sementes

Report
OS COMPONENTES ATUAIS DO REINO PLANTAE
VASOS CONDUTORES
SEMENTE
FRUTO
Avasculares
(sem vasos)
FILOS
Briophyta
Hepatophyta
Anthocerophyta
Vasculares
Sem semente
Vasculares
(com vasos)
Com
sementes
Pteridophyta
...
Gimnospermas
(sem frutos)
Coniferophyta
Cycadophyta
Gnetophyta
Ginkophyta
Angiospermas
(com fruto)
Magnoliophyta
Anthophyta
BRIÓFITAS
• Possuem clorofila a e b;
• Possuem amido como polissacarídeo de reserva;
• As células possuem parede (composta por celulose);
• Presença de cutícula;
• As briófitas são características de ambientes terrestre
úmido, embora algumas apresentem adaptações que
permitem a ocupação dos mais variados tipos de
ambientes, resistindo tanto à imersão, em ambientes
totalmente aquáticos, como a desidratação quando
atuam como sucessores primários na colonização, por
exemplo, de rochas nuas ou mesmo ao congelamento
em regiões polares.
• Apresenta-se, entretanto sempre dependentes da água,
ao menos para o deslocamento do anterozóide flagelado
até a o osfera. Apresenta alternância de gerações.
PTERIDOPHYTA
• As pteridófitas são um grupo de vegetais vasculares
sem sementes, com o cormo composto por raiz, caule e
folhas. Incluem as samambaias e cavalinhas, entre
outras
• O seu ciclo de vida possui duas fases alternantes: a fase
gametofítica (gametófito) e a fase esporofítica
(esporófito).
• Nas pteridófitas, o esporófito é a fase dominante, de
maior porte, ao contrário do que acontece nas briófitas
(ou musgos), grupo que antecede as pteridófitas.
• O esporófito produz esporos, que são dispersados pelo
vento.
GAMETOFITO
ESPOROFITO
HAPLOIDE (origina-se dos
esporos)
DIPLOIDE (origina-se do zigoto)
SEXUADA (produz gametas)
ASSEXUADA(produz esporos)
INDEPENDENTE
INDEPENDENTE
TEMPORARIO
DURADOURO
GIMNOSPERMAS
• São plantas vasculares com suas sementes
desprotegidas(são plantas sem polpa) inseridas em escamas
que formam uma estrutura mais ou menos cônica (pinha).
• Têm raiz, caule, folhas, sementes
• Não apresentam frutos
• Podem existir plantas que são femininas e masculinas ao
mesmo tempo, chamadas de monóicas (Pinus sp.), e as
que têm sexos separados, que são chamadas de dióicas
(araucárias).
• Apresentam vasos condutores.
• Suas sementes são nuas
A) FILO CONIFEROPHYTA
• Cerca de 550 espécies
• Habitam principalmente regiões temperadas. A conífera mais conhecida é o
pinheiro do gênero Pinus. A espécie mais numerosa é a sequóia. Outras coníferas
bem conhecidas são os ciprestes e as araucárias.
• As folhas das coníferas normalmente são finas e longas, em formato de agulha.
Algumas são escamiformes. As folhas das coníferas não caem no inverno e
mantêm-se sempre verdes.
B) FILO CYCADOPHYTA (CICAS)
• As cicadófitas desenvolvem-se em diferentes habitats, mas
geralmente em regiões tropicais.
• As sementes das cicadófitas são grandes e ostentam muitas
vezes cores vivas, como vermelho, púrpura ou amarelas, que
ficam patentes nos grandes cones onde podem ser atraídos por
aves e mamíferos que ajudam na sua dispersão.
C) FILO GNETOPHYTA
3 gêneros.
-Gnetum – trepadeira de fl. tropicias
-Ephedra – arbusto intensamente ramificado
- Welwichichia mirabilis – África Ocidental
C) FILO GINKOPHYTA
• Este filo possui apenas uma espécie viva: Ginkgo biloba. Esta espécie é de
origem chinesa e é símbolo de paz e longevidade,
• As folhas possuem formato de leque e caem no inverno. Antes de caírem, as
folhas ficam douradas. Possuem crescimento lento.
• As árvores podem atingir mais de 35 metros de altura.
Gimnospermas
ANGISPERMAS
• As Angiospermas ou angiospérmicas (do grego: angios "urna" e sperma - "semente") são plantas espermatófitas
cujas sementes são protegidas por uma estrutura
denominada fruto.
• Também conhecidas por magnoliófitas ou antófitas, são o
maior e mais moderno grupo de plantas, englobando cerca
de 230 mil espécies
• Dividem-se em 2 principais grupos
Monocotiledôneas
Raízes fasciculadas
Folhas com nervuras paralelas (paralilenervea)
Sementes com 1 cotilédone
Flores trímeras (múltiplas de 3)
Ciclo de vida curto (por causa da raíz pequena)
Crescimento primário
Exemplos: Gramíneas, arroz, milho, cereais, centeio, trigo, aveia, cana,
palmeiras, etc.
Dicotiledôneas
Raíz axial ou pivotante permitindo assim atingir maiores profundidades
Folhas com nervuras geralmente reticuladas
Flores tetrâmeras ou pentâmeras (multiplas de 4 ou 5)
Semente com 2 cotilédones
Ciclo de vida longo
Crescimento secundário
Podem apresentar caule lenhoso
Exemplos: Leguminosas como amendoim, feijão, soja, lentilha e ervilha, além do
ipê, do jacarandá, da roseira, da paineira, etc.

similar documents