Slide 1 - Leandro Stormer

Report
Webinar:
Happy Hour
Composição Patrimonial
Equilíbrio:
Ar risque pouco, ganhe pouco.
Ar risque muito, encontre a r uína.
O ponto ótimo no meio.
A VIRTUDE NÃO É MÉDIA, ELA É A MÉDIA JUSTA
A mediedade opõe-se a dois vícios simétricos: o excesso
e a falta.
Quais são essas práticas que não são virtudes? Os vícios.
Lógica:
A ideia é montar uma estrutura financeira que :
Resista a Crises.
Cresça Progressivamente de forma linear, estável e
harmônica.
Seja auto-alimentada.
Permita a formação de um patrimonio eu possibilite
uma aposentadoria plena, satisfatória e
adequada.
Assim sendo por onde inicio?
No início:
Traçamos um objetivo final, para então podermos definir nossas táticas a
serem empregadas.
Patrimônio
Renda Fixa 33%
Estruturas de Lastro
33%
Renda variável
33%
A divisão Percentual:
• Pode ser usada como classicamente se preconiza:
• 100 – idade da pessoa = percentual para renda
variável.
• Uma pessoa com 30 anos
• Deveria alocar 100-30 = 70 do seu capital em renda
variável e o restante nas rendas fixas.
• Mas eu gosto de primeiro seguir uma rotina.
O que desejamos?
Naturalmente :
Ter uma condição que nos sustente, sem nosso trabalho.
Ter uma vida próspera e benéfica para nós e para as pessoas que
nos rodeiam.
Para isso, precisamos exercer um vida Ética e permeada de
virtude.
Ela que nos levará a uma vida plena , alegre e feliz.
A virtude esta longe dos prazeres imediatistas.
Assim como nosso planejamento financeiro deve estar longe dos
resultados mais imediatos.
Devemos ter uma visão de prazo adequado.
Resumindo tudo em uma frase:
• “ Compre ativos, venda passivos”.
• Uma segunda frase:
• “ Compre ativos todos os meses”.
• Ativos – tudo que uma vez comprado, lhe trará
mais dinheiro.
• Passivos – Tudo que uma vez comprado, lhe trará
mais CONTAS para pagar.
Virtudes:
Prudência - É aquela virtude que permite ao entendimento reflexionar sobre
os meios conducentes a um fim racional. ( Não colocar todo capital em um
único compartimento)
Fortaleza ou valentia - Consiste na disposição para, em conformidade com a
razão, isto é, em atenção a bens mais elevados, arrostar perigos, suportar
males e não retroceder, nem mesmo ante a morte. A paciência, por exemplo,
é uma virtude subordinada à fortaleza, e consiste na capacidade constante
de suportar adversidades. ( comprometimento com o que se propôs a
executar)
Temperança - Consiste em aperfeiçoar constantemente a potência sensitiva,
de modo a conter o prazer sensual dentro dos limites estabelecidos pela sã
razão. Assim, a moderação é a temperança no comer, a sobriedade no
beber, a castidade no prazer sexual. São aparentados com a temperança: a
negação ou domínio de si mesmo, isto é, a vontade de não se deixar desviar
do bem, nem sequer pelas mais violentas excitações do desejo.
Justiça - Consiste ela na atribuição, na equidade, no considerar e respeitar o
direito e valor que são devidos a alguém, ou a alguma coisa.
Virtudes na vida Patrimonial:
Uma vez estabelecida a meta, devemos
perseguir a execução das táticas que nos
levarão ao resultado desejado.
Primeiro : Garantir subsistência.
Segundo: garantir crescimento.
Terceiro: garantir melhor desempenho.
Garantir Subsistência:
A primeira estrutura que devemos montar é aquela
que funciona como um colchão de liquidez.
Então, O primeiro dinheiro que tivermos para
“guardar” deve ir para a formação desse caixa
de proteção. Até que o caixa esteja plenamente
carregado.
Para definir o montante desse caixa:
Multiplicamos nosso custo fixo mensal por 12
Exemplo:
Supondo um custo fixo mensal de R$7.000,00.
Multiplicando por 12 teremos que criar um caixa de reserva de R$84.000,00.
Se não tivermos esse capital, então, iremos construindo ele mensalmente na
estrutura de renda fixa que usaremos como reserva.
Onde alocar esse capital?
Idealmente em uma renda fixa que consiga um desempenho atrelado a inflação
ou próximo do Cdi.
Exemplos:
A) FUNDO DE INFLAÇÃO
GESTORA: MIRAE ASSET (KOREA)
FUNDO: MIRAE ASSET IMAB RENDA FIXA
PL: 12MM
INICIO: 30/06/2011
APLICAÇÃO MINIMA: 25 MIL
TAXA ADM: 0,30%
LIQUIDAÇÃO: D+1
Outros exemplos:
Títulos do governo :Ntn-b 150824 – IPCA +4,34% a.a
Cdbs com 95 a 110% do cdi.
Debentures – pagando em media ipca + 4,15 ou 5,50%
a.a.
Então:
O que nós precisamos fazer , ANTES de pensar
em bolsa, ações ou renda variável é
montar essa proteção, alocando
mensalmente o que for possível para sua
criação.
Uma vez estabelecida essa primeira proteção.
Iremos construir a segunda caixa.
Segunda Caixa
Essa tem como objetivo : Criação de um Lastro
financeiro
O lastro necessário para sobreviver a crises, crashes e
desastres financeiros.
Já sabemos tamanho inicial que essa caixa deverá ter
= O mesmo tamanho inicial da caixa 1.
Iremos com esse capital de aporte mensal, ir
comprando os ativos que constroem essa caixa.
Ativos dessa caixa:
• Imóveis – salas de locação, apartamentos para
aluguel.
