A Indústria do Grafeno

Report
Carros de Grafeno como Serviço
André Salgado
Eduardo Abe
Felipe Prettel
Agenda
•
•
•
•
•
•
Conceito
Evolução
Usos
Análise
Por que é um NME?
Referências
Grafeno
•
•
•
•
Composto de carbono
Lâminas com um átomo de espessura
10 vezes mais resistente que o aço
Abundante na natureza e já sintetizado em
laboratório
• Nobel de Física de 2010 a Andre Geim e Konstantin
Novoselov (Univ Manchester)
Onde estamos?
• O “novo silício”
– Criação de processadores
menores, que cheguem a 500
GHz
– Pesquisas na área de storage
– Porta para a Internet ultrarápida (20 x superior a fibra
óptica em conversão luz /
energia)
Mas...
•
•
•
•
Se é abundante
Mais resistente que o aço
Mais leve e mais fino
Poderia chegar às Ruas???
Evolução no Consumo de Combustíveis
Consumidor já pensa em alternativas
O Modelo de Negócio
• Construção de carros de grafeno, em parceria com
uma montadora
• Utilização de motores elétricos, suportados por
baterias de alta potência
• Duas formas de comercialização:
– Carro como Serviço (core)
– Venda convencional
• Conceito inspirado no Hypercar, proposto por
Amory Lovins et al. no livro Natural Capitalism.
O Modelo de Negócio
• Projeto do automóvel em conjunto com uma
montadora
• Nossa empresa fornecerá os componentes do carro
criados a partir do grafeno e as baterias de alta
eficiência
• Exploração do conceito de carro como serviço
• Manutenção e descarte responsável do carro ao final
da sua vida útil
O Modelo de Negócio
• Cliente eventual
– Cadastra-se no site e efetua reserva do automóvel,
escolhendo local para retirada e devolução.
• Cliente pré-pago
– Adquire créditos para uso de veículos dentro de um
determinado período
• Cliente pós-pago
– Adquire um pacote de horas para consumo mensal,
pagando as horas excedentes
Pontos de presença
• Em locais estratégicos, como aeroportos e zonas
comerciais
• Convênios e parcerias com shopping centers,
supermercados e estacionamentos, de forma a
reduzir despesas com aluguéis
• Estes locais também serviriam como pontos de
recarga para os automóveis
• Distribuição de smart cards para os clientes no
momento do cadastro
Análise SWOT
Pontos Fortes







Meio de transporte sustentável;
Consumo reduzido de combustível o que
propicia a utilização de energia
alternativa;
Comodidade e facilidade para o cliente;
Serviço sob-demanda;
Tempo de vida útil programado e
controlado;
Menor impacto ambiental;
Principal material do automóvel pode ser
reciclado.
Pontos Fracos




Oportunidades




Conscientização da população em
utilizar o carro como um serviço;
Crescente importância da
sustentabilidade econômica e social;
Parceria com montadoras;
Parceria com ONG’s.
Preço do veículo mais alto em relação a
modelos de mercado;
Poucos testes/ produtos criados a partir
do grafeno;
Alto investimento para produção dos
automóveis;
Requer treinamento e mão de obra
especializada.
Ameaças



