteriopatia Plexogênica - Ausente
Pequenos vasos periféricos
Aspecto em saca rolhas
Angiotomografia
HAP Primária
HAP Secundária
Trombos casos graves – Centrais
Trombos e bandas frequentes
Centrais e periféricos
Dilatação artérias brônquicas
incomum
Dilatação artérias brônquicas
comum
Atenuação em Mosaico
Difusa
Atenuação em Mosaico
Geográfica
Arteriopatia Plexogênica
Presente
Arteriopatia Plexogênica
Ausente
Mulher, 15 anos
Adinamia e dispneia progressiva aos esforços há
2 meses. Síncopes e emagrecimento
Cianose, baqueteamento digital, hiperfonese de
P2, sopro sistólico e taquipneia
ECG: sobrecarga biatrial e ventricular direita
ECO: Hipertensão arterial pulmonar grave
 calibre do tronco arterial pulmonar - HAP
 Cardiomegalia:  câmaras cardíacas direitas
Múltiplas opacidades pulmonares em vidro
fosco, predominantemente centrolobulares
 Doenças raras (0,1-0,2 casos / milhão)
 Mais comuns em jovens (< 20 anos)
Achados clínicos, de imagem e histológicos semelhantes;
prognóstico e conduta são os mesmos
 Dispneia progressiva, tosse, síncopes, cianose, baqueteamento
digital e hemoptise
 Prognóstico ruim, com sobrevida de 2 a 3 anos
Brown ML et al. Ann Thorac Surg 2008;86:946-51
Frazier AA et al. Radiographics 2007;27:867-82
Simmoneau G et al. JACC 2009;54(1):S33-54
Oclusão vascular venosa e capilar, fibrose intimal, proliferação e
dilatação da rede capilar, espessamentos septais interlobulares,
hemorragias alveolares e hemossiderose pulmonar
Frazier AA et al. Radiographics 2007;27:867-82
Homem de 16 anos, com dispneia progressiva
Doença pulmonar veno-oclusiva / Hemangiomatose capilar
- Crianças e adultos jovens
- Ambos os sexos
- Etiologia desconhecida: quimiot, autoimune,
infecçao viral, TMO, etc…
- Dispnéia progressiva
- Episódios de edema pulmonar agudo
- Hemoptise
- Diferenciação importante para tratamento
- Uso de vasodilatadores pode levar a edema fatal
- Imagem: HAP+edema intersticial e alveolar
- Veias pulmonares calbre reduzido
- Opacidades em vidro fosco centrolobulares
- Linfonodomegalia
Muito Obrigado!!!

similar documents