• Ouro físico ( ÚNICO LASTRO REAL)
• Fundos imobiliários.
• Carteira de dividendos ( aqui coloco um
componente que em si é renda variável, mas que
eu considero como um lastro financeiro) Apesar de
entender claramente que em situações de crash,
esse componente será fortemente afetado.
• Carteira de crescimento nominal ( especialmente
importante nos anos fortes do mercado)
Como dispor esses valores?
• Bom, se forem feitos aportes mensais.
• Então sabemos que essa caixa irá ter inicialmente
no final de sua formação R$ 84.000,00.
• Se pensarmos em fundos imobiliários, ouro e
carteira de dividendos, podemos ir mensalmente
aportando e comprando esses ativos.
• Sabemos que o ouro NÃO tem função ganhar
dinheiro. Ele é lastro. 10% do capital pode ficar
nesse lastro.
Fundos imobiliários:
• Poderíamos passar uma tarde inteira falando só
disso.
• Basicamente, se compram cotas, de fundos que
irão construir um imóvel, locá-lo e distribuir o lucro
entre os cotistas. Alguns fundos ,ainda irão construir,
outros já tem seu imóvel construído.
• A rentabilidade é obtida por distribuições mensais,
dependendo do fundo, livres de Imposto de renda.
Exemplo de fundo em captação:
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
C) FUNDO IMOBILIARIO RIO NEGRO
EM FASE DE CAPTAÇÃO ATE 25/05
RENTABILIDADE: 0,85% A.M
OFERTA: R$ 265 milhões.
ATIVO: CENTRO ADMINISTRATIVO RIO NEGRO
(http://www.carn.com.br/ )
·
2 torres corporativas (lajes), 1 deckparck (estacionamento), 3
lojas no térreo, 10 depósitos.
·
Edifício AAA, com Certificação greenbuilding de
sustentabilidade
·
Valor de aquisição apenas das 2 Torres = R$ 213,5 milhões, ou
seja, R$ 6.687/m² de ABL
·
Valor de aquisição das Lojas e do deckparck = R$ 24 milhões
·
A receita do fundo será proveniente dos contratos de aluguel
já firmados.
São negociados em bolsa.
www.fundoimobliliariio.com.br
• Por enquanto, o rendimento tem vindo livre de
imposto de renda.
• O que dá um excelente retorno .
• Permitindo que o rendimento forneça o dinheiro
necessário para comprar mais cotas todos os
meses.
• Uma carteira de R$50.000,00 em fundos imobiliários,
prove mensalmente em torno de R$400,00 reais
mensais, livres de imposto de renda.
• O equivalente a R$ 4800, 00 em um ano.
Carteira de dividendos:
• Iremos falar em um happy hour específico sobre
esse tema.
• Resumidamente:
• Escolhemos 4 empresas pagadoras de dividendos
e alocamos nosso capital nelas equitativamente.
• Os dividendos produzidos são utilizados para mais
compras dos ativos.
• Os dividendos médios distribuídos no país são em
torno de 16% a.a .
• Uma carteira com R$50.000,00 proveria em média
R$8.000,00 por ano.
• Muito bem, se decididos usar 3 instrumentos desse
grupo então seria:
• Fundos imobiliarios, até R$28000,00 usando os
rendimentos e os aportes mensais ate completar
essa cota.
• Depois usar rendimentos + aportes mensais para
compra de carteira de dividendos até ter R$28.000
nessa carteira.
• Após , usar redndimentos + aporte mensal +
dividendos para construir carteira de valoriza~ção
nominal.
Então vejamos como estão as coisas:
• Temos um dinheiro alocado em debêntures e
títulos.
• Que nos dão uma entrada mensal.
• Usamos essas entradas para comprar fundos
imobiliários, dividendos e ativos nominais.
• Por enquanto não fizemos trades ainda. Nem
chegamos perto do mercado de ações para
trade.
• Mas agora que temos nossas duas carteiras
construídas, passamos para a próxima caixa.
Terceira caixa:
• Renda variável.
• Essa caixa tem como propósito, o rápido
crescimento do capital.
• Iremos alocar aqui idealmente um capital
pequeno no inicio e ir crescendo esse capital com
trades controlados com manejo de risco. Dentro do
prazo que melhor nos adaptarmos dentro do
mercado.
• Após esse crescimento atingir um igual tamanho as
outras duas caixas iremos proceder o que eu
chamo de retorno a média.
Vimos onde está a virtude
• Na média.
• Agora temos 33% do nosso capital em cada uma dessas
caixas.
• O rendimento de cada caixa, ficará nas suas
respectivas caixas.
• Até que em maio eu realizo um reajuste das caixas.
• E em Outubro outro reajuste.
• São dois reajustes anuais. Realizados com a intenção de
deixar sempre 33% do capital alocado nas caixas.
• Em maio, muitas vezes a caixa de renda variável esta
bem melhor que as outras, o que me faz tirar dinheiro
da renda variável e levar para os outros mercados.
• Essa recomposição pode ser feita anualmente, ou
semestralmente.
• Redistribuindo de forma adequada seu dinheiro.
• É um processo longo, demorado, mas que se bem
executado pode prover uma bela forma de
crescimento.
• Note que quando as taxas de juros estão baixas (
e nossos títulos não estão rendendo bem) a bolsa
estará usualmente bem...
• Depois de algum tempo, compensando as caixas,
você percebe que realizar lucro e migrar para algo
que esta deprimido é uma ótima idéia.
Conclusão
• Distribuir o capital entre diferentes ativos é a forma
mais interessante de proteção de nosso patrimônio.
• Observe que inicialmente precisamos compor as
estruturas mais seguras, garantindo uma
subsistência básica.
• Posteriormente podemos passar a atuar de forma
mais agressiva.

similar documents