Modelo de fornecimento de automóvel
como serviço pode não ser aceito pela
população (status);
Cliente não aderir à idéia de
sustentabilidade;
Ampliação do número de concorrentes.
Modelo das Cinco Forças
Ameaça de novos entrantes
Não significativa no curto prazo, dado que o uso do grafeno na
indústria automobilística requer tecnologia que não está amplamente
disponível.
O modelo de carro como serviço baseado em automóveis
convencionais possui custos operacionais mais altos, em razão dos
custos com combustíveis
Poder de barganha dos fornecedores
Alto, uma vez que nosso modelo compete
com o modelo tradicional de venda de
automóvel e nosso NME não se
beneficiaria da obsolescência
programada imposta pela indústria
Poder de barganha dos clientes
Alto, se considerarmos as outras formas de
deslocamento por automóvel, tornando-se menor à
medida em que nos aproximamos do conceito de
“carro como serviço”
Ameaça de produtos substitutos
Sim, à medida que o produto
concorre tanto com outros modais
(transporte público, bicicletas), tanto
com outras formas de uso de
automóvel (compra, aluguel, táxi). O
diferencial aqui seria o uso de um
carro elétrico, de alta eficiência, em
função de seu baixo peso.
Rivalidade entre concorrentes
Limitada dentro do modelo de “carro como
serviço”, uma vez que os modelos atuais usam
carros com motor a combustão.
A concorrência aumenta se passamos a
considerar os outros usos para o automóvel
(compra, aluguel, táxi), onde nos
diferenciaríamos por oferecer um produto
ecologicamente viável.
Matriz de Incerteza
De acordo com as análises realizadas anteriormente, colocamos abaixo a matriz de
incerteza que relaciona a importância do aspecto e sua incerteza em relação ao futuro.
+
-
INCERTEZA
+
A
S
P
E
-
IMPORTÂNCIA
T
S Social
A Ambiental
P Política
E Economia
T Tecnologia
Cenários
Fatores pré-determinados:
• País com economia crescente e taxa básica de juros
no Brasil com viés de baixa, viabilizando grandes
projetos;
• Produção nacional de automóveis incentivada pelo
governo;
• Demanda por alternativas aos atuais meios de
transportes;
• Tecnologia na produção e manipulação do grafeno
em estágio avançado.
Cenário 1
• As pessoas estão conscientes de que o modelo atual
de transporte não é sustentável.
• Governo incentiva a produção e utilização de
energias renováveis.
• Montadoras de veículos automotivos sabem que
devem investir em alternativas aos atuais modelos
de veículos.
• Tecnologias na produção de células combustível se
fazem viáveis.
Cenário 2
• Poucas pessoas têm consciência de que o atual modelo
de carros não será viável dentro de poucas décadas.
Pouca adesão aos programas de sustentabilidade.
• Montadoras de veículos automotivos se sentem
ameaçadas com o novo modelo de carros e fazem lobby
junto ao governo.
• Tecnologias na produção de células combustível ainda
se encontram em estágio embrionário e ainda não há
produção em escala industrial
• Geradoras de energia fazem lobby para o uso contínuo
de combustíveis fósseis até o término de suas reservas.
Cenário 3
• Poucas pessoas têm consciência de que o atual modelo
de carros não será viável dentro de poucas décadas.
Pouca adesão aos programas de sustentabilidade.
• Governo incentiva a produção e utilização de energias
renováveis.
• Montadoras de veículos automotivos sabem que devem
investir em alternativas aos atuais modelos de veículos.
• Tecnologias na produção de células combustível ainda
se encontram em estágio embrionário e ainda não há
produção em escala industrial
Ações e Resultados
• Ação proposta: Criação de parcerias com mais de
uma montadora de automóveis que estejam
interessadas em investir em modelos sustentáveis
de veículos automotores.
• Resultado esperado: Ampliação da gama de ofertas
aos clientes em relação a marcas e modelos.
• Risco: As montadoras podem não estar propensas a
investir em automóveis duradouros e sustentáveis.
Ações e Resultados
• Ação proposta: Investimento em Pesquisa e
Desenvolvimento
• Resultado esperado: Ampliação das opções de
geração e armazenamento de energia e novas
utilizações para o grafeno.
Ações e Resultados
• Ação proposta: Publicidade e gestão de marketing
• Resultado esperado: Conscientização da população
de que devemos ser sustentáveis e ter
responsabilidade social. Também devemos mostrar
que usar o carro como um serviço pode-se ser mais
economicamente atrativo do que possuir um carro
como bem a ser ostentado.
Referências
•
•
•
•
•
•
http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=papel-degrafeno&id=010160110429 – acessado em 17 set 2011
http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=grafeno-econfirmado-como-o-material-mais-forte-que-existe&id=010160080728 –
acessado em 17 set 2011
http://www.tecmundo.com.br/4500-pesquisadores-testam-telas-sensiveis-atoques-feitas-de-grafeno.htm
http://www.tecmundo.com.br/8833-conheca-as-baterias-flexiveis-degrafeno.htm
http://www.tecmundo.com.br/12145-pesquisadores-criam-baterias-melhoresusando-grafeno-e-estanho.htm
Natural Capitalism - http://www.natcap.org/
Obrigado !
André Salgado
Eduardo Abe
Felipe Pretel

similar documents