Professora Wanda Camargo

Report
Compartimentalização do conhecimento
em campos altamente especializados,
para obter eficiência técnica.
Docente: transmissor de conteúdos.
Discente: retenção e repetição.
Avaliação: somativa.
Processos de ensino-aprendizagem que
priorizam a participação ativa de
educandos e educadores na construção
do conhecimento.
Docente (tutor): problematização como
estratégia
Discente: liberdade e autonomia.
Avaliação: processual e formativa.
Metodologia Tradicional
Metodologia Ativa
Centrada no professor
Centrada no aluno
Professores capacitados em
conteúdos
Professores capacitados em
educação integral
Trabalho isolado
Trabalho em equipe
Orientada por conteúdos
Orientada por competências
Transmissão de informações e
memorização.
Construção do conhecimento,
desenvolvimento de habilidades e
atitudes.
Ensinar-aprender com observação Aprender a aprender com
passiva dos estudantes.
participação ativa dos estudantes.
Avaliação somativa ao final das
unidades.
Avaliação formativa, com retornos
constantes ao longo das unidades.
“A mais importante atitude a ser formada é a
do desejo de continuar a aprender”
Princípios: Atividade, Utilidade, União dos Meios e
Fins, Democracia, Científico.
Problemas ou situações que geram
desequilíbrios ou perturbações intelectuais.
dúvidas,
Valorizar
criativas.
soluções
experiências
concretas
para
Problem Based Learning
ou
Aprendizagem Baseada em Problemas
Ensino integrado e integrador de conteúdos
referentes aos problemas relativos a uma
futura profissão dos alunos.
.
7
6
5
4
3
2
1
Rediscussão dos avanços de conhecimento
Estudo individual
Definição dos objetivos de aprendizagem
Selecionar explicações plausíveis para o caso
Explicações com base no conhecimento prévio
Identificar as questões propostas pelo enunciado
Discutir o problema elaborado pelo professor
Problema
especificamente elaborado
Descrição
neutra do fenômeno em estudo
Objetivo
cognitivo definido
Controle
dos resultados - alteração do problema
Hipóteses
Grupo
partindo de conhecimentos prévios
discute ao início e ao fim - conhecimento
A elaboração de problemas adequados ao
conhecimento prévio dos alunos exige alto grau
de especialização.
 O método representa uma mudança profunda
para o hábito dos discentes.
 Cada hora de tutoria geralmente requer quase
quinze horas de preparo, principalmente nas
primeiras turmas – (remuneração?)
 A tutoria deve ser realizada idealmente para
cada grupo de dez alunos – ou menos.

A Problematização
estuda problemas
retirados de um cenário
real, em todas as suas
contradições e desafios
cognitivos.
Uma das referências de
utilização é o Arco de
Maguerez.
Observação da realidade: levantamento do
maior número possível de dados. Definição de
pontos-chave e redação do problema.
 Teorização: etapa do estudo e da investigação.
As informações são tratadas, analisadas e
avaliadas.
 Hipóteses de solução, construídas após estudo
e reflexão.
 Aplicação prática das decisões tomadas.

Ação – Reflexão – Ação transformadora
Prática – Teoria – Prática



Cursos de Enfermagem e formação de
professores constituem os maiores
usuários
da
metodologia.
Novas
experiências em Engenharia e Artes.
O grupo discente deve ser pequeno para
maior aproveitamento.
A experiência docente propicia uma
melhor seleção de casos para os
conhecimentos prévios do aluno.
Problema
Outros
Não
identificado em campo
problemas como desdobramento
há controle dos resultados
Hipóteses
formuladas após o estudo na
Teorização
Grupo
trabalha junto o tempo todo, sob
supervisão docente – grande proximidade.
TRADICIONAL
Ensinar
Aprender
PBL
PROBLEMATIZAÇÃO
Aprender a aprender
Aprender fazendo
Disciplinas estanques
Problemas planejados
para aprendizagem
Problemas oriundos da
realidade
Aulas expositivas
Tutorias
Realidade como campo
de atuação
Aluno passivo – Professor
central ao processo
Aluno central ao
processo– Professor
facilitador (tutor)
Aluno central ao
processo- Professor
instrutor e comunidade
participante
Prática em laboratórios
específicos
Prática em laboratórios
multifuncionais
Prática em cenários
reais
Avaliação somativa
Avaliação formativa e
somativa
Avaliação formativa e
somativa
“O que eu ouço,
eu esqueço; o que
eu vejo, eu lembro;
o que eu faço, eu
compreendo.”
Confúcio (séc. VI a.C.)
A Escola deve mudar profundamente ao
longo do século XXI.
Fundamentos da Educação incluirão
práticas de solução de problemas,
estímulo à criatividade, inovação e
aprendizagem ao longo da vida.
O Professor continua essencial.
Profª Wanda Camargo
[email protected]

similar documents